WWW.BOLANAAREA.PT

terça-feira, setembro 26, 2006

FeLIPE FLOP


Por razões de imperativo profissional só vi o Arsenal-FC Porto. Um jogo que teve momentos confrangedores, tal a supremacia evidenciada pelos "gunners". Sendo o FC Porto uma equipa com a cultura táctica do pressing, por espantoso que possa parecer ontem recuou sempre que o seu adversário tinha a bola e não atacou o homem que a controlava. Uma atitude típica de um estreante na Champions que defronta um grande europeu no seu estádio. Para ajudar à "festa", Jesualdo entrou com dois defesas-esquerdos e foi precisamente por aí que o Arsenal entrou para ganhar o jogo. Quanto ao Benfica, é uma laranja já muito espremida e pouco mais havia a fazer perante um Manchester em bom momento. O problema não está em Fernando Santos mas sim na flagrante falta de qualidade do plantel, ao contrário do que tem sido vendido sobretudo pelo presidente dos encarnados.

6 comentários:

Anónimo disse...

Se ganhar ao Man. United, para o Benfica, foi um resultado histórico (dificilmente repetível), qual a admiração de perder agora?
Idem para o Porto, frente a um Arsenal reconhecidamente superior e, bem acima do United, das melhores equipas da Europa: finalista infeliz da época passada em que só sofreu 1 golo no 1º jogo e depois os dois da final (com um homem a menos).
Histórico foi o Porto empatar em Old Trafford e ganhar ao Chelsea descomprimido.
Logo, tudo voltou à normalidade.
A gentalha cá da terra tem a mania que iremos sempre passar nos penáltis.

Anónimo disse...

Ó Eugénio, sabes onde é que há terças-feiras boas, mas mesmo boas? Daquelas terças que um gajo quer arranjar e não consegue porque são mesmo boas as gajas? Sabes? Sabes?
É na Liga dos Campeões. Eheheheheheheh
SPOOOOOOOOOOOOORTING

O LEÃO DA ESTRELA disse...

Quando se soube que o Sporting iria actuar em Moscovo num relvado sintético, não parecia haver motivos de preocupação, uma vez que a Academia do Sporting possui um piso sintético, presumindo-se, por isso, que os jogadores leoninos estejam devidamente adaptados. O problema, sabe-se agora, é que a equipa de futebol profissional do Sporting nunca lá treinou. É estranho, mas é verdade. "A academia tem um piso destes, mas nós nunca lá treinámos", confessa o guarda-redes Ricardo, na edição de hoje do "Correio da Manhã". Ou seja, o Sporting vai defrontar hoje o Spartak de Moscovo no piso sintético do Estádio Olímpico de Moscovo, sem ter feito nenhum programa especial de adaptação a esse tipo de piso, a não ser já em território moscovita. Ora, teoricamente, o sintético da Academia de Alcochete existe justamente para preparar a equipa para situações especiais como a de hoje. Será que não houve tempo para adaptar a equipa ao sintético? Será que ninguém se lembrou disso? Será...

Zirtaev disse...

Até acho que perder com o Arsenal acabou por ser um resultado normalissimo, mas o que não se compreende é a titude medrosa (para não dizer outra coisa) da equipa.
Simplesmente intolerável.

Um abraço.
http://portistasdebancada.blogspot.com/

Anónimo disse...

Escama Dragões

Pergunto: porque é que não utilizou a mesma acutilancia e a mesma linguagem no artigo do Record onde comenta o jogo do Porto?

Saudações Leoninas

Antonio Estevao disse...

A afirmação sobre a qualidade do plantel encarnado, cai por terra perante a evidencia que o mesmo (sem Giovanni, mas com outros reforços de qualidade como Katsouranis e Paulo Jorge) levou de vencida a mesma equipa ainda não faz um ano.

Duvida existencial: Porque não convocou FS o unico PL com estatura para dar luta aos altos centrais Ingleses?