AGORA ESTOU AQUI

sábado, fevereiro 07, 2009

MIMO

"BOLA NA ÁREA - Este é um blogue colectivo mas é o jornalista do Record Eugénio Queirós quem mais escreve e é verdadeiramente ele o grande animador. É um blogue independente, mas por diversas ocasiões benfiquistas, sportinguistas e até portistas terão posto em causa de forma veemente essa independência - e tanta irritação entre tantos adeptos só abona a favor da tese independentista, de facto. Queirós não tem papas na língua e não tem grandes preocupações diplomáticas quando escreve. No seu melhor, é uma escrita sem rodriguinhos, directa, doa a quem doer; no seu pior, é bruta e pouco sensível, conseguindo a proeza de irritar benfiquistas, sportinguistas e portistas e até mesmo quem não é adepto de um dos grandes. Um verdadeiro fenómeno só ao nível de um Rui Santos. Como aguenta aquele homem certo tipo de comentários realmente insultuoso que lá se escrevem é algo que permanece um mistério. Mas saúde-se a sua força e o seu sentido democrático."
in "24 em casa", revista do jornal "24 Horas", no artigo "Futebol na Net".

Bem, são palavras que justificam bem o tempo que dedico a esta causa perdida. Só não gostei da comparação com o Rui Santos. Até somos da mesma altura mas confesso que gel é uma coisa que me irrita... Agradável foi, isso sim, ser incluído na categoria de blogues independentes, embora com esta palavra entre aspas (e muito bem), ao lado do Freitas Lobo e do Boronha.

7 comentários:

Anónimo disse...

Entre aspas. Estás a ser comparado ao Carlos Brito?

Anónimo disse...

29-01-2009 LABAREDAS
Merece comentário?

Depois de uma entrada em cena que dispensou aviso prévio, tempo agora para as apresentações: sou o Labaredas e estou pronto para soltar fogo sobre temas da actualidade que envolve o F.C. Porto. Os Portistas podem esperar chamas atentas e oportunas. E há muito desvario para «chamuscar».

O calendário desportivo avança e o F.C. Porto permanece em quatro frentes competitivas. Contra tudo e contra todas… as opiniões. À míngua de argumentos para desdizer os feitos da nossa equipa, os comentadores apostam cada vez mais na falta de vergonha. É uma enxurrada patética.

Diz hoje um senhor que costuma debitar conhecimento na rádio do Estado e que até alimenta um blog, que o Nuno Gomes devia vir ao Dragão de elmo e armadura para enfrentar Bruno Alves…

Na TV igualmente paga pelos portugueses, a tal onde as dúvidas são transformadas em penáltis inequívocos, até os pivots estão preocupados com o facto de um treinador ter sido mais brando do que antes na análise ao jogo da sua equipa contra o F.C. Porto. Pudera, até ele ficou com dúvidas, ao contrário do que sucedera na reclamação anterior…

Outros ainda, no ambiente cabo que os amantes da bola pagam religiosamente para alimentar o negócio, confundem isenção com fanatismo, dando amiúde a cara como anti-fãs do F.C. Porto numa rubrica de jornal desportivo…

Também no cabo, há um comentador que consegue ser o único habitante do planeta a não ver motivo para grande penalidade num lance em que o jogador do Braga é arrancado pela raiz. Haverá jarra para tamanha falta de visão?

De quem narra os jogos da Taça de Portugal nem vale a pena falar… Não há palavras para descrever ou tempo para dispensar a quem se entusiasma com «o grande futebol» dos adversários do F.C. Porto, estejam eles a jogar bem ou não…

Enfim, o costume. Acicatado pelos sucessos do F.C. Porto e exacerbado pela pobreza de espírito

Anónimo disse...

Olha que hoje foi dia de limpezas cá em casa.
Agora baba-te e caga-me esta merda toda...


LAM

José.C.Leitão disse...

È um mimo merecidissimo, toda a equipa do Vilarealsport.com é unanime a considerar as suas crónicas, Eugénio Queiroz,do melhor que se faz neste mundo da Blogosfera.
Abraço e continuação de um excelente trabalho.

Nuno Nogueira Santos disse...

Mas merecidas

cu de rola disse...

bem, quem te vir, dirá que andas inchado.

a realidade é que esse inchaço é mesmo por seres um gordo badocha.

Anónimo disse...

háááá.. ÉS GOOORDOOO..todos os gordos são frustrados por conseguirem jogar á bola..lol..





Zé Fininho da Costa Magrão