AGORA ESTOU AQUI

segunda-feira, fevereiro 04, 2008

ALGUÉM QUE AJUDE A MOÇA


"O instinto maternal já me bateu há anos, mas depois tive um cão. O instinto voltou mais forte e tive outro cão e já estou a pensar ter o terceiro"

Carla Matadinho “Nova Gente”

Depois de ler uma coisa destas, nem sei bem o que dizer. Bom, sempre posso afirmar que anda por aí muita gente tonta a dizer uns disparates que, pelos vistos, servem para entreter a malta que não gosta de futebol e outros desportos porque - dizem eles - não tem interesse nenhum. Enfim...

PS - Espero que a rapariga tenha comprado vários cães e que não tenha tido nenhum!

4 comentários:

Águia Real disse...

Cá por mim a rapariga não precisa gastar mais dinheiro a comprar cães!
Tenho muito gosto em dar-lhe um "salsicha", cheio de pedigree.

johana disse...

Olha, amigo, a ser verdade a filosofia, faz muito bem a Matadinho, que pa instintos maternais de se dar tudo pa em troca se receber muito pouco ò nada, já bastam a dar c'o pau mulheres feias, ihihi!...

Manuel Leão disse...

Deixo os três comentários e um desabafo.

Comentários:

1- Há cães com muita sorte;

2- Há pessoas capazes de "fintar" alguns instintos;

3- Há quem não saiba que o verbo "ter" tem mais significados que o simples "possuir", dependendo do contexto. Como é o caso de "dar à luz", ou mais vernaculamente, "parir".

Desabafo: Como é que um corpo daqueles consegue albergar um espírito destes?

maria disse...

Tamem digo, não faltam aí parideiras, senhores.