AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, julho 16, 2009

O QUE É ISTO?

O que levou José Eduardo Bettencourt a benzer Luís Filipe Vieira?
Garanto que não é fotoshop...

16 comentários:

aNNóNNimo disse...

Pois não, parvo!
Tal como não é o gebo do JEB...!

manfred disse...

Agora, sim, é que o Benfica lá vai, com a água benta.
Mas trabalho, senhores, onde está ele, se as espigas de trigo e centeio já medram no campo de treinos, que até o nosso presidente parece 'apanhado' de vê-las trepar pela Bettencourt's estola, como disparadas?

Anónimo disse...

Off course is not photoshop, because istn's Bettencourt!


ahahaha

But look like him...

Natálio Santos disse...

O ex-árbitro Martins dos Santos, do Porto, admitiu ao telefone ter ficado contente com a vitória do FC Porto no jogo dos quartos--de-final da Taça de Portugal da época 2003/2004, frente ao Rio Ave, arbitrado pelo próprio. No dia seguinte do jogo (que decorreu a 11 de Fevereiro de 2004), a Polícia Judiciária interceptou uma conversa entre Martins dos Santos e Carlos Carvalho, membro do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol do Porto (AFP), na qual o antigo árbitro disse: "O que eu queria era que me corresse bem o jogo, (...) que me corresse bem e que ganhasse quem ganhou." Este caso consta de uma certidão enviada pelo Ministério Público de Gondomar para a comarca de Vila do Conde, na qual "propõe" uma acusação de corrupção desportiva activa para Adriano Pinto, presidente da AFP, e corrupção desportiva passiva para o ex-árbitro.

Uns dias antes do jogo, que o FC Porto venceu por 2-1, foi interceptada uma conversa entre Adriano Pinto e Martins dos Santos. O presidente da Associação do Porto fez votos para que "o Martins seja sempre o melhor em campo". Esta afirmação foi entendida pelo MP de Gondomar como uma forma "encapotada" de o dirigente Adriano Pinto solicitar a Martins dos Santos que benefeciasse o FC Porto. O que poderá confirmar-se pela resposta do ex--árbitro. "Diga aos nossos amigos que... o senhor, para mim, é como um pai, e como tal, eu... não me esqueço! (...) Vou ser eu mesmo", garantia.

No final do jogo, Martins dos Santos foi jantar com Lourenço Pinto, advogado do Porto com uma forte ligação ao FC Porto. A meio do jantar, e segundo o Ministério Público, porque sabia que os dois estavam juntos a jantar, o presidente portista Pinto da Costa, falando sobre Martins do Santos, "soltou" uma piada a Lourenço Pinto: "Esse senhor, hoje, devia ter marcado quatro penalties a nosso favor."

De acordo com a certidão, Martins dos Santos foi o árbitro convidado para o jogo inaugural do Estádio do Dragão como forma de pagamento de "anteriores benefícios" ao FC Porto. O clube terá pensado em convidar outro árbitro, mas o presidente da AFP, Adriano Pinto, tranquilizou Martins dos Santos, garantido-lhe a presença no desafio com o Barcelona, a 16 de Novembro de 2003.

"A certa altura, eu zanguei-me, porque não queriam que... deixar o senhor inaugurar o campo (...) e foi de lá de dentro que escolheram outro, e eu tive de dar um murro na mesa para... para voltar a ser... você. (...) Eu sou contra a ingratidão, você sabe bem disso...", referiu Adriano Pinto a Martins dos Santos

Natálio Santos disse...

Antigo árbitro Martins dos Santos pode ver a pena suspensa transformar-se em pena efectiva

15 Julho 2009 - 00h30
‘Apito': Relação de Guimarães muda decisão de Vila Verde e aplica penas suspensas
Martins dos Santos apanha dois anos
Volte-face. O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o antigo árbitro Martins dos Santos a dois anos de cadeia, em pena suspensa, mas que, face a uma punição similar (20 meses) de que o ex-juiz foi alvo em Gondomar, pode ser revertida em prisão efectiva. Para além de Martins dos Santos, também foram condenados o filho Daniel Santos (um ano), o antigo árbitro Belarmino Aleixo e o dirigente do Vilaverdense, David Rodrigues, estes também com dois anos em pena suspensa.
O Tribunal de Vila Verde não havia encontrado razões para condenar os arguidos neste caso do ‘Apito Dourado’ e decidiu-se, em Março último, pela absolvição dos quatro acusados. A juíza justificou-se então com as dúvidas que lhe suscitaram os indícios recolhidos.
O processo refere-se ao jogo Vilaverdense-Maria da Fonte, da 3ª Divisão nacional, referente à época 2003/04. De acordo com a acusação do Ministério Público, Martins dos Santos terá recebido um telefonema na véspera do encontro, disputado a 9 de Abril de 2004. Do outro lado da linha, David Rodrigues prometeu prendas para Martins e para o filho Daniel, árbitro da partida em questão.
No balneário, foi então deixada uma meia libra de ouro, de valor aproximado de 50 euros, entendido pelo Ministério Público como uma moeda de troca pelo favorecimento do Vilaverdense, que acabou mesmo por vencer (1-0) o encontro e subir de escalão.
PORMENORES

cp disse...

e já agora também podias garantir que n é o JEB!! LOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Anónimo disse...

Oh Sr Queirós, não brinque com coisas sérias! Um amigo meu dizia que o diabo, quando não tem que fazer, abre o cu e caça moscas! Porque não experimenta?

Anónimo disse...

OH NATÁLIO - Você ainda dá para esse peditório. Não reparou que já ninguém fala nisso? Dado que não produziu os efeitos que os mentores do processo pretendiam, o que há a fazer é esquecer, porque, como dizia o Gomes Amaro: AGORA NÃO ADIANTA CHORAR! Mas se chorar, talvez lhe passe a azia!

António disse...

Seria importante fazer um estudo sobre a desgraça que é para este país o facto do seu clube mais representativo ser o Benfica, presidido por um trafulha iletrado mundialmente famoso por ser sócio do maior rival e por abafar penus. Para a coisa não parecer de pouca monta, referir ainda que a sua equipa de futebol é treinada pelo maior bronco e analfabeto mister à face da terra.

Abraço,
http://bolaseletras.blogs.sapo.pt/
António

Anónimo disse...

O desnorteado presidente da Assembleia Municipal de VN Gaia

O presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia tem a estranha tendência de dirigir algumas «bicadas de milhafre» ao FC Porto, curiosamente um clube que prepara todos os seus sucessos (e são muitos…) numa das freguesias do concelho que o elege. O Labaredas não pode deixar de assinalar a sua incoerência.

«Gostei de um FC Porto que mesmo sem a chegada do suplente de Renteria na selecção colombiana já mostra fio de jogo (…)». O presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia arrisca a ironia e esquece que o atleta que lhe inspira a piada infeliz vestiu a camisola do seu clube, durante largos dias, mas apenas em páginas de jornais. Quando chegou o momento da verdade, escolheu os Tetracampeões e preferiu a pronúncia do norte à vaidade centralista que, infelizmente, o presidente da Assembleia Municipal de Gaia pavoneia.

O Labaredas suspeita que, mais dia menos dia, os gaienses se vão cansar de quem ofende e ataca sistematicamente o clube que muitos apoiam e que é o verdadeiro baluarte do Norte, mudando a sua opção eleitoral. Ou será que o «diabinho» vale assim tantos votos? Atenção «desnorteado», que os cálculos podem sair furados… E, já agora, uma sugestão. Porque é que, em vez de perder tanto tempo a escrever, não se cultiva com a leitura do livro de Nogueira Baptista, «O Águia do Graveto»?

Labaredas

Anónimo disse...

Que "SAPO..." Natalio???!!!

Anónimo disse...

O modelo a seguir é o FC Porto. O clube não está situado na capital de Portugal,
não dispõe de meios financeiros para competir com os clubes ingleses, espanhóis ou italianos e todas as épocas é obrigado a vender alguns dos seus melhores jogadores mas continua competitivo na Liga dos Campeões.
Aprecio bastante o trabalho deles. É muito bem feito.

Christian Constantin, presidente do FC Sion

Natálio Santos disse...

O facto do centro do olival ser propriedade da câmara de vila nova de Gaia, e de estar escandalosamente alugado ao porto por 500 euros mensais, estando ainda as despesas de manutenção (agua,electricidade,tratamento da relva)a cargo da câmara, já para não falar da construção, custeada pela mesma,quando existem mais de 20 clubes em Gaia e a maior parte deles em risco de fechar as portas pois a câmara para esses mesmos clubes do concelho,afirma que não há dinheiro, e sendo assim centenas ou mesmo milhares de jovens correm o risco de não terem clubes na freguesia natal para praticarem desporto, pois esses mesmos clubes nem treinar podem no centro de estágio construído com o dinheiro destinado a esses mesmos clubes, dinheiro dos gaienses, de referir também que o presidente da "GAIANIMA" entidade que gere o desporto em Gaia e que devia de proteger e defender os clubes do concelho, é nem mais nem menos que José Guilherme Aguiar, que ironicamente acaba de inaugurar um estádio municipal, em construção á mais de 10 anos(por falta de verbas)e que tem o desplante de dizer que está o mesmo estádio ao serviço dos gaienses, quando toda a gente sabe que o mesmo vai ser unicamente utilizado pelo oliveira do douro, clube que tem na sua direcção o ex atleta do porto João pinto...!!! Curiosamente a comunicação social nunca se interessou por este escandaloso negocio nem mesmo certos blogers da nossa praça, tão rápidos a criticar, insinuar,e a enxovalhar, baseados em mentiras e boatos quando se trata de outros clubes,mas denunciar que existe um clube dito grande, que factura milhões todas as épocas com vendas de jogadores, esteja a usufruir de um centro de estágio pago e mantido com o dinheiro dos contribuintes e dos gaienses em particular, (e isto também é adulterar a verdade desportiva)isso já não convém, não é verdade sr Queiroz ...!!!

Anónimo disse...

Ò Natalio tens uma AZIA do tamanho do mundo !

Vai estudar o caso da "epul" !

Joan disse...

Ó Natálio, o teu clube (vermelhudos),já pagou o calota da água,a C.M.do Seixal?

César disse...

natálio reza para aí enquanto o meu clube marca mais um golo. GOLO ouviste?