AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, março 13, 2009

DUAS PERGUNTINHAS

A explicação dada por Augusto Duarte para a visita a casa de Pinto da Costa, dois dias antes de apitar o jogo Beira-Mar-FC Porto, foi hoje confirmada em tribunal pelo procurador Augusto Sá. No essencial, Duarte estava preocupado com a vida que o pai estava a fazer sempre que se deslocava a Lisboa, presumivelmente para reuniões do Conselho de Arbitragem da FPF, e pediu a Pinto da Costa para falar com Pinto de Sousa, então presidente do CA da FPF e com algum ascendente sobre Azevedo Duarte, para ajudar o pai a voltar ao bom caminho da harmonia familiar.

Tudo bem.

Mas não seria importante, para o esclarecimento cabal desta história, perguntar a Pinto de Sousa se alguma vez foi contactado nesse sentido?

Ou será que Pinto da Costa disse recebeu Augusto Duarte e nunca mais se lembrou de contactar o amigo Pinto de Sousa?

Perguntar não ofende...

9 comentários:

Anónimo disse...

Dragão Maronês disse...
Eu creio que o PGR, sabendo há muito que estes processos dariam em nada, porque não havia nada de substancial para acusar, já respondeu sobre o que se pretendeu com estes processos: - " mesmo que ninguém venha a ser condenado, o futebol nunca mais será o que era antes do apito dourado".
Isto é clarinho como a àgua! O que se pretendeu, desde o início, foi julgar Pinto da Costa na praça pública. Pelo que o lugar onde Pinto Monteiro não é na PGR, mas na direcção do Correio da Manhã que é uma espécie de PGR dos "julgamentos populares"
Estamos, todos, entregues à bicharada.

Anónimo disse...

E tu sabes a opinião de PC, sobre o pedido ???!!!

Anónimo disse...

qd os corruptos forem abatidos, irás atras, Geninho, pq n denuncias o q sabes

Ziriguidum disse...

Crise a quanto obrigas!


Dono do "Diário de Notícias" e "Jornal de Notícias"
Joaquim Oliveira com período de carência alargado no BCP
11.03.2009 - 09h09 Cristina Ferreira
Joaquim Oliveira, proprietário da Controlinveste, um dos maiores grupos de comunicação social do país, vai ter mais três anos de período de carência no empréstimo de cerca de 300 milhões de euros contraído junto do Banco Comercial Português (BCP).

Para além do "Jornal de Notícias" e do "Diário de Notícias", o grupo de Oliveira detém a rádio TSF, o jornal "O Jogo", e o "24 Horas".

O acordo com a gestão do BCP, liderada por Carlos Santos Ferreira, foi concluído nos últimos dias. O banco aceitou alargar o período de carência da dívida até 2012 - neste período o empresário paga juros, mas não amortiza capital.

O empresário financiou-se, em 2006, junto da instituição financeira, para adquirir o grupo de comunicação social Lusomundo. A Controlinveste possui ainda a SporTV em parceria com a Zon.

Há três anos, Joaquim Oliveira pediu emprestados ao Banco Comercial Português cerca de 300 milhões de euros, tendo ficado acordado um período de carência até 2009, num processo de pagamento do crédito de longo prazo.

O empresário da área da comunicação social entregou ao BCP garantias reais, designadamente os seus activos da área da comunicação social e os imóveis onde estão instalados o Diário de Notícias- em Lisboa na Avenida da Liberdade - e o Jornal de Notícias - na Rua Gonçalo Cristóvão.

Para além dos activos na comunicação social, o crédito está ainda sustentado em armazéns situados nos arredores do Porto e em títulos cotados.

Joaquim Oliveira é accionista de referência da Zon, onde detém 3,71 por cento do capital, e da Portugal Telecom, onde possui uma participação de 2,17 por cento.

A família Oliveira avançou ainda com garantias pessoais para sustentar o financiamento. Segundo o PÚBLICO apurou, o empresário que domina a Controlinveste sempre tem comprido com as responsabilidades assumidas junto do Banco Comercial Português.

No quadro da actual crise financeira e económica que tem originado uma queda das receitas de publicidade, a Controlinveste avançou com despedimentos colectivos que abrangeram mais de uma centena de trabalhadores dos seus vários órgãos de comunicação social. A Controlinveste tem a sua origem na Olivedesportos, empresa fundada por Joaquim Oliveira e o irmão, António, que depois vendeu a sua participação.

Zé Povinho disse...

E só agora é que se lembrou de esclarecer que foi esse o motivo da visita a casa do papa?!... Isto anda tudo tão deprimido, que a malta anda mesmo a precisar de se rir...boa malha!

Anónimo disse...

E a Branca de Neve é um 'travesti' e o Princípe é panasca...!

P.S. - Vão chamar PARVO à P### que vos pariu! Batoteiros! Corruptos!

Toupeira disse...

E você acredita nos glutões?

simon disse...

1. Ou será que Pinto da Costa disse recebeu Augusto Duarte e nunca mais se lembrou de contactar o amigo Pinto de Sousa?

Perguntar não ofende...

2. E só agora é que se lembrou de esclarecer que foi esse o motivo da visita a casa do papa?!...

Pois que perguntar não ofende...

Não ofende perguntar, of course, não decorre daí é que a resposta seja obrigatória, maxime tratando-se de assunto de mútua confiança e merecedor de resguardo, ou pedindo os caríssimos a ajuda de alguém para um caso do foro pessoal, familiar, por ex., gostariam de ver espalhado aos quatro ventos? Isso estaria bem co bieira, talvez, com vosmecês, pelos vistos, ou o botelho da corte. Mas nobreza é diferente, com gente que sabe guardar um segredo, honradamente.

Anónimo disse...

São só comentários inteligentes!...
Até dá gosto ler este blogue!