WWW.BOLANAAREA.PT

sexta-feira, setembro 08, 2006

LFV no seu melhor


[com um meio sorriso nos lábios, a resposta de Vieira, com sublinhados do dono desta loja]


"

São notícias curiosas...
Quero dizer que não sou arguido de nada, nunca fui testetmunha, nem nunca fui ouvido... Também nunca estive detido, só pelo trânsito.
Este é um dia bastante feliz para mim... Quando a toda a gente pensava que tudo era para arquivar... Ao longo destes últimos tempos tenho sido vítima de alguma perseguição mas quero dizer a todos que não tenho medo nem me vou calar.
O título (do "Público") não se coaduna com a notícia, curiosamente já o tinha recebido há 15 dias para estar calado... Como não respondo a cartas anónimas...
Não fui eu que telefonei para o senhor major. O Benfica nessa época foi muito prejudicado. Quando falou comigo, transmiti-lhe todo o meu descontentamento...
Curiosamente, de certeza que não lhe disse este árbitro porque lhe posso dar fruta ou porque lhe ofereço viagens.
Estou à vontade para todas as escutas que possam aparecer...
É possível porque sou alguém que pede a verdade. Tenho a noção que sou um alvo a abater mas não vou conseguir, não sou o dr. Ricardo Bexiga, não tenho medo. O Benfica não está sozinho na luta de branquear o futebol, ou seja, de limpar certas pessoas do futebol...
O Benfica vai constituir-se como assistente e de certeza absoluta a FPF e a Liga também
Aqueles que cometeram erros gravíssimos e que falsearam resultados devem ser penalizados. A minha consciência está completamente tranquila. Não tenho receio. A campanha está montada, os artistas nós conhecemos, esses artistas hoje são aqueles que já me fazem rir um bocadinho...
Disse que o apito ia mesmo apitar e ele vai apitar. Nós não nos vamos calar.
Não deixa de ser coincidencia o que sucede nas véspera de um jogo com o mesmo árbitro. Eu sei o que é um militar e sei o que é para eles os valores de ética. Por isso, quando o Benfica foi confrontado com determinado árbitro até por valores éticos disse que ele nos dava garantias. Isto é muito comum no futebol, haver acordos para árbitro... É natural que isso se dê, não me perguntem se é o mais correcto.
Quando se fala em telefonemas, não tenho dúvidas que o meu telefone está sob escuta. Ainda há poucos dias o sr. Major me telefonava a dizer que o presidente do Belenenses queria adiar o jogo com o Benfica... esta também deve estar nas escutas.
Revolta é o que sinto. O que disse ao major tanto digo ao 1.º ministro como ao PGR. Não queremos ser beneficiados, mas não queremos ser prejudicados. No documento que recebi – é muito papel e muita confusão para a minha cabeça – tenho a nítida sensação de que houve jogos falseados. O presidente do Benfica não recebe árbitros em casa nem janta com eles e não tem nenhum empresário a transportar árbitros e a servir a respectiva fruta.
Isto é algo que está montado porque quem não deve não teme. Eles não me têm ódio, têm medo de mim porque sabem que eu falo a verdade. Iremos avançar. (...) Quero deixar bem claro: o que está aqui não foi para favorecer o Benfica. Se tudo aquilo que eu já li, se tivesse só um centésimo não era condenado – eu estava grelhado. É difícil encontrarem uma figura como eu. Eu não tenho rabos de palha, eu não tenho medo. Eles têm que acreditar que não vale a pena intimidarem-me, enviando tudo o que me têm enviado e já me enviararam mais algumas coisas...

"

4 comentários:

Anónimo disse...

De onde tiraste esta resposta do LFV?

Vail disse...

Assim se vê quem dá a cara e fala verdade. Venham eles!!

Anónimo disse...

Outros fogem para Espanha...

Anónimo disse...

Ficamos a saber que o homem gosta de fardas, pronto!...