terça-feira, maio 31, 2005

O PEÇAS - o assessor do ano

De todos o nome mais conhecido talvez seja o de Cunha Vaz, o assessor de comunicação do Benfica. Compreende-se: é uma homem da "pub", gosta de promoções. Mas de todos os assessores de imprensa há um que eu acho que marca pontos enquanto outros marcam encontros: Carlos Severino. Quando trabalhava na TSF, quando a TSF era uma rádio de notícias, era conhecido como "O Peças", pois era capaz de numa reportagem fazer quatro ou cinco peças. Hoje na sombra de Dias da Cunha, ele tem sido uma peça importantíssima no Sporting moderno embora não tenha muitos amigos nos postos de comando do movimento das forças desarmadas. Outro assessor de que não sou capaz de não gostar é Antero Henrique. O homem do FCP faz justiça aos transmontanos. E até sou capaz de perceber as novas/velhas preferências... A roda da vida dá algumas voltas, eu sei.

ou será que o jackpot é de Rui Santos?

Estava, embora escondido, na sua crónica de domingo do CM. Insinuou o sempre bem informado Rui Santos que José Peyroteo Couceiro pode estar a caminho da Luz... Talvez se cruze no caminho com Sokota.

FEHER

Chamem-me nomes mas continuo sem perceber todo este folclore. Feher estava há dois anos para o Benfica como Delibasic para o Benfica campeão.
Uma morte em campo é sempre chocante mas não façam do húngaro uma lenda do nosso desporto.
Miki só deu realmente nas vistas com a camisola do Braga de Cajuda e na comissão arbitral paritária da Liga.

VÍTOR PONTES NO LUGAR DE TRAP

Pronto, Trap foi-se a martelo. Não deixa saudades, mas deixa um título. Onze anos depois. Foi obra.
Pronto, e agora temos o baile dos treinadores para o Benfica. Que ele dure pelo menos mais uma semana, para alimentar a fogueirinha. Ou será que Vieira já tem o trunfo a sair da manga?
Sim, desta vez parece que é: Vítor Pontes, pois. O discípulo.

segunda-feira, maio 30, 2005

OS BILTRES

Portugal é um país muito interessante, capaz de nos surpreender a qualquer momento. Subitamente, num domingo de Primavera, descobri que milhões de portugueses são adeptos do Vitória de Setúbal. Depois de ter visto adeptos da Grácie a falarem português fluente em Junho do ano passado, já não me devia surpreender com estas coisas.

RESCALDO DA TAÇA

Da final da Taça de Portugal, duas peças importantes do rescaldo:
- José Rachão é o céu, Norton de Matos o inferno. Disse-o Octávio Machado, que é de Palmela e sabe do que fala.
- Paulo Costa fez uma arbitragem medíocre e marcou um penalty que não era, segundo Jorge Coroada, que foi um árbitro medíocre e é um comentador com muita saída e ainda mais lata.
Concordo com Octávio. Quanto a Coroado, deixo nas mãos de Paulo Costa a resposta que se exige.

domingo, maio 29, 2005

BARREIRENSE

O Barreirense regressou ao segundo escalão. Merece. É um clube com história e com massa crítica e o meu amigo Ricardo, lá por Londres, deve estar num sino. Mas o que se passou, afinal, nos últimos 20 minutos do jogo com o Micalense, quando o marcador assinalava 2-1 para a malta do Barreiro? Um dos desportivos de hoje diz que os açorianos "desistiram do jogo"...

FRUTEIRA

Terceira Taça de Portugal, vulgo fruteira, para o Vitória de Setúbal, terra gémea de Matosinhos como o prova nova e velha matéria genética. A sardinha por lá diz-se sradinha mas não faz mal, sabemos que é gente boa. Quando era pequeno pensava que Luísa Todi era a inventora do saboroso chocolate para o leite só superado pelo "Ovomaltine", mas mais velho aprendi a conhecer uma cidade que para além de um excelente micro clima tem gente muito boa, como é o caso do Quinito. Já nem falo do Mourinho, pois duvido que seja setubalense, muito provavelmente nasceu algures numa galáxia muito distante... Pois bem, Setúbal está em festa e merece-a. O seu Vitória fez uma temporada excelente, pena foi que lá para Janeiro e Fevereiro tivesse aparecido o FCP a desestabilizar tudo, do treinador dos principais jogadores. O costume... Chegados ao Jamor, sob o comando de Rachão, que se iniciou como treinador no meu Leixões, a vitória foi natural pois Trapalhoni trocou Quim por Moreira e depois Fyssas por Dos Santos. Arriverdice, Giovani, e obrigado por este bocadinho. A fruteira era acessório.

BRAGANÇA

Para lá do Marão, nem o traçado rápido do IP 4 nos consegue roubar o gosto de ver o nordeste a subir e a descer na nossa janela - ora uma sucessão de colinas, ora um vale mais rasgado onde corre um rio (o Tua, o Sabor...). A estrada segue para a fronteira e corta-se à direita para Bragança. O ar está tépido, ali já é Verão. Não corre uma brisa enquanto Vinhais e FC Porto se defrontam, propósito de uma homenagem ao agente da PSP Irineu Dinis, morto nas ruas do bairro da Cova da Moura, a muitos quilómetros de distância, onde milhares de pessoas chocam com o stress, a agressividade e a falta de paciência. Aqui em Bragança é tudo muito diferente. O movimento de automóveis é residual, as pessoas são gentis e os restaurantes servem-nos com qualidade e fartura. Escolhemos um ao acaso, na urgência de terminar o envio de serviço - o Dragão de Ouro, ali perto do estádio. Atendimento superpersonalizado e a posta a esperar pelo nosso ok. Envios confirmados, venham elas, acompanhadas de grelos e batata frita. A faca entra na carne como manteiga. Não há tintol pois o IP4 está cheio de brigadas da BT e o vinho nordestino é também um graduado... Para rematar o lauto jantar, o dono do Dragão coloca na mesa as compotas feitas pela esposa, mais um queijo, mais um pudim, mais um digestivo, mais hospitalidade, mais simpatia.
Portugal com o seu melhor, em Bragança, onde só não houve tempo para confirmar se é de facto a capital europeia do sexo...

sábado, maio 28, 2005

LIGA DOS ÚLTIMOS

Passa na RTP-N e é um programa de referência. Rui Baptista, o homem do indispensável amor-e-ocio.blogspot.com, modera aquilo como quem despacha um prego no prato do "Fonte Luz" (Matosinhos City), o profe Bitaites faz o papel de entertainer, o João Coelho tem tanto de diletante como de conhecedor e o convidado desta semana também no fazia rir - era o Manuel Monteiro, o tipo da Nova Democracia. A "Liga dos Últimos" provou esta semana também que é possível ir ao futebol apenas para ver a performance do cabo da GNR ou para fazer horas para a merenda. Vi o Salgueiros a jogar em Valbom, o último jogo antes de descer à III Divisão. O velho Salgueiral não sabe ainda se vai poder inscrever jogadores no quarto escalão do nosso futebol, provavelmente só terá lugar no distrital. E ninguém prende o senhor Linhares que um dia também passou pela "Liga dos Últimos"?

COISAS QUE PODEM ACONTECER

Álvaro Magalhães promovido a treinador principal do Benfica.
Hugo Viana no FC Porto.
João Pinto a a dizer "prognotics only in the end".
Toñito no Sporting de Braga.
João Alves jogador do Benfica.
Jorge Gonçalves, Leixões, no Boavista.
Manuel Cajuda treinador do PSG.
Manuel Fernandes no Chelsea.
McCarthy no Everton.
Arbitragem da SuperLiga de novo na FPF.
Mais um campo vendido no complexo da Unidade.
Quatro holandeses no FCP, sem contar com os 'treinadeiros'.
Poster da Maxmen banidos dos cacifos dos jogadores do FCP.
Benfica com equipamento alternativo azul e branco.

HOJE ACONTECEU NADA

No país que gasta 900 milhões para a formação profissional e 500 milhões em auto-estradas à borla, o feriado do corpo de Deus proporcionou mais uma "ponte" que não apenas a função pública usou. Na chamada "zona industrial" onde trabalho ontem, sexta-feira, abundavam lugares de estacionamento. O país está de tangas mas o povo marimba-se para a produção. O IVA pode subir mais dois pontos mas o Sol brilha e o Algarve está mais perto, embora em auto-estradas a pagantes. Um programa da TSF informa-nos sobre o estado dos pólens na nação. Acho curiosa esta preocupação com os pólens, faz-nos sentir que ainda temos olfacto... Hoje vinha no carro, a ouvir a RR, quando tentei recordar os nomes de ventos que conheço: o mistral, o siroco, o suão, a nortada... Não sei os nomes das árvores que definem o traçado da chamada Via Rápida, nem sempre tão rápida como isso. Ainda temos, no nosso Porto, a Circunvalação e a ela se acrescentou a VCI, trocando por miúdos a Via de Cintura Interna, que é o sonho de qualquer adolescente quando come com os olhos uma boa quarentona. Isto nada tem a ver com o futebol mas a verdade é que sobre o assunto pouco há a dizer embora os jornais da especialidade continuem a tratar do caso. Sim, há a fruteira para decidir no Jamor. E o Sporting ganhou a Taça Amizade nos penalties, no Estádio de Charlity, que é da marie de Paris, não confundir com a Maria de Paris que essa é portuguesa e não ataca no bosque, continua a lavar a roupa à mão e com "Sonasol". Quando me apanhei a primeira vez sob a Torre Eiffel pensei na história do homem e na história dos africanos que ali ao lado vendiam pássaros mecânicos de plástico. Nunca tinha andado de bateuax mouche e gostei, apesar da brisa fria e do cepticismo do Sena. Além, na margem gauche, sítio de poetas e estetas, talvez se possa beber um "pastis"... O "LÉquipe" é uma seca mas os gajos escrevem bem. Junto do Arco do Triunfo vendem-se os nossos jornais desportivos. Desta vez prefiro o "24 Horas" e mergulho no limbo enquanto leio a crónica do "roi". Sim, estou vivo, hoje nem preciso de ir ao Museu do Homem, para perguntar ao Yves Coupain se a Lucy era a puta que nos pariu ou apenas mais uma macaca.

quinta-feira, maio 26, 2005

FCP

Um pequeno ponto da situação. Fabiano é do Sevilha, acabou a fábula... McCarthy também vai sair. Sobra Postiga. Ainda não se sabe o que lhe vai acontecer, de certo apenas que nas férias vai dar uma ajuda ao pai na faina, no poveiro "Mar Cáspio", lugar onde uns tantos russos fazem fortuna com a petrolina. Lisandro López aí está para matar, com a assessoria de Jorginho. Seitaridis foi à vida, falta agora um defesa direito, que pode ser o Kram qualquer coisa, do AZT. Costinha também, pode vir o Lande A a Z, já com duas rodagens feitas mas decisivamente a extensão de Adriaanse no campo (sempre gostava de saber por que razão o nome precisa de dois aa copulados). Até já se falou num georgiano de 32 anos mas sobre esse nem me arrisco a dizer o nome. O que eu sei é que o FCP está cheio "dele" e vai às compras. Sokota? Bem, terá de passar no exame médico... Há ponta-de-lança a dar à costa... Leandro está interrogado no lado esquerdo da defesa, tudo depende da certeza da recuperação de Nuno Valente... Diego fica, com Ibson. São dois, faltam mais alguns para o meio-campo. Meireles e Paulo Machado podem ser apostas. Ivanildo será de certeza. Quaresma, bem, será para ficar, mas o "Harry Potter" tem mercado e tudo pode acontecer. Só um grande negócio o fará sair mas o FCP está num de movimentar o mercado. Por posições, eis o que temos:
GUARDA-REDES: Vítor Baía e Helton.
DEFESAS: Bosingwa, Ricardo Costa, Jorge Costa, Pedro Emanuel, Pepe, Leandro e Nuno Valente (Areias é para despachar).
MÉDIOS: Raul Meireles, Paulo Machado, Ibson, Diego, Lucho Gonzalez, Sandro (V.Setúbal)
AVANÇADOS: Quaresma, Bruno Gama, Postiga, Lisandro López, Bruno Moraes e Jorginho.
Contei 21? É curto. Podem faltar cinco ou seis...

PALHAÇADA

Mudança de rotinas. Impossível. Junho está aí e espreita quente. Eu gosto é do Verão, diz o ex da Ana Afonso. Os picolés já saem em força, o corneto tem um novo formato? Quero lá saber. A pilha de desportivos já quase desapareceu na bomba da gasolina e famílias numerosas invadem o Parque da Cidade para o pic-nic-cão, embora este último só possa entrar atrelado. Como eu estou não digo a quê mas há quem saiba. Notícias, querem notícias? Elas "andem" aí... É a febre do defeso, que continua na pré-época, reacende-se em Outubro e volta em força em Dezembro, ficando por cá até ao fim de Janeiro. No fundo, o mercado dura o ano inteiro... Na TVI, Vieira terminou a longa entrevista-pívia a chantagear os adeptos do Benfica, que ficaram a saber que o presidente só continua se o cartão Benfica for um sucesso. Eu cá preferia um cartão dourado do banco do Mourinho, sempre dava para curtir antes de vir a conta... Consta que milhares de benfiquistas vão tentar trocar os títulos coração de Damásio pelo tal cartão que, segundo Vieira, irá dar retorno a quem o comprar. Vale e Azevedo não diria mais e melhor. E por muito menos foi dentro...

quarta-feira, maio 25, 2005

PAULO COSTA

Nomeação justíssima para a final da Taça de Portugal. Paulo Costa pode não fazer as diagonais de que Jorge Coroado tanto gosta mas que também não fazia - mas é um homem íntegro, bem formado, e um árbitro de qualidade. Não tem galões de major, não usa gel, não é do eixo Setúbal-Lisboa e um dia até "boicotou" o Sporting. Eu falo de quem conheço. E a pessoa que conheço é uma daquelas que acrescentam algo ao futebol. Que o tornam melhor. A cinco anos do seu jubileu na arbitragem, Paulo Costa merece ter, depois, uma palavra a dizer na organização do nosso futebol. Assim o permitam os dirigentes do passado que ainda dominam o presente.

SABER GANHAR

Tal como a política, o fracasso morre sempre solteiro. Mas o fracasso é inevitável. Sem ele não haveria sucesso. O que fica mal neste filme é não saber ganhar. Sobretudo quando estamos perante pessoas que sabem como ganhar.

LINHA DA FRENTE

Quando finalmente começa a assentar alguma poeira, os responsáveis de Benfica e de Sporting precisam de cair na real - o FC Porto é, afinal, o único clube português com poder de compra. E PC está com grande sede de triunfos. Veremos como, com o conselhos de Mister Co, que se lê cu, consegue reestruturar o plantel. Antes do mais, terá de terminar a "sangria" de campeões da Europa para depois começar a reconstrução. Dos argentinos, Lisandro López e Lucho Gonzalez, já estão no papo, Jorginho e Sandro são também certezas, Helton pode vir a caminho para suplente de Vítor Baía ou o gigante também vai para o Dínamo, N'Doye continua a ser fruto apetecido mas Oliveira não está para aí virado... A verdade é que PC está a trabalhar em força e tem dinheiro vivo, ou seja, poderá chegar sempre à frente da concorrência. Portanto, o FCP sai na frente na nova época. E este pode ser um avanço importante, caso o Benfica continue a festejar...

terça-feira, maio 24, 2005

PIADAS GASTAS

No país mais fácil de governar de mundo - há crise, já défice? Vamos lá subir o IVA, o IRC e a idade de reforma... -, PC aparece a sacodir a água do capote, atirando para os treinadores que ELE contratou, Del Neri e Fernández, o ónus do insucesso. E não se esquecendo de atirar mais uma farpa ao brasileiro Scolari, que foi só o seleccionador que nos levou à final do europeu, que reabilitou Hélder Postiga e que está quase a levar-nos ao mundia. Há fotos de ambos "de beijo na boca", no centro de treinos portistas, quando PC pensava que seria capaz de ter algum ascendente sobre o "Sargentão". Está visto que não tem e agora, com tanto guerra, nem pode contratá-lo. PC e Scolari daria uma mistura explosiva. Mas o que temos é isto: uma guarda tertuliana a sorrir babada de piadas estafadas do presidente do FC Porto. É de ter pena desta gente...

SPORTING

Começou a revolução. Carlos Freitas, ex-jornalista, feitor da quinta leonina, atirou a toalha ao chão. Depois de Bettencourt e Ribeiro Teles, cai o último bastião. Dias da Cunha segue de vento em popa. Resta saber se com ou sem o campino. A seguir, num qualquer escaparate.

PENSO EU DE QUE...

Pinto da Costa mais rápido que a própria sombra, tentando dar a volta por cima com o cadáver ainda quente. Benfica a festejar e novo treinador dos dragões pronto para ser apresentado. Ou seja, PC quis abreviar a agonia, acabando de vez com a época horribilis e iniciando um novo ciclo. PC fá-lo (atenção, não há aqui segundas intenções...) com a barriga cheia com mais 30 milhões de euros do russos Fedor qualquer coisa, que já lhe tinha dado oito milhões por um Derlei só com um joelho. Tudo somadinho, 38 milhões de euros made in enxofre russo desde Janeiro. Um verdadeiro jackpot. Veremos o que PC faz com ele. Para já, foi à Holanda colher um treinador que nunca ganhou coisa nenhuma mas que consta ser muito bem a lançar jovens e na formação. Não sei quem o recomendou, espero que não tenham sido os tipos da Roma...

Peseiro eleito pelas redacções da TSF, do JN, da Sport-TV e de O JOGO como o melhor treinador da época. É brincadeira. Compreendo que a eleição foi feita provavelmente antes do jogo da Luz e da final da Taça UEFA (quero pelo menos acreditar nisso). Peseiro fez uma equipa, lançou jogadores (não percebi porque Moutinho apareceu na pré-época e depois foi passar mais uma temporada à equipa B...), mas borrou a pintura toda. O futebol tem sortilégios mas estes não explicam o duplo desastre. Face a estas circunstâncias, elegê-lo como o treinador da época é estar a brincar com o pagode. E com a nossa inteligência.

Para onde irá José Couceiro? Bem, o homem é sportinguista... E se em Alvalade acontecer qualquer coisa...

Manuel Cajuda não vai leiloar o sobretudo mas é bem capaz de precisar de um bem quentinho se aceitar uns convites que andam aí...

Barreirense a um ponto da subida. Daúto finalmente a justificar o proteccionismo do esférico, trazendo para a Liga de Honra um emblema com história e um clube com adeptos.

Grande destaque a Luís Filipe Vieira na capa de hoje do ESFÉRICO. Está visto que os dirigentes não marcam golos, parece que são os jogadores... Mas na hora da verdade até os puritanos pecam, colocando num pedestal os cartolas e não os artistas da bola. Que, está provado, nem sequer vendem bem jornais...

O meu Leixões deu três secos ao Benfica na primeira ronda da fase final de juvenis. Está de parabéns o meu amigo José Leirós, que tem feito milagres na cantera do Mar. Venha o próximo.

Quanto será que pagaram os órgãos de comunicação social do grupo Quim Oliveirinha pela organização da gala da SuperLiga? Mais um grande negócio de Valentim Loureiro e mais uma à atenção da Alta Autoridade para a Comunicação Social, esse grupo de "censores" do novo regime pago a peso de ouro e que não foi capaz de ver o que salta aos olhos de um ceguinho.

segunda-feira, maio 23, 2005

ESTORNICADINHO

Ao nosso amigo Estorninho, para além de condolências só queria dizer uma coisa: com o Carlos Carneiro e sem o Couceiro o FCP tinha sido campeão.

catedráticas

"Olho para o céu e vejo lá o meu marido, que faleceu há sete meses..." - na Luz, uma velha benfiquista à espera dos jogadores. Ao lado, a parceira, acabadinha de chegar do hospital depois de as tensões terem disparado. Eis a paixão em todo o seu esplendor. E no sítio certo: na catedral.

METADE DO PAÍS A CANTAR...

...e a outra metade a ruminar. Quantos somos, quantos somos? Dez milhões !? Pois bem, cinco pelo menos são do Benfica. A amostra está aí, numa TV perto de si. O país, a diáspora e os Palop's em festa, Piçarra de novo na moda, aquela imagem de Trapalhoni a esmurrar o banco depois do 1-1, as bancadas do Bessa cheias e quando estas se esvaziavam as da Luz a encherem. Era dia de lua cheia e ela surgiu nos céus do Porto, levemente enevoados, enquanto tudo se decidia ali para os lados da Boavista. Quando o jogo acabou vi pessoas dentro dos carros a darem murros no ar de contentamento. E o camião dos campeões até deu uma voltinha por Matosinhos, passando bem nas barbas do tio Narciso, um ex-águia convertido em dragão por razões políticas... Mas o que é que isso interessa? O Benfica foi e é campeão, tem ainda uma taça para ganhar, 7 por cento de défice é só o nº da camisola do Carlitos e foi também do grande Nené... E logo mais, na TVI, que pagou um milhão, vamos poder ver o presidente Vieira novamente de cuecas, como o Saddam ou como o presidente do Benfica quando foi campeão de fusala. O que está mal nisto tudo foi terem corrido com o Vale e Azevedo de sócio. O homem no fundo foi quem começou a ganhar, com a Volta a Portugal.

domingo, maio 22, 2005

UM JÁ FOI...

Grande atitude de José Couceiro ao demitir-se menos uma hora depois do fim do campeonato. Espera-se o mesmo de José Peseiro, depois de uma noite de reflexão.

SLB

Campeões, campeões, campeões, campeões, campeões, carago! E no Porto, como vaticinou Vieira. O Benfica de Trapalhoni merece o que tem: foi a equipa que mais lutou pelo título. É certo que o Benfica beneficiou do facto de o FC Porto terminar a época com um sportinguista no comando e de o Sporting ter sido treinado por um benfiquista... A vitória é da nação benfiquista no ano do "Apito Dourado", um ano atípico. Por isso já há quem diga que este título do SLB não começou quando Cunha Leal e Luís Guilherme foram para a Liga mas sim a 20 de Abril de 2004, quando foram feitas as primeiras detenções da operação "Apito Dourado".
PS - Quando se fala tanto na saída de Trapattoni, porque será que ninguém se lembrou de sugerir Álvaro Magalhães como seu sucessor. O "seis dedos" em dois anos ganhou uma Taça de Portugal e um campeonato...

CABEÇUDOS

O resultado do culto do caceteirismo, do provincianismo e da pelintrice teve a sua expressão máxima na ocupação da portuense Praça da Liberdade (!). Os SuperDragões foram para ali festejar o...2º lugar, que, como se sabe, é o primeiro dos últimos. Mas foi só um pretexto. O que os energúmenos quiseram, e conseguiram, foi evitar que os benfiquistas do Porto festejassem o título com a tradicional voltinha à Avenida dos Aliados. Estamos a falar de uma tropa fandanga que insulta jogadores, treinadores e dirigentes mas que dá jeito sobretudo em determinadas horas. Esta gente envergonha o Porto e os portuenses. Gente, disse eu? Trogloditas, talvez.

sábado, maio 21, 2005

PC EM BRASA

Não fica nada bem a Pinto da Costa todo este circo montado à volta da contratação do holandês Andriassen quando o campeonato estás prestes a ser fechado com o FC Porto versão nº 3 da época ainda com hipóteses de ser campeão. É um sinal bem revelador de algum desespero, que não se compreende. PC vem de duas épocas de tremendo sucesso não apenas desportivo mas também no que toca a facturação. Descobrir o que motivo este nervosismo é o desafio que aqui lanço.

RICARDO CARVALHO

Foi ontem operado no Porto a um problema no ombro. O cirurgião escolhido foi José Carlos Noronha, um reputadíssimo médico portuense que também operou César Peixoto e Derlei, entre outros. Não é só nos pontapés na bola que somos bons. Na ortopedia também damos uns toques...para o osso.

sexta-feira, maio 20, 2005

À LUPA

Liga estuda a possibilidade de a partir da próxima época adoptar a análise estatística e detalhada dos jogos da SuperLiga, recurso que poderá fazer desaparecer os observadores dos árbitros. Isto ainda vai dar que falar...

BADAMEQUICES

Quase houve levantamento de rancho em Guimarães, onde, pelos vistos, Vítor Magalhães ainda não percebeu que já não está no Moreirense. Os craques não gostaram de ser informados por uma circular colada na parede de que tinham de entregar os equipamentos, ao mesmo tempo que lhes chegava o rumor sobre o não pagamento do prémio pela conquista do acesso à Taça UEFA. O presidente teve de ceder perante a pressão dos jogadores, em pleno átrio da "Unidade", uma situação impensável durante os 24 anos e meio de liderança de António Pimenta Machada. Mas este filme ainda será visto mais vezes.

PIRATAS HOLANDESES

Parece que vem aí um camião de holandeses para o campeão nacional. PC pelo menos aprendeu uma coisa com Del Neri: é preciso fazer a vontade ao treinador. O italiano também queria trazer alguns compatriotas mas a SAD estava mais virada para outros mercados. Depois da Endemol e do inefável Peter não sei quê que comeu a nossa doce Alexandra, eis a "holandização" do FC Porto. Convém desde já referir que os holandeses são nossos adversários históricos e que tiveram a ousadia de um dia nos roubar o Rio de Janeiro e as suas beldades. Foi há muito tempo mas eu não me esqueci do acto de pirataria.

ZANDINGA

Promete a última jornada. Couceiro armou-se em Zandinga e garante que tudo se vai decidir nos últimos dez minutos. Quero quer quem entra primeira em campo, pois a multa por atraso até nem é pesada... Nas mãos de Nelo Vingada e de Pedro Barny está a HONRA. Que haja futebol. Que o Porto não seja como Palermo.

ARTIO 65ª DO RD da LCFP

A promessa ou entrega de dinheiro ou qualquer outra vantagem patrimonial ou não patrimonial feita por um terceiro clube destinada à obtenção de um resultado positivo num jogo oficial será punida com a pena de multa de 12,5 mil euros a 25 mil euros.

quinta-feira, maio 19, 2005

SIMÃO de FREITAS

Na próxima 3ª feira, em Frossos/Braga, nas instalações da Lacatoni Desportos, será apresentado o livro que é a tese de doutoramento de Simão de Freitas, um dos mais brilhantes metodólogos de futebol formados no FCDEF, onde acabou o curso com 19 valores! Filho do jornalista com o mesmo nome, um profissional de mão cheia, tal como o saudoso pai, Simão de Freitas estreou-se na SuperLiga no Beira-Mar, na equipa de Luís Campos. "A especificidade que está na concentração táctica que está na especificade...no que deve ser a operacionalidade da periodização táctica" é um título que parece o comboio correio mas o mais importante não é a embalagem mas o seu conteúdo. É 3ª feira, repete-se, às 19 horas, a 700 metros da obra-prima de Eduardo Souto Moura

ESTE COMUNICADO DE HOJE DO PENAFIEL É INTERESSANTE, NO MÍNIMO

Campeia a pouca vergonha na SUPERLIGA!
Depois de ter accionado a clausula de opção, por mais dois anos, do internacional senegalês N’Doye, na passada semana, o F.C. Penafiel viu-se ontem confrontado com uma situação estranhíssima e que revela, de facto, uma tremenda falta de ética por parte de um clube grande, que continua a não respeitar nada, nem ninguém no futebol português.Depois de lhe ter sido oferecido, pelo empresário José Caldeira, irmão de um dos administradores da F.C. Porto, Futebol SAD, de seu nome Adelino Caldeira, que não tem qualquer vínculo ao jogador (o seu verdadeiro empresário é Luís Sousa), o presidente de um dos clubes da Superliga estranhou o facto e contactou, imediatamente, o nosso presidente.Confrontado com a situação, António Oliveira detectou, imediatamente, a “chico-espertice” – mais uma – que se preparava, o que o “obrigou” a fazer uma imediata exposição à FIFA.
Realmente, continua a campear a pouca vergonha na SUPERLIGA!
São, de facto, estas vergonhosas atitudes que continuam a passar impunes no futebol português e que provocam a revolta e o desespero de quem procura, de forma descomprometida, que ele se paute, cada vez mais, pela transparência e pela defesa intransigente da verdade.
A Direcção do Futebol Clube de Penafiel.

PESUDO

Não vi a final da Taça UEFA do princípio ao fim (estava a adiantar serviço) e só hoje cai na real. Não é que Peseiro prescindiu de Polga, Rui Jorge e Custódio? Num jogo tão importante, o treinador mexeu com a organização defensiva da sua equipa. Foi o que se viu. Para agravar, no final, com aquele meio-sorriso idiota, nervoso, ainda disse que a sua equipa não sabe organizar-se para se defender. Se não sabe é porque não lhe ensinaram.

quarta-feira, maio 18, 2005

DE BALDE

Adeptos do Sporting assistem ao seu próprio funeral - histórico, sem dúvida. A ganhar por 1-0 ao intervalo, o Sporting regressa para o campo continuando a alongar o seu futebol, jogando taco-a-taco. Erro de palmatória. O CSKA conseguiu empatar, teve sorte ao não sofrer o 2-2 e depois matou o jogo. Limpinho. Podia e devia ter feito mais o Sporting e, sobretudo, o seu treinador. Legítimos, portanto, os desabafos dos leões feridos a caminho de casa: "Peseiro para a rua". A novidade foi mesmo: "Peseiro e Ricardo para a rua".

JOÃO MANUEL

A morte de um homem bom depois do fim de um jogador honesto. Todos morrem. Mas uns deviam morrer menos do que outros. É o caso o João.

É HOJE!

Terceira final europeia em três anos. É este o país que deficita lentamente e que caminha rapidamente para a taxa de 10 por cento de desempregados? Não parece. Em Antuã, o homem da caixa das bombas de gasolina diz-me que hoje todos somos do Sporting. Eu digo que não. Ele insiste. Eu também. O meu clube é o Leixões e embora goste de Dias da Cunha - é queque mas politicamente incorrecto - não perdoarei aquela tarde no Jamor, de muita mal querença.
Hoje não sou do Cssssská. Mas também não vibro com o lado de lá.
PS - A histeria colectiva começou ao pequeno almoço, numa televisão perto de si. Não aconselhável ligar o rádio do popó.

eugeniokeiros@yahoo.com.br

CONTRIBUAM PARA ESTA CAUSA, DEBITANDO O QUE QUISEREM PARA A CAIXA POSTAL ACIMA. OS PIORES SERÃO IMEDIATAMENTE PUBLICADOS.

INSÓNIAS

Não sabia mas alguém mudou para amarelo os rótulos das água "Castello", que nasciam algures em Mouras e nos facilitavam as digestões e os uísques fortes. A garrafa que tenho à minha frente diz ainda "bubles" e o rótulo ainda me informa que o conteúdo tem sabor de limão doce. Experimento. Três golos depois, confimo.
Já nada é como dantes. Nem o Eusébio está imune a críticas, depois de ter misturado scotch com pastilhas, numa casa do Benfica algures na fuligenta Alemanha.
Morais, o do cantinho, diz que nada deve ao Sporting e que o Sporting é que lhe deve a ele. Pelo visto ordenados em atraso não é só presente, também é passado. Ou será que o herói da Taça das Taças quis dizer outra coisa? Já não sei o que é mensagem linear ou subliminar.
Mais, tudo o que se passa já não se passa na TSF. Agora prefiro a Antena 1. A velha TSF tem o sabor do micro-ondas (não sei se perceberam a piada e daí os parêntesis que alguns comentadores desportivos confundem com as comas, que é o seu estado natural)
Ou é da minha vista ou a Fátima Campos Ferreira, ex-Matos Lima, estava com os copos quando entrevistou o Isaltino de Morais? E não estará o Saldanha Sanches a precisar de branquear os dentes (e esta, perceberam?).
Tudo é possível. Por incrível que pareça, tenho 53 canais de TV e não gosto de nenhum. E nem os contos do Shepard me elevam deste mundo. Devo estar com problemas existenciais.
Vou abrir outra "Bubbles" a ver o que acontece quando ela encontrar um rio de "JB".

BES...ANA

Benfica deve 60 milhões ao BES. Está com a corda na garganta. Mas o que é que isso conta? Ricardo mais uma vez fez sonhar milhões...

UM DIA PERFEITAMENTE NORMAL %$#"!

Edite edita.
Soares sua.
Vai nessa sacode-se.
Rui ri-se.
Reunião de editores, ao fim da manhã. Discutem-se os produtos. Os que nós demos mas sobretudo o que não demos e os outros deram. Há uma gralha na página 26 e cinco notícias sem fotos. O jornal tem cinco fotos inclinadas e dois leitores ameaçam com processos devido a torcicolos. Há 12 notícias de economia e quatro sobre espectáculos que só os críticos vêem. A reportagem sobre o bairro social é lamechas e a percentagem de on's é: dois assistentes sociais por cada morador.
Coffe breack. Bolachinhas. Tempo de combinar o almoço. No sítio do costume, com a conversa de merda do costume. Uísques a fechar.
Mas já lá vamos. Discuta-se o produto. O jornal que há para fazer. O espaço está todo ocupado por notícias de ontem e anteontem e o repórter X e o Y, os chatos do costume, já lá estão do outro lado do vidro, amarrados às suas camisas de força, babando-se. C'um raio, que interesse tem uma notícia quando urge o follow-up?
O almoço é o que se temia. Entedia.
A tarde segue vaporosa com muitos silêncios e o resfolegar surdo dos dedos nos teclados. Ninguém diz asneiras. O melhor é ir lanchar, antes da reunião da primeira página.
A barriga do director insinua-se. O porco não lavou a cara, ainda tem a base do debate de ontem da TV. Os seus seguidores esparramam-se no chão, sempre ansiosos pela performance.
A primeira página cozinha-se em duas horas. Em lume brando. Todos opinam, recordam-se capas de revistas estrangeiras. E pensa-se no jantar, na casa de um deles, com comida chinesa...
A 1ª é bonita. Não diz nada mas brilha.
Está a terminar o dia dos génios. Uma queca não ficava mal, para variar. Mas os poetas e os estetas anseiam por um sarau arrotando a chop suei de gambas.
Quando o jornal roda na rotativa, a malta adormece nos pufs.
Puf!

terça-feira, maio 17, 2005

HERE VAO IA OE***

Paulo Paraty no FC Porto-Académica. É o tal árbitro que PC, na e..., diz que é "uma merda". Pedro Henriques no Boavista-Benfica. É o tal que PC, na e..., diz que serve, que tem de subir a nota... Lindas nomeações, sim senhor!

TAÇA DE PORTUGAL

Três grandes candidatos para apitar a final da Taça de Portugal: Olegário Benquenrença, Paulo Paraty e Paulo Costa. E um outsider: Mário Mendes, de Coimbra, que termina a sua carreira e pode ter um prémio. O vencedor é conhecido na próxima terça-feira.

MALETON

50 mil dele a voar por unidade, nem precisam de correio azul, o "78" pode fazer a entrega. E anda Love no ar, fazendo fé no estorninho...

BOTA

Liedson vai experimentar umas novas chuteiras Nike na final da Taça UEFA. Não parece grande ideia experimentar botas novas num jogo tão importante. Mas se calhar sou eu que estou "demodé"...

RICARDINA *

Quando várias teorias já se congeminavam para branquear a espectacular derrota do Sporting na Luz, quando estava a seis minutos de ser campeão, foram completamente destruídas pelo protagonista do lance capital. Ricardo veio dizer que foi empurrado por Luisão e que por isso até caiu para trás! Que eventualmente o gigante do Benfica o tivesse tocado, nem que fosse de raspão, ainda dou de barato. Que a bola lhe tivesse tocado no braço, pode ser... Que ainda hoje está para saber como fez golo, talvez... Agora que empurrou Ricardinho! Isso não. Toda a gente viu: o homem hesitou quando atacou a bola e fê-lo à padeiro, de braços abertos, sendo obviamente batido por Luisão. Foi um f-r-a-n-g-o com todas as letras e o guarda-redes do Sporting e nosso herói nacional até devia ter vergonha de tocar no assunto.
* Jogo de cartas de que era fanático José Maria Pedroto

O MEU AVÔ DELFIM E O PRESIDENTE VIEIRA

Segundo as "newmagazine" - muita pouca novidade e muito magazine -, um em cada três portugueses é psicótico. Ou seja, a probabilidade de termos presidentes de clubes com problemas de equilíbrio mental é grande. O mesmo se aplica aos nossos chefes, embora aí a demonstração seja mais fácil (ei, pessoal, estou só a generalizar!). Na última "Sábado", que acabo de ler refastelado no leito, com vistas para a entrada do Porto de Leixões, Luís Filipe Vieira revela algumas facetas do seu sucesso e conta a história da sua alcunha - Kadahfi. Gosto do jornalista que o entrevista, o Rui Gustavo, mas é muito difícil fugir, no limbo das revistas semanais, ao estilo laudatório. Lê-se a reportagem sobre o dia a dia de Vieira, tal como o de Sampaio, e não há defeitos, parece estarmos perante um qualquer "alien" que revelou na Terra uma extraordinária capacidade de adaptação. Isto chateia-me embora o consumo do género me satisfaça pois entretanto passou mais meia-hora e consegui dar dois traques (como já subiu a temperatura, aviso que durmo de janela aberta). A figura de LFV não me fascina minimamente mesmo depois de ficar a saber que nasceu atrás do zoo de Lisboa e que deixou o negócio dos pneumáticos por insistência do filho. Vieira é um 'self-made' como muitos em Portugal e no mundo. Diz o Gustavo que está entre os 50 mais ricos de Portugal, apesar de só ter a 4ª classe. Não sei o que uma coisa tem a ver com a outra. O meu avô Delfim era alfaite e só tinha a 4ª classe e era o maior da sua rua, aqui em Matosinhos. E o maior para mim, apesar de nunca ter sido capa de revista a segurar uma água americana sob um fundo vermelho vivo.

TORGA

"A vida críptica, secreta, que todos somos obrigados a viver, transformou-nos em monstros morais. Cada acto que praticamos é uma finta, cada frase que proferimos uma reserva mental. Um generalizado sentimento de mutilação como que entrou na fisiologia de cada um"

domingo, maio 15, 2005

ILUSIONISMO

Até parece que o Vitória de Guimarães está pela primeira vez na Taça UEFA! Até parece que o presidente não mandou embora o treinador de sucesso! Até parece que o Vitória não hipotecou património. Até parece. Mas não é.

LUCIANO

Expulso em Coimbra, não pode defrontar o FC Porto...

BULL SHIT

Dói, eu sei que dói. Mas foi limpinho. O Benfica assumiu o jogo, o Sporting esperou pelo empate ou por um lance fortuito. Teve o que procurou: um frango de aviário de Ricardo. Digam o que disserem os fanáticos dos costume, Paraty esteve bem, foi nota 5. Manolo Vidal e Filipe Soares Franco, após o jogo, validaram o lance dito da polémica.
Mas, atenção Benfica, ainda falta o mais difícil.

sábado, maio 14, 2005

DINOSSAURO

Depois de Isaltino e de Valentim, mais um candidato do queijo Limiano prepara a sua candidatura como independente: Narciso Miranda. Cristalizou em Matosinhos e por cá quer continuar a chatear a malta. Tsunami à vista num PS por ora em estado de graça.
(pergunta: o que é que isto tem a ver com bola?)
(resposta: tudo)

TREINADOR DO BOAVISTA

Muito se fala já em Carlos Brito. Mas ainda não é certeza. Só a meio da próxima semana será tomada uma decisão. Pedro Barny é hipótese se conseguir apurar a equipa para a Taça UEFA. Carlos Brito perfila-se mas há mais nomes. Neste momento, a oferta de treinadores excede largamente a procura. Et pour cause...

BENFICA-SPORTING

Contagem decrescente. Aposto que Trapattoni não vai meter toda a carne no assador e que vai ficar à espera que o Sporting assuma o jogo. Se aos 20' não estiver a pegar no jogo, o Benfica vai ter problemas, pois a galera está como um copo cheio de água. Para Veiga e companhia é o tudo ou nada. Para Dias da Cunha e para o Sporting apenas um jogo antes da final da Taça UEFA. Descubra as diferenças lá para 21h45...

HARD NEWS

É um novo conceito de jornalismo, já em voga nas círculos superiores. Estamos a falar na notícia pura e dura. Um bem cada vez mais escasso nos nossos escaparates, onde a notícia costuma chegar cifrada ou embrulhada como uma encomenda.

sexta-feira, maio 13, 2005

BAILE DE TREINADORES 2

Bartolomeu entrou em campos mas acabou por chamar José Gomes, o ex-treinador do Paços de Ferreira e do Leixões. Não sei se Gomes faz bem em trocar um clube que levou dez mil ao Jamor por outro que levou 1.500 adeptos, 500 dos quais funcionários da Câmara de Leiria. Sei apenas que mais uma vez Bartolomeu andou a agitar o mercado. Gomes tem pela frente um desafio interessante. Não, não é fazer melhor que Pontes, pois Pontes fez pior que todos os outros que lá estiveram nos tempos mais recentes (Reis, Mourinho, Cajuda, Manuel José...). O desafio é o de conseguir aturar o senhor Bartolomeu e de fazer de conta que tem o estádio cheio.

Carlos Brito muito perto de ser treinador do Boavista. Há sete cães a um osso chamado Rio Ave. Um osso muito tenrinho, pelo visto...

Telenovela já com a saída de Machado de Guimarães. Com todos os ingredientes: paixão, traição, suspenso, regresso do filho pródigo, azia no balneário, milionários prepotentes, coróneis...

Tudo em aberto também no FCP. Pinto da Costa estuda estratégias. Jorge Mendes mais uma vez pode ter uma palavra a dizer.

ANO MENOS UM

Está, em definitivo, desmantelado o dream team do FCP, com as saídas de Maniche e Costinha. Só ficam a faltar Vítor Baía, Jorge Costa, Pedro Emanuel e Nuno Valente. Residual. Com isto tudo, o FCP arrecadou quase 120 milhões de euros, o que é, como diz o povo, muita guita. Dava para cobrir o passivo mas a verdade é que este mantém-se. Del Neri bem queria partir do zero. Pois bem, o próximo treinador do FCP vai começar desse ponto. Mas é preciso ter consciência de que começar assim é começar com atraso. O que faz adivinhar uma época de transição. Esta foi de perfeita confusão, embora ainda possa ser salva ao soar do último 'gong'

ATÉ AO FIM DO MUNDO

Provavelmente é isto que vai acontecer. O Benfica ganha por 2-1 (golo nos últimos minutos), o FC Porto ganha também à rasca. O Boavista ganha em Guimarães mas fica a precisar do último jogo. Mesmo que não precisasse, o "estímulo" estaria lá. Portanto, vamos ter uma última jornada a ferro e fogo.
PS - Porque será que já se fala na possibilidade de o FCP contratar Nelson e Diogo Valente?

É A VIDA...

(assim muito mais divertida)

quarta-feira, maio 11, 2005

VIVA O QUÊ?

Suas sumidades de A BOLA decretaram a semana do futebol, uma jornada de inflexão, ou de genuflexão, vá-se lá saber. Depois do Manelé, do foi deus, do foi golo e do super Rui o que mais irá acontecer na Travessa da Queimada?

BARTOLAS

Quem é o Bartolas? E quem é o compadre? E o Pedro, é mesmo um filho da puta?

PARATY

O árbitro do derby é um bom árbitro. Paulo Paraty está a fazer uma excelente época e, como o Record hoje informa, teve apenas 14 apreciações negativas num universo de 70 (no que se refere a notas atribuídas por diversos órgãos de comunicação social). É certo que, como amanhã se lerá, nem todos gostam de Paraty. Mas a verdade é que o árbitro portuense tem experiência, autoridade e está em grande forma. É, por isso, a escolha certa. E é um prémio merecido também para quem é um líder da própria classe, tendo feito já por ele o que muitos que se dizem paladinos jamais conseguirão fazer.

terça-feira, maio 10, 2005

BAILE DE TREINADORES 1

José António Camacho, em definitivo o próximo treinador do Benfica. A primeira confirmação BnA está feita: Pacheco no Vitória de Magalhães, para apimentar as hostes.

DIVÓRCIO

Está iminente o fim espectacular do casamento de maior duração do futebol português. O Infante D. Henrique foi afogar já as suas mágoas na taberna...

segunda-feira, maio 09, 2005

ups

Se vencer o Vitória de Guimarães, o Sporting só precisará do empate na Luz para ser campeão (e, claro, de vencer na última jornada o Nacional da Madeira). É uma reviravolta surpreendente, mais uma vez a acontecer graças à falta de classe dos jogadores do Benfica. Consultem o maisfutebol e aí perceberão uma das razões deste défice de cáracter dos águias: Carlitos troca de camisola com N'Doye, o homem que matou a águia no 25 de Abril, tal como António Oliveira tinha previsto nas páginas da "Dez" - está aqui e está a ultrapassar o Mourinho e a Maya...

Trapattoni não falhou em Penafiel. Pura e simplesmente o velho já espremeu todo o limão. Sem Luisão, Manuel Fernandes e Nuno Gomes foi-se não apenas a espinha dorsal, foi-se toda a consistência de jogo de um Benfica que não pode cerebralmente suportado por um jogador como Petit, com muita força e vontade mas com défice de clarividência e inteligência de jogo. Miguel e Simão estão nas lonas e as camisolas mandadas imprimir com os minutos que faltam para o título que não vai acontecer também nã ajudam. Para não falar nos dislates de LFV.

Quanto aos penalties, Proença decidiu bem em todos. O toque em Geovani é um toque no movimento, no desenvolvimento da acção, aproveitado pelo jogador do Benfica. A mão na área é bola no braço, o empurrão de N'Doye a Simão é apenas um duelo físico ganho com facilidade e a camisola de Mantorras agarrada é só um penalty televisivo. Querer ver mais é querer não ver. Mas dá jeito...

Em Moreira de Cónegos, desta vez Couceiro não teve a estrelinha de ganhar nos últimos minutos. Postiga, McCarthy e Diego estiveram perto mas não aconteceu. Jesus ganhou o jogo táctico e um sobretudo. O ataque do FC Porto esteve sempre amarrado. Grande exibição de Ricardo Fernandes e dos laterais do Moreira. Nei movimentou-se bem no mato grosso da defesa portista e levou umas porradinhas de Jorge Costa. O empate é aceitável mas as duas equipas podiam ter ganho. Perderam...

Surprendentemente, zangaram-se as comadres em Guimarães. Machado surpreendeu Magalhães com o outro - Pacheco. E vai ganhar seis mil dele na Madeira, ou seja, seis vezes mais do que em Guimarães.

sábado, maio 07, 2005

O RAPAQUECA

Acordo, dou o pequeno almoço à miúda, ligo a net e sou estupidamenta surpreendido com a notícia da morte de Jorge Perestrelo. Não foi a morte do melhor relatador desportivo dos últimos 30 anos que me surpreendeu - foi a morte do amigo. Tive o privilégio de acompanhar o Jorge em algumas viagens ao estrangeiro e de o assistir nos comentários. Recordo particulamente aquele Bayer Levkerkusen-Benfica, não posso esquecer ainda o Checoslováquia-Portugal e também tenho grandes memórias de um Barcelona-FCPorto que deu goleada para os culés. Mas de todos o mais inesquecível foi o segundo pois o Jorge deixou-me cinco minutos a falar sozinho e tive de ser eu a fechar a emissão pois ele recusou-se a continuar a relatar o que considerou uma vergonha, isto é, Portugal a jogar com mais um e a perder, perdendo também o apuramento para um Mundial. O Jorge era assim: único, de extremos, maníaco. Um dia, em Liverpool, vi-o comprar dois casos de pele (era uma das suas taras) cuja única diferença era o facto de estarem ao lado um do outro. Recordo também aqueles jogos vespertinos que ele relatava nos primórdios da SIC (a estação que o chutou porque os novos turcos são incapazes de perceber que o talento não aparece só porque se anda a cheirar o rabo aos políticos e a limpar o respectivo), com música brasileira e comentários dos amigos (em cujo lote fazia o favor de me incluir). O ripa na rapaqueca não deixa saudades - deixa um enorme buraco. E uma certeza: onde quer que esteja, a "vida" vai passar a ser muito mais animada.
Quando ripar numa rapaqueca - ou seja, quando pedir um rissol para acompanhar um sumol - vou-me lembrar sempre de ti, camarada!

sexta-feira, maio 06, 2005

ÉPICO

Numa noite inesquecível não apenas para quem é adepto do Sporting - até a minha filha fez algumas tréguas e foi brincar com as bonecas, deixando-me em transe hipnótico -, uma equipa portuguesa acreditou até ao fim. Quando vi Ricardo a correr de baliza a baliza para o momento final, acreditei, tal como o Valdemar Duarte. Ninguém pode dizer que o Sporting não mereceu. O Sporting sofreu mas foi a melhor equipa e não quebrou quando sofreu os golos perto dos 90' e no prolongamento. Tem estaleca para estar na final. Que vai obviamente vencer em Alvalade XXI, como o Feyenoord há pouco anos na sua 'Banheira'.
PS- Gostei especialmente das caralhadas de Peseiro

TERCEIRA FINAL

Em 2003, 2004 e 2005 equipas portugueses atingiram finais europeias. Pelo meio, a nossa selecção fez o mesmo no Europeu de 2004. Fossem as nossas empresas tão competitivas e o nosso Governo tão bom e o terceiro planeta do sistema solar chamava-se Portugal.
Por um dia que sejam, não digam mal do nosso futebol.Tenham decoro.

VALENTIM NA JUDITE

Sim, Valentim "foi" à Judite. Mas à Judite de Sousa. No rescaldo da vitória do Sporting, o major meteu a quinta velocidade e acelerou nas curvas, ou seja, falou de tudo, até do procurador Teixeira. A dado passo disse que Pinto da Costa era o activo e ele o passivo, comparando a coisa ao amor. Sobre o mesmo disse que é preciso desfrutar um pouco antes de gozar, já não me lembro a propósito de quê, só sei que a Judite ruborizou. Enfim, uma entrevista em grande do major que é o maior.

quinta-feira, maio 05, 2005

MP APOIO PAIXÃO E PC

Ministério Público do Tribunal da Relação do Porto entende que não há qualquer razão para ao FC Porto e a Pinto da Costa ser imputado o crime de corrupção activa desportiva pois Jacinto Paixão aceitou o "suborno" mas não consumou o benefício no terreno, tendo considerado, por exemplo, que não é pelo facto de ter assinalado um canto que não era canto e deu golo que abriu as portas à vitória portista. É um forte trunfo quer para a defesa de Pinto da Costa quer de Jacinto Paixão e é um elemento que vem comprometer a acusação que está a sair, na instrução não será difícil a mesma tese vingar, não chegando, portanto, a julgamento, ou só chegando na forma de tentativa de corrupção, o que só dá a subtracção de três pontos e não a descida de divisão, como aconteceu ao Leça e ao Famalicão.

DANÇA DE TREINADORES

Grandes movimentações já nos comandos técnicos da SuperLiga. No FC Porto balança-se entre Co Andriaanse e Jesualdo Ferreira e se for o segundo vai para Braga um técnico da nova vaga, sendo Pontes o nome mais falado. U. Leiria fica vago e Bartolomeu deve apostar num treinador com alguma consistência, um dos treinadores que subiram (Toni ou Rogério Gonçalves), talvez. Jaime Pacheco aponta para Guimarães mas há anti-corpos, também pode ir bailar para a Madeira, embora o sonho seja o glorioso SLB. Por falar neles, será difícil correr Trap se este for campeão e Veiga idem. Se houver fiasco, Mourinho dirá quem será o treinador, Pontes volta a ter hipóteses, está visto que o treinador da moda, embora tenha feito um campeonato sofrível em Leiria, muit abaixo de Mourinho, Cajuda, Manuel José e Mário Reis. Disse Cajuda? Pois cá está um treinador que vive muito perto de Guimarães, de onde vai sair, misteriosamente, Manuel Machado, ao que tudo indica incompatibilizado com o senhor Vítor"gel" Magalhães, zangaram-se as comadres e a notícia foi comunicada num fórum da net, vejam bem ao que chegaram estas mordenices, não é só o Norberto que dá notícias para os cús gordos que não saem das redacções e que se fartam de picar o maisfutebol. E o Boavista? Pois perguntam bem... Não há dinheiro nem para o padeiro e parece que vão ver se o Barny pega bem na equipa,s e garantir a europa fica mesmo, pena o Queiró estar doente, caso contrário já estava ao seu lado. Se a estratégia falhar, o Boavista pode avançar para António Sousa, há algum tempo sem treinar, ou então para Carlos Brito, outro treinador muito pretendido e que também poderá acabar...em grande. FC Porto e Benfica? Why not? Luís Castro está firme em Penafiel apesar de terem aparecido pretendentes mas vai ser fiel a Oliveira. No Gil, Ulisses fez por merecer continuar, enquanto em Belém Carvalhal também está de pedra e cal, mas nunca se sabe. Certo é Norton de Matos em Setúbal e lá vai o José Rachão de novo jogar à sueca com Chumbita Nunes, com uma taça de portugal no cartório. No Marítimo também há uma vaga e o mais querido é Carlos Brito, parece difícil o Rio Ave segurá-lo, portanto, o melhor é Paulo de Carvalho começar a pensar num treinador, pode até ser alguém do pé da porta.

VERGONHA

O que aconteceu com a Vanessa, 5 anos, no Porto, segunda cidade do país, é uma vergonha. A miúda vivei cinco anos com uma família de acolhimento, era feliz e estava integrada. O pai apareceu e um juiz automaticamente deu-lhe a custódia, sem cuidar de saber porque razão aquele pai só reclamava a filha cinco anos depois e em que condições vivia. A Comissão de Protecção de Menores conhecia o dossier mas apenas o registou durante cinco anos, sem mexer uma palha no sentido de regularizar a situação da miúda e daqueles que a acolheram depois de a mãe ter deixado um bebé a morrer de fome. Assim vai este país: os autarcas das tretas continuam a construir bairros sociais e a fomentar a miséria dos rendimentos mínimos e dos abonos que fazem pais inaptos reclamar os seus filhos que abandonaram porque o mais importante é a dose de droga. Estamos a falar no que se passa nas grandes cidades, sob o nosso nariz. O que aconteceu a esta criança, queimada viva numa banheira e espancada, em agonia durante três dias, vai acontecer mais vezes. E nós vamos estar aqui, de braços cruzados, à espera das notícias, com os autarcas de merda do costume e descontando impostos para quem não se importa connosco a não ser que estacionemos mal o popó sob o qual nos cobram um IA escandaloso e uma vez por ano imposto de selo.

terça-feira, maio 03, 2005

COISAS DO NOSSO FUTEBOL

António Conceição, vulgo Toni, subiu o virtual Estrela da Amadora. Rogério Gonçalves fez o mesmo com a Naval 1º de Maio, pela primeira vez na I Divisão e sem Santana Lopes na presidência da Câmara. Curiosamente, os dois treinadores ainda não sabem se continuam no comando das respectivas equipas. Coisas do nosso futebol...

Terão Estrela e Naval massa crítica para a SuperLiga? Acho que não. O Estrela tem um punhado de sócios e um bingo. A Naval representa uma cidade que tem aparecido no mapa e é dirigida por um homem do passado. A grande diferença entre as duas equipas está no facto de a Naval vir ajudar a alargar o mapa do nosso futebol, reforçando o litoral centro com uma terceira equipa, que se junta a Académica e U.Leiria. Quanto ao interior, continua tudo como dantes. Chaves, Viseu, Bragança, Vila Real, Covilhã, Castelo Branco, Évora, Portalegre e Beja não têm manifestamente a capacidade competitiva da ilha da Madeira... E do Algarve nem vale a pena falar!

PENAFIEL

Quem viu ontem o Guimarães-Penafiel ficou esclarecido: a equipa de Luís Castro não empurra a bola, joga à bola. Num relvado grande foi assim. No relvado bem mais acanhado do 25 de Abril, com o público em cima e o Benfica com mais força, talvez o Penafiel se apresente mais cauteloso. É esse o desafio de Luís Castro - atacar o Benfica, aproveitando o seu nervosismo, ou esperar que o Benfica não saiba atacar. Mas já ninguém lhe tira o perfume futebolístico que conseguiu mesmo a lutar pela permanência.
* Sim, não será fácil o SLB vencer no 25 de Abril, colocando mais pressão na deslocação do FC Porto a Moreira de Cónegos e na recepção do Sporting ao Vitória de Guimarães

O QUE EU HOJE JÁ LI

Está tudo a compor-se para que o MITO MOURINHO seja hoje de alguma forma arrefecido, para descanso dos fundamentalistas que o reclamam sobretudo como um PRODUTO do FC Porto. O Chelsea está de algum modo a planar após a confirmação do título e não acredito que nem Mourinho seja capaz de lançar as contra-medidas certas. O Liverpool pode seguir em frente e aí Mourinho terá espaço para continuar a progredir em Stamford Bridge, definindo como objectivo para a próxima época a "Champions". Ou será que já está a tocar as estrelas?

Dois miúdos do Freamunde, de 19 e 18 anos, respectivamente, apostas de um técnico de que pouco se fala mas que trabalha muito (Nicolau Vaqueiro), vão testar as suas qualidades no Tottenham. Os ingleses estão em força na prospecção de talentos portugueses. Que se cuidem os clubes portugueses...

Carlos Abreu vai ser o presidente do Salgueiros. É um nome com peso no clube. O histórico clube de Paranhos, a maior freguesia do Porto, bem precisa de um impulso para pelo menos sair da III Divisão Nacional, onde acaba de cair. Entretanto, alguém me sabe dizer onde para José António Linhares?

Luís Filipe Vieira mais uma vez deu um passo maior que a própria perna ao anunciar que se vai embora quando acabar este mandato. Não é a primeira vez que o ex-presidente do Alverca alega cansaço e enfado por carregar nos ombros o peso da INSTITUIÇÃO. Terá Vieira consciência de que mais e melhor é impossível, saindo em ombros com um impensável títulos nas mãos? Ou tudo isto não passa de uma táctica agarrem-me-se-não-fujo.

Que o Boavista está a viver momentos difíceis, do ponto de vista financeiro, já não é novidade. Mas o clube axadrezado prepara-se para aumentar o seu capital. Ir às competições europeias não é condição sine qua non mas dava uma ajuda. Mas o Vitória já fez a ultrapassagem, apesar das travadelas da "Furgoneta".

O jornal da minha terra está a oferecer cupões de 10 por cento nas sandes de presunto da "Badalhoca" e quem juntar dez pode levantar um frasco de vaselina na farmácia Lopes. Às vezes ficou um tanto confuso: já não sei se os jornais vendem notícias, se são as notícias que vedem os jornais ou se estes apenas servem para embrulhar enciclopédias.

Algo de estranho se passa com o Ferreira Fernandes na última página do "Record": não fala há duas semanas do Karadas. Ou do seu irmão gémeo.

segunda-feira, maio 02, 2005

FAÇAM AS VOSSAS LEITURAS...

"O Jesualdo não é homem para dar entrevistas, não é homem para aparecer nos telejornais, mas é um conhecedor profundíssimo do futebol. Fico feliz pela carreira do Braga porque todos aqueles que durante muito anos trentaram denegrir a imagem de Jesualdo Ferreira e tentaram apresentá-lo como um adjunto hoje têm de engolir a consagração de um treinador português, que é neste momento o número. Não digo o treinador número de Portugal. Digo que é o treinador número um da Liga deste ano"
Pinto da Costa, na "Dragões"

É PRECISO TER LATA!

Rui Alves, presidente do Nacional da Madeira, e arguido no Apito Dourado, por causa de conversas com o empresário António Araújo, veio assumir a candidatura à presidência da Liga. Não lhe fica bem pois até faz parte da direcção da Liga. Mais um dever de solidaridade que se quebra. O que não é novidade no nosso futebol. Valentim Loureiro está sereno, pois sabe que tem a maioria dos clubes por si. E tudo indica que só no final do mandato, em 2006, entregará o testemunho a António Oliveira.

CORAGEM E CONFIANÇA

Contrariando os gatos-pingados da A 1 que nas primeiras jornadas lhe quiseram fazer o funeral, José Peseiro mostrou confiança e coragem no Municipal de Braga. Deixou alguns 'indiscutíveis' de fora e com os míúdos deu três secos ao Sp. de Braga. Ainda assim, no final Jesualdo Ferreira conseguiu dizer que o resultado podia ter sido outro se, se, se... Sim, podia ter sido outro se Pinilla tem marcado mais um golo!

domingo, maio 01, 2005

FUTUROLOGIA

É só especulação.
Treinadores da próxima época na SuperLiga:
FC Porto - Jesualdo Ferreira.
Sporting - José Peseiro
Benfica- José Antonio Camacho
Boavista - Víctor Fernández.
VGuimarães - Jaime Pacheco
Sp. Braga - Vítor Pontes

CALHAMBOTE

Mário Mentes, perdão, Mário Mendes, árbitro de Coimbra, distrito que também deu à arbitragem portuguesa um tal José Guímaro, decidiu o jogo da Luz. Não só inventou um penalty para Simão como também não viu um penalty de Ricardo Rocha (useiro e vezeiro neste tipo de lances) sobre Lourenço, à semelhança do que aconteceu, também, nos minutos finais do último Belenenses-FC Porto. Por isso mesmo, os queixumes de Couceiro até podem induzir algum riso escarninho... No Dragão, António Costa validou mal o golo de McCarthy que deu três sofridos pontos à equipa da casa, perante um Marítimo que deu sempre a impressão de nunca ter querido forçar a nota. Há apenas 9 pontos em disputa. Os 4 que tem de vantagem sobre o FCP parecem conferir ao Benfica todo o favoritismo mas os dois Sporting ainda têm uma palavra a dizer e enquanto estas linhas se completam estão empatados a zero e o Pinilla está em campo (!). Grande expectativa relativamente ao árbitro que Luís Guilherme, na terça-feira, vai nomear para o Penafiel-Benfica. Aposto em Elmano Santos.

Por favor, não pisem os malmequeres!

  Ia escrever qualquer coisa sobre isto mas o João Freitas - um dos melhores jornalistas que conhece - tirou-me todas as palavras da boca. ...