AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, maio 07, 2009

A conspiração do Palito

Na semana passada, o antigo presidente da A F Lisboa, disparou em várias frentes, atingindo os árbitros de Lisboa e o treinador nortenho Jaime Pacheco.
Tudo, pela derrota do Belenenses, por um golo duvidoso, que foi mal validado.
Duarte Gomes, o árbitro internacional lisboeta, foi acusado de ser portador de uma encomenda do presidente dos árbitros, para bater de tabela em Jorge Coroado.
Conheço perfeitamente, Vítor Pereira e Jorge Coroado, porque fiz uma carreira na arbitragem ao mesmo tempo que eles.
Com ambos, tive o prazer de fazer diversos jogos nos países europeus. Foram dois dos melhores árbitros da FIFA, tão bons e eficientes como Garrido e Valente.
Já o escrevi aqui, por causa da troca de um árbitro, que sei que Vítor não é pressionável. Como sei, que Coroado, também o não é.
Há uns tempos atrás, encontramo-nos os três no Tribunal em Fafe. Verifiquei, como se cumprimentaram sorridentes e como dialogaram quando foi necessário dialogar. Ambos têm concepções diferentes para a gestão da arbitragem. Normal e saudável.
Aliás, existe em Portugal, no mínimo 3 ou 4 correntes diferentes para a gestão da arbitragem. Todas juntas, teríamos os melhores árbitros do Mundo. Vítor Pereira tem cometido erros, é criticado por isso. Mas sei, tal como Coroado, que jamais diria a um árbitro para prejudicar alguém.
Mendes Palito viveu sempre no sistema. No sistema dos votos dos clubes.
Duarte Gomes nasceu na Madeira, mas viveu quase sempre em Lisboa.
Os meus amigos madeirenses, conhecem-no, como conhecem o Paraty do Porto, o Isidoro de Viseu e o Proença de Lisboa, porque não foi na ilha que ele cresceu na arbitragem.
O problema é que alguns, ainda não percebem, que na vida pessoal e desportiva, temos os comportamentos éticos reforçados.
Todo o Homem tem um preço. Os Honestos são de borla...

8 comentários:

Anónimo disse...

POIS...ONDE ESTAO OS HONESTOS?
e O TAL JUIZ QUE TEM A TABELA DOS ARBITROS CORRUPTOS?

Anónimo disse...

E o preço costuma ser de 2500€ ou quinhentinhos, cangados da gaveta de 1 comoda qq!

simon disse...

Não é preciso ir aos árbitros, que têm de decidir de um caso em décimas de segundo, coitados.

Mas quer falar de pantomina, é, regalar-se da tristeza, ó Eugénio? Pois então pegue aí do seu homónimo da selecção, o Queiroz do Valle, que tem convocado o dito Pepe, aquele calmeirão dos pontapés ao inimigo morto no campo de batalha, qual bronco tão tosco e sem carácter como o sargentão que deus lá tenha.

E eu sempre achei que esse Queiroz é mais um sapo.

Sérgio Pereira disse...

Amigo Leirós, tens toda a razão, e terminas com uma frase 100% verdadeira.

" Os Honestos são de borla"

Eu acrescentaria aqui mais alguma coisa, são de borla e são punidos pelo que não fizeram e não receberam.
" Justiça Cega, ou que assim quer ver"

Os Desonestos custam caro,recebem pelo que fazem e que não fazem,se calhar ainda vendem os outros, e por norma a estes aplica-se o princípio "in dubio pró reo"

“ Não é a injustiça em si mesmo que nos fere, é o sermos vítimas dela”.

aNNóNNimo disse...

Que belo músico me saíste, José Leirós - ou será José Lérias...?!

Com que então, Ernesto?!
Ahh, pois é jogava no Farense!
E o Sério acho que era no Belenenses!

Anónimo disse...

"Foram dois dos melhores árbitros da FIFA, tão bons e eficientes como Garrido e Valente."

VÊ-se logo de onde vêns...

Anónimo disse...

Pôr no mesmo saco Garrido e Valente...revela logo a ignorância e a seriedade e a justeza (ou a falta de ambas) da apreciação. Como homem, não conheço Garrido. Como árbitro, foi com Joaquim Campos e Décio de Freitas um dos três melhores árbitros que Portugal teve de há cinquenta anos para cá. Cometeu erros, claro, mas muito menos que quaisquer outros e era tecnicamente muito bom. Quanto ao dito Valente, enfim, não queira fazer de todos nós gente sem memória e mesmo a presença nos grandes aerópagos nem sempre quer dizer mais do que um bom assento... entendemo-nos?!...

nuno disse...

Ridiculo...

Pereira e Coroado... (mudança de linha propositada)
...bons árbitros?!

Ridículo...