AGORA ESTOU AQUI

sábado, março 28, 2009

BYE BYE?

Disse o inefável professor K, com a sua barba de 5 dias porventura cabalística, que está preparado para tudo. Nós, portugueses, estamos também preparados para ver os outros na fase final do Mundial da África do Sul, país pelo qual o Grande Professor já passou sem deixar saudades. Por mero acaso calhou ter visto a segunda parte no meio dos suecos, que acamparam no hotel algarvio onde cheguei hoje, e deu para confirmar como eles se riem com as pantominices dos nossos jogadores. O meu sobrinho, que tem 11 onze, ficou de tal maneira furioso que, logo que o jogo acabou, correu para o quarto e foi jogar PES, escolhendo um Portugal-Suécia no estádio do Dragão. Ao intervalo perde por 4-0 e Cristiano Ronaldo já foi expulso. Bem, o dia tinha de ter uma boa notícia, para além do excelente bife da vazia com molho de amêndoa que traguei ao jantar...

PS - Apesar de tudo, acho que ainda temos algumas hipóteses se vencermos os dois jogos com a Hungria embora o perigo possa vir todo de uma aliança nórdica.

22 comentários:

London eye disse...

Então senhor Queiros, quem o vê e quem o viu?! O Scolari não prestava porque era teimoso e o seu padrinho não tinha qualquer influencia sobre a convocatória, agora que isso acontece, já opina de forma diferente. Você é um vendido!! Não estou triste porque a selecção que vai falhar o Mundial é aquela que o Giorgio di bufa escolhe, por isso que se fodam!! Beto, melhor que Quim ou Moreira? Nuno Gomes melhor ponta de lança portugues( simplesmente porque não há outro)não é convocado?! Abaixo a Selecção dos corruptos!!

Anónimo disse...

Gostei foi de mais uma exibição monumental do maior jogador do mundo ao serviço da selecção...Ele e o Simãozinho, que dupla...

simon disse...

Bye bye, vamos lá a ver, ainda, Eugénio, tudo pode acontecer, não é certo.

Mas tanta pressão foi de mais, lá diz o meu primo, que é manco. E foi de mais porque cansa, não deixa o adversário respirar, dar oportunidade a um contra-ataque, livre de tal marcação atenta.

Mas já era fatídico, pareceu-me, logo de início, como sempre, quando vejo os nossos naquela armadura de trolhas, bombeiros e almeidas, que lá deve influir, negativamente. Um gajo que traja assim não deve sentir-se à vontade, diminuído que fica, de certeza, ao ver-se tão mal ante os adversário de branco, amarelo ou azul, roupa de gente.

E que é que nos faz vestir assim das cores da bandeira? É de mau gosto, um atraso e uma vergonha, nas suas cores fortes, primárias, uma bandeira de pretos, me perdoem, que o disse Guerra Junqueiro, há muito. E ele é o calção vermelho, é a vermelha camisola, com um debroado, na gola, de verdinho. Ai, é tão ridículo, e os nossos jogadores não protestam, não se se dão conta. Mas sentem-se mal, inferiorizados, por isso que não lhes rende o esforço.

E por isso o Porto ganha. Por, de azul e braco, vestido, mostrar que tem gosto apurado.

LAM disse...

...e o burro era o brasileiro que "com equipa daquelas só ganhava 1-0"

O brasuca é que se deve estar a rir destes poetas todos.


LAM

Nuno Nogueira Santos disse...

Este foi o pior resultado de todos. Se perdessemos Queiroz era despedido. Assim, não vamos ao Mundial e ele continua...
http://aoutravarinhamagica.blogspot.com/2009/03/eficacia-1.html

Anónimo disse...

carlos tem de por a jogar jogadores que sabem o que fazem e nao o rolando que se atira para o chao

Luís Vilar disse...

Estranho que ainda ninguém tenha comentado mais uma das brilhantíssimas originalidades do professor, precisar de ganhar o jogo e entrar com uma equipa sem um verdadeiro ponta de lança...mas o burro era o brasileiro. Pela segunda vez à frente da selecção, o brilhantíssimo prof consegue a proeza de não classificar Portugal para o Mundial. Parabéns a todos os que atiraram foguetes à partida do brasileiro e à chamada do teórico da treta...e parabéns também à grande exibição do Cristiano Ronaldo. Mais uma vez não deu uma prá caixa.

Gomez disse...

- Não há ninguém neste governo que faça andar a naturalização do Liedson??!!! O que é que estão à espera???

LAM disse...

Nuno santos,
Completamente de acordo.
Se tivessemos perdido, em vez da água morna do 0-0 que vai dar para ir "empatando" a coisa, teria sido uma óptima oportunidade não só para repensar o nome do seleccionador como, de uma vez por todas e principalmente, dar uma varridela na direcção e presidência da Federação.

LAM

António disse...

Ponto prévio: A análise mais esmiuçada que seguidamente é feita tem como base um único pressuposto. Actualmente a nossa selecção, apesar de ter o melhor jogador do mundo, tem um nível de qualidade média, abaixo das grandes selecções europeias como Espanha, Inglaterra, Itália e França. Daí as dificuldades serem naturais, mas para a maior parte dos escribas e do povo que ama a selecção esta situação é vista como um escândalo. Não é, é natural como as actuais limitações.Vejamos então, ponto por ponto:

O guarda-redes: Pensem em Casillas, Buffon, James, Van der Sar. Olhem agora para o simpático e esforçado Eduardo, o renegado Quim, o alto e desconhecido Daniel Fernandes. Hoje não precisámos de um bom guarda-redes, mas a falta de excelência nesse lugar específico já foi sentida e, acreditem, irá voltar a revelar-se.


Os laterais: Bosingwa é um excelente lateral a atacar e a estadia no Chelsea tem-lhe feito bem à consistência defensiva. A lateral esquerda é um deserto que obriga a adaptações que violam a lógica das coisas, certamente o Duda perguntar-se-á o que fará num lugar que não é o seu. Dá o seu melhor mas nunca chegará, manifestamente.

Os centrais: Inequivocamente a posição onde nos batemos de igual para igual com os melhores. Pepe, Ricardo Carvalho e Bruno Alves são 3 centrais de excelência, queira Deus e o Professor que não se confunda a boa vontade e qualidade do Pepe com uma opção constante para o lugar de trinco.

O meio campo: Tiago, Raúl Meireles e a adaptação Pepe. Não é, não pode ser o meio campo de uma selecção europeia dominadora, que vence habitualmente e com naturalidade, que tem um espírito ofensivo dinamizada por um meio campo concretizador. A dependência de Deco é reveladora da mediania deste meio campo.

Os extremos: Temos o melhor do mundo que sofre cada jogo que passa pela falta de Rooney, Tevez ou Berbatov. Por isso hoje andou por lá a fazer de ponta de lança, a perder-se no meio das torres suecas. Este "isolamento" de Ronaldo no marasmo de qualidade na frente de ataque da selecção está a desgastar Ronaldo na selecção, a desesperá-lo, arriscamo-nos a ter um melhor do Mundo em tudo o resto menos na selecção. Arranjem companhia para o miúdo, apetece gritar. Simão valia 10 a 20 golos no Benfica, no portuguesinho campeonato. Em Espanha é mais um, raramente marca, lá vai jogando bem como colegas como Aguero e Forlan ao lado. Na selecção sente a falta destes dois, como Ronaldo sente a falta dos Rooney e companhia, com a agravante que Simão não vale meio Ronaldo pelo que disfarça pior o deserto na grande área adversária.

O ponta de lança: A tragédia. Hugo Almeida não vingou no Porto e vagueia no Werder Bremen por entre a titularidade e o banco. Serve por vezes para o musculado futebol alemão, nunca poderá servir para uma grande selecção. O que lhe sobra em potência falta-lhe em killer instinct, qualidade essencial à sobrevivência de um ponta de lança. Nuno Gomes é finito, Edinho é um sinal do desespero, a esperança Orlando Sá é suplente do Renteria no Braga. Enfim, esta tragédia não é grega, é bem portuguesa e não tem fim à vista.



Duas perguntas restam:



1. Resultado final? O que está à vista e que só com muita sorte não descambará no não apuramento da selecção para o Mundial da África do Sul.

2. Como conseguiu então Scolari resultados bem melhores que os actuais? Porque durante algum tempo ainda foi tendo Figo, Rui Costa, Pauleta e Petit. Porque o grau de motivação que incutiu na selecção permitiu a superação em determinados momentos chave. Mas o balão foi-se esvaziando nos últimos tempos, foi crescendo o alerta de que a mediania actual estava a chegar.

Soluções?

Levar de volta o professor às selecções jovens para que o viveiro de grandes jogadores portugueses volte a dar frutos. Ah, e apelar ao patriotismo de Mourinho, único milagreiro capaz de converter as fraquezas desta selecção em forças.

Um abraço,
http://bolaseletras.blogs.sapo.pt/
António

xutos disse...

e porque nao a naturalizaçao do néné sempre marca mais golos que o liedson! nao percebi o que é que o algarve tem a ver com a seleçao!

Lavra disse...

O ronaldo por mim NUNCA MAIS calçava na selecção.

puto mimado, cerebro do tamanho de uma ervilha, arrogante, ego do tamanho de uma casa.

gertrud disse...

Acontece
que quando o acaso mexe
de fim de semana haver meças
de nacional, o coração desfalece
e como de medo estremece,
ai, mais um vazio de prece,
se deus não se compadece,
malhas que o império tece,
do que mal aquenta, arrefece,
sem a liga que apetece
e é que é futebol e paixão,
como se não soubesse
a festa tanto mais que a selecção.

genoveve disse...

Não é o fim,
se enquanto houver
Matemática há esperança,
como disse o Madaíl, e ora
a Matemática é eterna, nunca
se há-de acabar, vão ver.

Fado Alexandrino disse...

O senhor confunde-se e raciocina sempre como tuga.
"Aliança nórdica" é para rir, mas o senhor julga que todos são corruptos?

a.rodrigues disse...

Como pode uma equipa que precisa de ganhar jogar com 4 centrais?
E com um um ponta de lança que nunca jogou nessa posição?
Então o Bosingwa lesiona-se no último minuto da 1ª parte e de imediato o substitui, com um intervalo para pensar e refletir o que fazer? E coloca em caMPO MAIS UM CENTRAL. Para quê? Só pode ser parar defender o empate.
Como pode uma selecção ter com o capitão um jogador que diz que se todos dessem o mesmo que ele éramos campeões do Mundo. Quais são os que não dão tudo?
A acusação paira sobre todos.
E se Ronaldo só pode dar aquilo há por aí muitos que podem dar mais.
Só o banco pode o recuperar.

Anónimo disse...

Os melhores jogadores ainda foram os que não são vedetas. Como de costume Cristiano Ronaldo e Simão foram uma nulidade mas ainda há muitos que pensam que os nomes ganham jogos. Deco no banco quando o Queirós dizia que ele estava a 110% também só o Queirós é que percebe, até porque a equipa melhorou muitíssimo com a entrada dele. Alguém poderá explicar qual era a função do Danny no campo?...Enfim, bye bye South Africa, mas também quem nem à Albânia consegue ganhar em casa nem marcar um golo a ninguém, ia lá fazer o quê???

Cravo Vermelho disse...

Ver em http://maquinadelavax.blogspot.com/
o texto Obrigado, Queirós!

Anónimo disse...

Quem nem consegue ganhar em casa à Albânia e leva 6 do Brasil, a selecção que ontem teve a maior sorte do mundo ao empatar com essa potência do futebol mundial que é o Equador...Regressa rápido a Inglaterra, Queirós, e leva também o Madail, o Cristiano Ronaldo e os melhores do mundo todos que na selecção nunca jogam nada.

Anónimo disse...

Queiroz, Cristiano Ronaldo e Simão são uma absoluta nulidade. Até o parvo do Scolari ganharia 1-0 a esta Suécia, a jogar com Postiga e Hugo Almeida. Queiroz manda para a bancada um defesa direito, para ficar no banco com Moutinhos que serviriam para quê? Enfim....

el matador disse...

nao percebo porque não mete o POstiga e o nuno gomes. o edinho e o Orlando Sá são melhores?

Anónimo disse...

Yazalde na selecçao A JÁ!

O puto é melhor em Portugal, o tempo vai razao a quem sempre o defendeu.