WWW.BOLANAAREA.PT

sexta-feira, agosto 11, 2006

vermes rastejantes

Nada tenho contra a livre opinião - aliás, este blog, por muitas defeito que possa ter, é a prova disso - mas enoja-me a forma fácil e baixa como se criticam pessoas que estão no futebol com ideais e programas. É o caso flagrante de Hermínio Loureiro. Antes do mais, ser político não é pecado, embora desde Viera de Castro - muito bem retratado por Pulido Valente na sua "Paixão" - abundem espécimes perfeitamente asquerosas e repugnantes que vivem do lamaçal da política. O novo presidente da Liga é um homem do desporto e que tem a perfeita consciência de quem se movimenta nele, como, porquê e para quê. Está longe de ser um pau mandado ou de ter querido a Liga apenas como tacho. O mais surpreendente é que quem muito o critica e violenta, sob a capa do anonimato, tenha muitos rabos de palha, não se importando de servir de capacho a políticos realmente corruptos. Este é realmente o país dos xicos espertos, onde o melhor barómetro para atestar o carácter de cada um é o tom com que os próprios usam para criticar os outros.

3 comentários:

Anónimo disse...

és um miserável e asqueroso lambe
botas, agora decidiste prestar vassalagem ao homem do talho, talvez na esperança de receberes um
chouriço.
esqueces-te, animal, que para ti só
levedura.
podes cortar á vontade, hei-de
enlouquecer-ye antes de te ir ao
focinho.

Anónimo disse...

é meu caro senhor....
se o senhor acha bem que um presidente da liga de futebol seja ao memso tempo deputado da nação...entao ja nao tem vergonha na cara.

chico algarvio disse...

O anónimo anterior não passa de um ordinário fala-barato. Há que ter maneiras... e o anónimo anterior não não as sabe ter. Assim sendo, dê meia volta e vá dar banho ao cão. Os seus comentários estão a mais, pelo seu conteúdo miserável.