AGORA ESTOU AQUI

domingo, fevereiro 08, 2009

O PENÁLTI DE PROENÇA (e não só)


Muito se vai escrever sobre o penálti assinalado por Pedro Proença.
Faço notar que Pedro Proença é o tal que, como foi ventilado e nunca desmentido, é sócio do Benfica, tem lugar cativo na Luz e até vai às assembleias gerais do clube.
Independentemente de tudo o que possam dizer, acho o PP um excelente árbitro e um homem esclarecido (como poucos neste mundo do futebol). É evidente que errou. Mas quantos de nós não teriam errado. Obviamente, na repetição do lance todos vimos que não foi penálti...
Quanto ao jogo, do pouco que vi, pois estava de regresso de Guimarães, pareceu-me que o Benfica mostrou a sua raça e que o FC Porto defendeu bem o título. Está tudo em aberto, a 14 jornadas do fim do campeonato, e até o Sp. Braga, depois deste grande jogo em Alvalade, está em retoma no que concerne à luta pelo título.
Numa pequena sondagem por amigos meus portistas (hellas!) que viram o jogo todo, reparo que estão um bocado envergonhados por sentirem que o Benfica podia ter dado um banho ao FCP. E alguns deles estranhamente até nem gostaram de ter empatado com um penálti daqueles. Não sei se repararam no gesto de Lucho depois de marcar o penálti, passando a mão pela cara. Não sei se quis dizer que o Moreira foi um anjinho ou se foi o árbitro que estava ceguinho quando apontou para a marca dos 11 metros.
Quanto ao "outro" penálti, de Reyes sobre Lucho, sinceramente: há um toque do benfiquista em Lucho mas não é suficiente para o derrubar, logo, não há falta. O futebol é um jogo de contacto também, não queiram fazer dele uma mariquice tipo basquetebol!
Concluída a jornada, temos aí não apenas o Nacional da Madeira e o Sp. Braga - duas das três melhores equipas do campeonato - ainda com possibilidade de lutar pelo título e o Leixões - a outra equipa das três referidas - ainda melhor, tendo pela frente três jogos que vão definir se é candidato ou não: Sp. Braga (fora), Belenensese(casa), Benfica (fora) e FC Porto (casa). Se conseguir resistir a esta sério, parece que vamos ter de novo o nome do Leixões num cantinho das primeiras páginas dos jornais desportivos...
Lá por baixo, grande granel. Carlos Brito conseguiu a sua primeira (e importante) vitória com um golo de um ex-jogador do Varzim que fez ponte em Braga e a agonia do V. Setúbal continua.

33 comentários:

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Não foi penalty porquê?
Então não consegue ver o braço do lampião a empurrar o dragão?
E já agora, na 1ª parte, DENTRO DA ÁREA, Lucho leva uma sarrafada de Reys ou David, cai e levanta-se e continua a jogada. NÃO HÁ LEI DA VANTAGEM DENTRO DA ÁREA!!!! Não fala nisto?
Você realmente...

Anónimo disse...

O sr Proença é sócio do Benfica para disfarçar!!
Ou será que ninguém se lembra do roubo em Penafiel, no ano de Trapattoni??

Quanto ao penalty, a primeira repetição dá-nos exactamente a imagem que Proença tem do lance. E não é preciso mais nada. Ninguém, mas mesmo ninguém, isento e imparcial teria marcado aquele penalty. Totalmente de frente para o lance e sem repetição.

Dizer que ele não teve imagens é utilizar panos quentes para justificar o erro. Seja o sr Proença esclarecido ou não.

Agora toda a gente sabe porque foi o Benfica beneficiado contra o Braga...

DaBarra disse...

não se vai escrever nada muito sobre o penalty pois os voçes vão tratar de abafar tudo...terça feira ja ninguem falará de nada, não vai ser como a palhaçada depois do jogo slb-braga... podem começar já os esquemas censurando o meu comentario.

JAS disse...

Caro Eugénio Queirós,

Todos aqueles que tenham boa índole. Todos aqueles que sejam honestos. Todos aqueles que são profissionais e exercem a sua profissão com brio. Só para dar alguns exemplos daqueles de nós que NÃO teriam errado.

Não costumo ler o seu blogue. Não sei se é portista ou não. Mas tentar reduzir este lance - capital para o jogo e, quiçá, para o campeonato - a um simples erro (será preciso fazer notar que o árbitro estava a um metro da jogada, de frente para os dois jogadores?) é simplesmente querer ser do contra. Se era esse o seu objectivo, parabéns. Atingiu-o na plenitude.

Gato escaldado disse...

Este Proença é sócio do Benfica, mas a grande verdade é que nas Antas favorece sempre escandalosamente o Porto e o resto é conversa. Para quem já não se lembra, este foi também o árbitro daquele livre tão falso como o penalti de hoje que deu a vitória ao Porto contra o Sporting há dois anos...De que é que ele terá medo? Ou então é um azarento da caralho, engana-se sempre a favor do mesmo...

Bruno Pinto disse...

E o penalty sobre o Lucho na primeira parte, porque não é falado? Ou na área há lei da vantagem? Ou só há falta quando o jogador cai?

Miguel disse...

Em primeiro lugar não há penalty nenhum do Reyes sobre o Lucho. Toca efectivamente no jogador do porto, mas não o suficiente para o derrubar.

Agora aquele penalty do Lizando. Fosse o lance na área do fcporto e NUNCA teria sido assinalada qualquer falta!

Fosse um penalty daqueles assinalado conta o fcp e teriamos aqui o badocha a insultar o árbitro!

É assim... não se pode esperar mais de certos indivíduos!

tiago disse...

Oh Bruno Pinto, tem calma pá!
Andas aí pelos blogues a espalhar essa do penalti sobre o Lucho...Até parece que estas a tentar convercer(-te) que não levaram na pá porque o árbitro não deixou!

RA disse...

Nesse lance, podem queixar-se mais do Lucho do que do árbitro...

Anónimo disse...

e o penalti que ficou por marcar na primeira parte

Anónimo disse...

O Pedro Proença é Benfiquista e hoje veu-se o resultado.
O Vitor Pereira era Sportinguista e sempre fodeu o Sporting.Em beneficio de quêm?
O penalty de hoje se fosse ao contràrio, caia o Carmo, a Trindade, os Clérigos, a Ponte D.Luiz e sabe Deus o que mais.
Puta que pariu o futebol Português.

Nuno Nogueira Santos disse...

Eu escrevi isto
http://aoutravarinhamagica.blogspot.com/2009/02/teimosia-dos-burros-e-os-treinadores-de.html

Anónimo disse...

È penalty sim senhor, toca de olhar para as maozinhas do jogador do Benfica.

E depois de "TODA A GENTE" ter concordado com aqueles 2 penaltys em ALVALADE, como podem constestar este???!!!...

Então e o penalty sobre o Lucho sr."Sulista e elitista" ?!...

Anónimo disse...

Bruno, em Belém, quando Júlio César toca Suazo, em sua opinião deveria ter havido penalty? Estou errado??

Jogo esse em que o benfica empatou a zero.

A lei da vantagem não se aplica em casos que o jogador cai, ficando impossibilitado de continuar a jogada, e a bola segue para um seu colega.
Não me parece que tenha sido isso a acontecer. O toque não foi suficiente para Lucho cair e consequentemente não conseguir continuar a jogada. O argentino mais uma vez deu uma lição a muitos adeptos, dirigentes e mesmo a treinadores (incluindo os seuS).

Sejamos intelectualmente honestos! É capaz de ajudar.

Hugo disse...

NÃO PRECISAMOS DE PROENÇAS. 65 MIL NA LUZ NO PRÓXIMO JOGO.RUMO AO TITULO

Anónimo disse...

Lá andam os "COMENTADORES CENTRALISTAS" que apreciaram muito os penaltys de Alvalade no jogo com o FCP, a opinar !!!

Anónimo disse...

Ai ha penalty sobre lucho??? Eu a pensar que suazo contra o belenenses se atirou para a piscina... ah e tal lei da vantagem quando lhes convem...

Anónimo disse...

Uma questão de jogadores inteligentes como dizia o treinador...

chumbada disse...

Quero lá sabe se foi penalti... O que eu quero agora é ir a Braga, ver se sacamos de lá 3 pontinhos. Acho que é bem possível, os gajos pensam que por ganharem ao Sporting são os maiores do mundo, e assim é que está bom para nós. Uma vitória em Braga é muito importante para relançar a nossa candidatura. Não me perguntem a quê - Vocês sabem do que estou a falar.

Tradição Encarnada disse...

Eu tinha avisado ...

Anónimo disse...

É penaltie quando existe um contacto que impede o jogador de prosseguir a jogada, que eu saiba com o Lucho nada disso aconteceu, pois ele nao só nao caiu, como continuou com a jogada, no lance do Lizandro, nem vale a pena comentar, pois foi uma atitude de um jogador que nao é sério, perante um arbitro que mais uma vez demosntrou que gosta de prejudicar o Benfica, foi assim em Penafiel com Trapa em que houveram quatro ou cinco lances para grande penalidade e nem um e lembram-se como ficou o jogo? Perdeu o Benfica e quase perdia o campeonato, mas depois disso já houveram mais situaçoes destas em prejuizo do Benfica com este senhor apitar.

Spiritwalker disse...

Centrar o conteúdo do jogo num lance é hipocrisia. O Benfica jogou para o empate, em período algum foi superior ao FCPorto, embora tenha conseguido equilibrar em muitos momentos, sobretudo na 2ª parte. De facto orgulha-se por conseguir jogar de igual com o FCPorto, reconhece ao clube do Dragão superioridade. E se quiserem falar de penaltys, para além dos lances do Lucho e do Lisandro, observem a pisadela do David Luiz ao Hulk em plena GRANDE ÁREA e julguem...mas não sejam inocentes.

Anónimo disse...

Nenhum arbitro marcava o penalti sobre o Lucho, então o homem nem chega a cair completamente e continua a jogada...

Obviamnete, que o penalti que deu origem ao golo do porto tambem não existe.

Socio do grande VSC

Anónimo disse...

Onde foi inventar que não é penalti? O preto louro não impede com o braço o Lisandro? E a amnésia para o penalti sobre o Lucho? E a expulsão do Sidnei? Ainda queriam que o sócio do SLB os favorecesse mais? Dasssssssss.

Anónimo disse...

Pois este Pedro Proença também foi o da invenção do livre do Stoikovic que deu a vitória ao Porto num campeonato que o Porto ganhou por 1 ponto!!! Mas descansem, que o amigo dele Vitor Pereira vem já a correr defender o rapaz do gel...

CRuz de Pau disse...

Ó meu amigo, então só se fala do Braga e do Nacional. E o Leixões? Sábado ao fim da tarde vou ver muitas agulhas a mudarem

Anónimo disse...

09-02-2009 LABAREDAS

Terão existido dois jogos?

Confesso que a leitura diária dos jornais me reconforta. É interessante perceber que a inveja continua a comprometer a seriedade e a cegueira a subverter os princípios da profissão. Será sempre assim no caso do FC Porto. É um excelente reflexo da nossa competência e não costuma justificar mais que um encolher de ombros. Esta segunda-feira, todavia, detive-me na primeira página da O Jogo. Fogo nela!

«Erro confirma líder». A manchete é suportada pela unanimidade do Tribunal de Árbitros, mas esquece que, aos 18 minutos, Reyes rasteirou Lucho González, como confirmam as opiniões dos três ex-juízes. Apesar de concordar com a decisão de Pedro Proença, António Rola diz que Lucho sofreu de facto um toque, mas deixa no ar a lógica da lei da vantagem. Não há lei da vantagem numa grande penalidade, caro Rola!

O Jogo fechou os olhos a duas evidências: uma grande penalidade e uma entrada violenta de Sidnei sobre Lucho González, que se enquadrava num cartão vermelho. Tudo isto ainda na primeira parte, com um empate sem golos. Não acham que mudaria por completo o clássico? Talvez o lance aludido na capa de hoje não merecesse sequer referência nas páginas interiores… Mas que importa isso? Para quem não é isento, de facto, não conta para nada… De relevar, isso sim, apenas o tom da ocorrência.

Será sempre assim, já o disse. O fogo do Labaredas, porém, não pode ser reprimido. É que no preciso momento em que lia os jornais, passei os olhos pelo resumo da RTP. A mesma lógica, desta vez com uma agravante: nem uma referência ou imagem do penálti sobre Lucho González. Perfeito para agradar a quem manda! O F.C. Porto, de facto, serve-lhes para tudo. Menos para serem felizes.

Anónimo disse...

fantástico! percebemos pelo que alguns analfabetos que aqui comentam que o porto foi prejudicado contra o benfica. sim senhor! que gente de grande rectidão moral! além de desrespeitarem a língua portuguesa, escrevendo como carroceiros, tratam de avacalhar o próprio pseudo intelecto, vomitando barbaridades próprias de quem admira esse sol da honestidade chamado pinto da costa... bela gentinha! aposto que na sua maioria, lá por casa, batem na mãe e ainda dizem, para descargo de consciência, que a puta da velha estava a pedi-las...

JL

Tiago disse...

Só queria que o Sr. Queirós me explicasse a diferença entre este penalti e o penaltis do Sporting-Porto da passada quarta-feira e do suposto penalti (segundo a comunicação social, escandalosamente omitido) do Cissoko sobre o Alan em Braga.

Ah, e se quiser pode juntar ao ramalhete o penalti sobre o di maria contra o Braga!

Anónimo disse...

"Um pontapé-livre directo será concedido à equipa adversária do jogador que, no entender do árbitro, cometa, por negligência, por imprudência ou por excesso de combatividade, uma das seis faltas seguintes:

* dar ou tentar dar um pontapé num adversário;
* passar ou tentar passar uma rasteira a um adversário;
* saltar sobre um adversário;
* carregar um adversário;
* agredir ou tentar agredir um adversário;
* empurrar um adversário."

Lei 12. Que parte de "dar ou tentar passar uma rasteira ao adversário" é que n entendem? E que parte de "empurrar um adversário" tb lhes escapa?? DOis penaltis a favorecer o Porto, um deles n marcado. O resto são tentativas de branqueamento da CS e dos adeptos mais avermelhados.

simon disse...

Eh, sempre houve e há-de haver margem de algum erro de arbitragem num jogo de futebol, para mais clássico. Mesmo na Inglaterra, dizem. Mas face a duas penalidades por marcar, senhores, que mais tem que a um metro do lance o árbitro decida pela grande penalidade numa jogada em que entra o braço e a chuteira, além do ombro, dentro da área, verosímeis de falta à primeira vista, sem a ajuda repetida do Rui Santos, para exemplo, frente à televisão, até vir desbobinar a solo a sua arenga?! Eu queria ver tantos comentaristas assim bravos a pegarem no apito para decidir naquele minuto, digo, na centésima de segundo útil, sem o luxo mastigado em ralenti do esforço bravo e generoso em correria dos atletas, é dizer, fora do recosto morno do sofá, servido sobre o wisky e o café, ao lado da camilha!...

Pois é no que nós somos bons, latinos, a perorar erros de arbitragem que em zoom as câmaras prodigalizam ao nosso olho de lince.

E o que mais lá vai passou, desculpável, se o árbitro não marcou, porque duvidou, não viu, e não belisca a nossa paixão clubística.

JFA disse...

é engraçado tanta gente a opinar e as paixões que tudo isto levanta...

mas se ainda na quarta feira passada vimos os suplentes do FC Porto serem impedidos de chegar à final da taça da liga com dois penalties no mínimo suspeitos! E aqui não houve dúvidas, intensidades e o demais!

Para memória futura... o 1º foi penalti porque o Pedro Emanuel não protestou... O segundo porque o postiga caiu quando o Sapunaru apenas joga a bola(em teoria tem o pé preso)!

Se o penalti carecia de intensidade não posso dizer... mas que os jogadores do benfica passaram todo o jogo a agarrar os jogadores do porto (lá isso passaram que eu vi). E o futebol é um jogo de contacto (mas não tem nada de gay para ser jogado com as mãozinhas).

(E já agora... lei da vantagem da grande área...)

Anónimo disse...

os benfiquistas nem deviam falar do ano do trapatoni...o maior colo do mundo de sempre!para mim nao ha penalties no porto-benfica mas vendo os penalties de 4a feira...ja nao tenho certezas!