AGORA ESTOU AQUI

segunda-feira, fevereiro 01, 2010

BATER NO FUNDO

Hoje, O Jogo desmente A BOLA.
Hoje, A BOLA confirma A BOLA.

A propósito das imagens do túnel, que Rui Santos divulgou com pinças no seu Tempo Extra, fazendo muita questão de salvaguardar a posição da Prosegur..., confesso que ou é o meu televisor que é muito mau ou então os outros é que são muitos bons. Eu não vi nada! As imagens são péssimas.
Porém, tanto os putativos editores de O JOGO e de A BOLA não tiveram dúvidas. Mas, pelos vistos, viram coisas completamente diferentes.

11 comentários:

Balakov10 disse...

Sinceramente só vejo Sapunaru agredir alguém. Mesmo o Hulk não consigo ter essa a percepção a 100%...

http://outra--visao.blogspot.com/

Anónimo disse...

O que vocês, jornalistas, jornaleiros, editores e comissionistas ainda não perceberam é que a merda da imprensa está como está por vossa culpa.

Eu que comprava (pelo menos) um jornal desportivo diariamente, não faço seguramente há mais de 5 anos. Nem quando os vejo disponíveis no café consigo folheá-los. E não foi por perder poder de compra (felizmente).

Porquê? A resposta está à vista de todos. Vocês, como interessados na industria futebol são os primeiros a matá-la! Perfilam-se sempre na pole position para darem a primeira facada... Com guerras e guerrinhas e merdas e merdinhas... Triste espectáculo aquele que se assiste dia sim, dia sim nos três jornais diários. Editoriais a contar os centímetros da pilinha própria e a gritar que é uns milésimos maior que a do vizinho. "Adeptos" dos três grandes com crónicas encomendadas. Futebol da treta com capas da treta. Falta de coerência editorial conforme a cor do clube prejudicado ou beneficiado...

Enfim... Como diz uma das claques dos nossos clubes (ou serão todas?): joguem à bola e deixem-se de tretas! Ou isto só vai lá com uma greve à bola dos (tele) espectadores?

Ass: um adepto azul-e-branco!

O canhoto disse...

Se tu realmente conseguisses ver alguma coisa , que prejudicasse o clube da fruta é que o pessoal se admirava. Mas deixa estar. A tua pinta já o pessoal conhece há muito

Anónimo disse...

Caro Eugénio, não me quero identificar para não vir a ter problemas. Mas posso garantir-te que sou do meio.

Hoje, ao ver a manchete do Jogo, fiquei enojado. Além do branqueamento que fazem da situação (podem dizer o que quiserem das imagens, mas é um enorme furo jornalistico), conseguem meter o nome do jornal A Bola ao barulho de uma forma vergonhosa. Sei que a Bola também se esticou na manchete do Helton e do Rodriguez. Mas esta capa do Jogo envergonha qualquer jornalista. E, claro, não está assinada, porque quem escreveu escondeu-se cobardemente. Troquei há uns anos o jornalismo desportivo pelo generalista. E cada vez me sinto mais aliviado.

Anda a ERC a pegar em merdas, deviam era ver isto e criticar. Conheço muita gente no jornal O Jogo. E tenho a certeza que tal como eu se sentem envergonhados. Desculpa lá este lamento, mas custa-me assistir a uma coisa assim

Ludgi disse...

Meu caro Eugénio, aconselho-lhe a alterar a graduação das suas lentes, já que pode estar em causa o futuro da sua profissão. Alguém que é jornalista, necessita de ter os olhos em boas condições para exercer.

Ou então, a mudar de número de telefone!!

Anónimo disse...

O JOGO e muitos jornais branqearam o que se passou com o Bruno Alves e o tomas costa
jornalismo miseravel e a mando dos clubes

Anónimo disse...

Os campeonatos agoram também se ganham nos tuneis e CDs ?!

E quanto ao Jornalismo desportivo, bem é melhor não dizer nada!!!!!!...

Verdade desportiva ?! Ah,Ah,AH,AH,Ah...

É só farsolas ???

Anónimo disse...

Anda aí um "envergonhado vermelhusco" que ficou enjoado ??

Anónimo disse...

Editorial: O regabofe lisboeta

Duas notícias de ontem: o PIDDAC 2010 para o Porto é um sexto do que se prevê gastar em Lisboa e o Benfica recebeu 65 milhões de euros para construir o Estádio da Luz através da Câmara de Lisboa, segundo a investigação da PJ sob a direcção da unidade especial do Ministério Público criada para investigar o Apito Dourado.

Todos sabemos que o Euro 2004 deu direito a muitas festas, antes, durante e depois do evento. Mas 65 milhões de euros é metade do que custou o Estádio do Dragão - e esses 65 milhões não incluem o que o Estado dava como comparticipação normal, digamos assim. E como um dos passatempos favoritos de alguns colegas meus de Lisboa e de alguma classe política era falar das verbas que Fernando Gomes - enquanto presidente da Câmara do Porto - deu ao maior clube da cidade, fica aqui claro que contas se fazem. Até porque não me esqueço de que, uns anos antes, Jorge Sampaio, então presidente da Câmara de Lisboa e futuro presidente da República, quando assinava mais um protocolo com um (ou os dois) clubes de Lisboa, dizia que não se podia continuar assim, a dar dinheiro aos clubes, e terrenos e bombas de gasolina... Continuou-se, claro, até porque o presidente do Benfica Manuel Vilarinho chegou a apoiar Durão Barroso e o PSD nas eleições de Março de 2002, como bem se sabe, num acto aliás lamentável. Não há almoços grátis, claro, mas tão caros... Não haverá petróleo em Lisboa, mas há seguramente outras coisas que não há no resto do país - um regabofe que deixa o povo muito irritado. As irregularidades detectadas são mais do que muitas em todos aqueles contratos e já não estamos a falar dos tempos de Vale e Azevedo, que também deu jeito para deitar para baixo do tapete muita porcaria.

Semanário GrandePorto
_____

Outra grande cronica, hoje, do MST
in "abola"

Anónimo disse...

Aproposito de KLEBER, chumbou nos testes médicos.

Anónimo disse...

Bom...hoje já é possível fazer um balanço final sobre quem estava certo e errado. Não?