AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, julho 07, 2009

SÓ PODIA CHAMAR-SE CRISTIANO

Confirma-se.
A Península Ibérica não produz apenas pata negra e pastéis de tentúgal.
Há Cristiano.
Um rapazito da Madeira, com proeminente maçã de Adão, que chegou a Madrid via Paris.
Arigato, disse ele na conferência de Imprensa. Talvez não saiba mas arigato é o nosso obrigado, adoptado há cinco séculos pelos japoneses. Que também aproveitaram a tempura.
Como se pode comentar o que aconteceu ontem no Bernabéu?
É algo que está para além de qualquer assembleia das testemunhas de Jeová.
Serão já efeitos colaterais da gripe A?
Não, se fossem seria gripe A9.
A auto-estrada para a insanidade.
Vá lá, pá, o tipo é português.
Sim, talvez.
Não foi por acaso que a Madeira esteve a arder durante dois anos antes de ali deixarmos a nossa semente.
Sim, é certo: ao contrário do que se pensava, o incêndio propagou-se ao resto do mundo na figura de um rapazola de sorriso maroto, musculado e que perante o Mundo o mais que tem a dizer é que tem medo de morrer.
Caro Cristiano Ronaldo: estavas a mentir.
Um tipo como tu nunca morre.

6 comentários:

a.rodrigues disse...

Só poderá falar em Pasteis de Tentugal quem nunca comeu PASTEIS DE VOUZELA.

Anónimo disse...

Estás enganado Eugénio!...
Ele vai ter de morrer, como todos nós.

Agora ele morre, por uma boa Pita.

Ele morre, por muito (dinheiro)massa.

Ele já desde pequenino, que morria,
por vestir a camisola do R.Madrid.

Ao contrário do que tu dizes,
ele é um morto vivo.

O PORTO È GRANDE VIVA O PORTO.

Anónimo disse...

Eugénio, é ja a segunda vez que repetes esse mito do arigato, só porque leste o tal livro. Podes ver aqui que é falso: http://en.wikipedia.org/wiki/Japanese_words_of_Portuguese_origin

Eugénio Queirós disse...

Ainda há quem acredite na wikipédia...

Anónimo disse...

Lê bem a justificação linguística que lá está (mais em baixo, usa a bolinha do ratinho...). Sempre é melhor do que um americano que não sabe japonês...

Anónimo disse...

Não quero incomodar, nem nada que se pareça, mas a Madeira não é na Península Ibérica.