AGORA ESTOU AQUI

domingo, julho 05, 2009

O HOMEM SABE DO QUE ESTÁ A FALAR


O antigo vice-procurador-geral-da República Agostinho Homem dá hoje uma entrevista ao CM com o sugestivo título: "O Porto nem tem precisado de comprar árbitros". Ora, Agostinho é o...homem que conduziu o processo relativo às acusações feitas numa primeira fase por Ana Salgado, das quais se retractou recentemente. "Acho que nos últimos o FC Porto nem tem precisado de comprar os árbitros - se é que algum dia comprou - porque tem sido, de longe, a melhor equipa", disse. À pergunta "acredita que algum magistrado se deixou influenciar pelo clubismo?", respondeu: "O que eu tenho visto é algumas decisões dos tribunais que me deixam um bocadinho preocupado..." Quanto ao caso concreto que tratou, Agostinho Homem deixou no ar que poderá haver acusações e disse que aquando do primeiro depoimento de Ana - que, lembre-se, acusou a irmã gémea de ter mentido quando acusou o ex-marido - viu logo que a maior parte das coisas "eram mentira". "Acho que é conforme ela disse, que se tinha vendido, quando prestou as primeiras declarações, se calhar agora também lhe pediram para prestar estas..." Ou seja, o caso está longe de estar encerrado e ainda há alguma "fruta" para espremer.

19 comentários:

Anónimo disse...

O Homem está a garantir trabalho até à reforma? Será que alguém, de bom senso, ainda acredita que aquelas duas não estão instrumentalizadas?

O Anti Lampião disse...

com o orelhas no poder haverá sempre fruta a espremer...

No.Worries disse...

Mas esse homem quando disse isso do clube condenado por corrupção fê-lo sem se rir?
E quem o ouviu dizer tal patetice também não se escangalhou a rir??

Mas ele sabe que esse clube provadamente pagou viagens a árbitros, recebeu-os em casa, forneceu "fruta de dormir"??!!??

Mas ele tem estado fora do país?
Esteve em coma??
Não acompanha os jogo da liga portuguesa???

Talvez tenha dito tais disparates depois de almoço...
Assim como talvez os jornalistas (?) que recolheram essas tontices não o confrontaram com a verdade por serem apenas incompetentes...

Era bom era...

Anónimo disse...

Não apreciei lá muito a entrevista concedida pelo Senhor.
E retive que é benfiquista.

dragao vila pouca disse...

Esqueceste-te de colocar a introdução do homem, em que ele diz, curiosamente, que é benfiquista...

A entrevista não tem ponta por onde se pegue e é demonstrativa do que está por trás do Apito Dourado. Receber uma testemunha que se ia desdizer - já tornou a virar o bico ao prego -, depois da meia-noite e a seguir, à pressa, mandar um faxe para a Juiza do Tribunal de Gaia, diz bem da forma como o homem, tratou do assunto e das suas intenções.

Tu e muitos homens, continuam a chafurdar, pois sem a porcaria, falta-vos qualquer coisa...

Prvavelmente vais censurar, mas não faz mal, a época está a começar, a gente encontra-se e eu digo-te o que disse aqui, na tua carinha laroca.

Anónimo disse...

parece que também já andas a comer fruta há uns anos oh Eugénio.. não deves ter problemas de dentes, não..

Anónimo disse...

Não é este Agostinho Homem que já foi candidato a um lugar na direcção do Benfica e que trabalha de madrugada para cumprir ordens do Orelhas? Isto diz bem de quem está na Justiça e com que objectivos. Bem diz o Vilavinho "é cagar pra esta gente".

Anónimo disse...

Oh Howard King(ex/arbitro internacional) explica lá aos antiportistas o que sabes sobre fruta...

Viagens?! China?!...

Quanto às "manas" um país evoluido ainda lhes dava importância ???!!!

E já agora, qual o ponto da situação daquelas denuncias anonimas, em "papel timbrado" da PJ ???!!!

Anónimo disse...

O campeonato já está nos preliminares. Os ressabiados, invejosos, frustrados e ofícios correlativos já estão a ensaiar o discurso para a nova época, ou a tentar não perder o jeito? Esta dor de dentes (ou será de testa?)nunca mais lhes vai passar, nem com overdoses mata-cavalo de morfina. Só serenam e mitigam os fracassos quando insultam, assim como quem venda os olhos para não enxergar a evidência. Julgam que uma mentira mil vezes repetida se transforma em verdade. Ninguém é pobre senão de juízo - dizia a minha sogra. E de espírito - digo eu. E o Queirós não lucra nada em acender estas velinhas para a lampionagem colocar diante dos santinhos da sua devoção? Duvido! Também deve ser muito isento e imparcial. E sério, quando não está a rir-se!

Anónimo disse...

As escutas são uma invenção ora essa. nem sequer houve tentativas ora essa. isto é uma cabala porque são todos uns santos!

Anónimo disse...

São bonitas e belas ou seja são
obras de arte.

Com esse par precioso dava para
fazer um par de brincos

Como ando sempre separadas;
o melhor é fazerem dois broches.

Atenção; que estamos a falar
de oficinas de ourivesarias.

O. P. G. V. P.

Anónimo disse...

Jubilado e... apressado

O Labaredas registou uma entrevista interessante durante um fim-de-semana de leituras. Num periódico que os Portistas conhecem pelas imprecisões, destaque para as declarações de um antigo vice-procurador-geral da República, naturalmente sobre o tema mais querido do Correio da Manhã: o Apito Dourado.

Uma análise atenta isola de imediato a pró-actividade do agora jubilado que, a verificar-se em casos menos… mediáticos, colocaria a justiça portuguesa num patamar bem mais abonatório. Não é que o então vice-procurador assume que esperou por uma testemunha até à meia-noite e meia e prontificou-se a deslocar-se a Famalicão para a interrogar?

Fossem todos assim tão solícitos...

Pedro disse...

Espero que estejas bem estribado ao colocares o nome do Marinho Neves na tua página inicial, porque segundo sei, o advogado dele já te está a fazer a folha e olha que homem não está para brincadeiras. É só sacar.
Pelo menos prepara algum para o teu advogado e olha que não é barato contestar uma acção. Só contestar mais nada.

Eugénio Queirós disse...

Ok, não sabia que te chamavas Pedro. Se ainda fosse Agostinho...

Quanto ao resto, sabes que para mim processos são medalhas.

A ingratidão, essa, é geral. Ou geraldina.

Eugénio Queirós disse...

Quanto ao amigo Vila Pouca, tranquilo homem! Tudo isto não passa de um fait-diver, como já deve ter percebido.

miguel_canada disse...

"Mas esse homem quando disse isso do clube condenado por corrupção fê-lo sem se rir?"

Qual clube condenado por corrupção? O Vizela ou o Gondomar? Não creio que tenha havido mais nenhum, pelo menos em Portugal.

Sr Eugénio Queirós, você adora "fait-divers" mas sempre para o mesmo lado, não é?
Não tem aí uns fait-divers para a segunda circular, só para variar, homem? Ou já está como o ViraVinho, meio a cagar-se?

gertrud disse...

Ó pra elas, que desde que uma namorou Bieira, parece, envelheceram ambas.

gertrud disse...

E esse de vila pouca deve ter estado doente, ou coisa, ao tempo que aqui não aparecia basófia assinalável, de monta.

Anónimo disse...

ok. e já agora, caro Eugénio, concorda com ele quanto ao FCP e aos árbitros, não?