AGORA ESTOU AQUI

quarta-feira, junho 18, 2008

O PORTO NA FRENTE

[actualizado]
Aí está a classificação dos árbitros da época de 2007/2008:
1.º Manuel Jorge Neves Moreira de Sousa 3,726
2.º Olegário Manuel B. F. Benquerença 3,720
3.º Artur Manuel Soares Dias 3,680
4.º Duarte Nuno Pereira Gomes 3,652
5.º Pedro Proença de Oliveira Alves Garcia 3,634
6.º Bruno Miguel Duarte Paixão 3,632
7.º Carlos Miguel Taborda Xistra 3,632
8.º Rui Jorge Rodrigues da Silva 3,615
9.º Lucílio Cardoso Cortêz Baptista 3,601
10.º Vasco António Moreira dos Santos 3,599
11.º João Carlos dos Santos Capela 3,594
12.º Paulo Jorge Lourenço Baptista 3,593
13.º Cosme da Cunha Machado 3,589
14.º Luís Alberto Cansado Reforço 3,585
15.º Hugo Filipe Ferreira de C. Moreira Miguel 3,580
16.º Marco Bruno dos Santos Ferreira 3,578
17.º João Francisco Lopes Ferreira 3,569
18.º Rui Manuel Gomes da Costa 3,556
19.º Paulo Manuel Gomes da Costa 3,538
20.º Pedro Jorge Carvalheiro Henriques 3,526
21.º Elmano Carlos Fernandes Santos 3,513
22.º Joaquim Paulo Gomes F. Paraty da Silva 3,496
23.º Augusto José Bastos Duarte 3,488
24.º
Paulo Cesário Barbosa Pereira 3,467
25.º
João Carlos Fonseca Vilas Boas 3,459


Nota principal: Dois árbitros do Porto no pódio e três no top ten.
Outras: confirmada a recuperação de Duarte Gomes após um início de época desastroso, Proença, Paixão e Xistra a manterem performances altas, Olegário confirmado no top dos internacionais com Lucílio a uma prudente distância, grande 8.º lugar do vilarealense Rui Silva, suspenso 20 meses pelo CD da FPF porque aceitou uma pulseira em ouro do Gondomar, 11.º do estreante João Capela não foi mau, o mesmo para o também lisboeta e Hugo Miguel, com o "Collina" Cosme Machado também a não se sair mal. Má posição para o internacional Paulo Costa, penalizado pelo facto de não ter feito o "cooper" no Alfeite devido a um problema físico e não bonificado quando repetiu o teste e fez mais 5 voltas que o mínimo. Elmano Santos salva-se da descida por uma unha negra, Paraty despede-se em posição de descida (penalizado nos últimos jogos) enquanto Braga perde dois árbitros (Augusto Duarte e João Vilas Boas) e Viana do Castelo (Paulo Pereira) um... Sobem de categoria André Galha, de Santarém, que já passou por aqui, António Costa, o carteiro de Aveiro, Nuno Roque, de Coimbra, árbitro que já desceu da 2.ª para a 3.ª categoria, e Bruno Esteves, de Setúbal. Luís Catita, de Évora, fica na expectativa do recurso de Rui Silva...pois o plenário da CD da FPF decidiu que deve prevalecer o regulamento de arbitragem da FPF e, sendo assim, na eventual vaga de Rui Silva sobe o 5.º classificado da 2.ª categoria e não o primeiro a descer da 1.ª categoria. Quanto a Carlos Duarte, grande candidato a primeiro classificado na 2.ª categoria, ficou em 7.º lugar...porque levou uma martelada final e não foi do juiz António Carneiro da Silva.

5 comentários:

JB disse...

Ora ai está,a arbitragem toda ao mesmo nível, ou seja, má...
agora só estou com uma duvida atrás da orelha... como é que perante o ano lastimoso em termos de arbitragem, não há nenhum arbitro com nota negativa? como é que um olegário fica em segundo... ok a final da taça é jogo da federação, mas foi um bom exemplo dos seus malabarismos ao longo da epoca...
o único arbitro oficialmente acusado de ter recebido "prendas" fica em 8º... pronto para não dizer que lá fizeram o favor ao paraty de não o por numa posição "ainda" mais humilhante do que aquelas que ele fez ao longo dos anos por esses campo fora...
Enfim, triste miséria...

simon disse...

Chamem-lhe doido, eh, digam que dorme, só se for a brincar ca malta.

Se não, desmintam, ensaiem aí desmentir essa bela resenha de quem sabe a história toda, parece, tão direitinha como eu a ave maria, apesar de não a dizer há já que tempos...

E mau ledor, embora, tou em crer que até o Luís da Luz pode aqui aprender muito com um amigo verdadeiro, que não mente, ao contrário de quantos e quanto, mais bem o chulam por dentro.

Mas tá à vista, carago.

Anónimo disse...

Belo cozinhado, a panela é grande cabe lá tudo

Anónimo disse...

Caro Eugénio é preciso informar-se primeiro para depois não falar asneiras:
1º - O Collina e o Hugo não são o 1º ano mas sim o 3º e 2º ano respectivamente;
2º - Quando se repete provas é só necessário fazer os minimos para se ficar apto e não conta para efeitos classificativos;
3º - O Carlos Duarte está bem onde está porque não tem condições para integrar a 1ª categoria nacional. Mal estava a arbitragem se ele andasse na 1ª divisão.
Um abraço

Anónimo disse...

Em alguma coisa havia de se acertar neste país...os dois últimos classificados são realmente duas nulidades absolutas a apitar futebol. Ao penúltimo classificado vi na época de 2006/7 no mesmo jogo (Beira Mar-Naval) validar um golo em nítido fora de jogo e marcar um penalti por uma falta bem fora da área. Ao último vi na 2ª jornada também da época 2006/7 em Leiria marcar penalti num mergulho tipo circo Mariano do Sougou sem ninguém lhe tocar e não mostrar nem amarelo a uma agressão à cabeçada do Valdomiro a um adversário. Só dois exemplos...