AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, fevereiro 20, 2009

BENFICA MAL NA FOTOGRAFIA


'A última vez que estive dentro de uma mulher foi quando visitei a estátua da Liberdade'

Woody Allen


Obviamente não dá para acreditar no Woody. O homem vive em Manhattan, conhece grosas de boas actrizes e de actrizes boas, apaixona-se por filhas adoptivas e não é julgado em Gondomar, toca clarinete no Casino do Estoril e é judeu. Este pensamento, que me chegou hoje no turbilhão tekno, não sei se por e-mail se através do twitter, se por SMS ou via rodapé televisivo, não vem a propósito apenas de sexo, embora ele seja, segundo outra célebre frase, a coisa mais importante do mundo, sendo que é sempre difícil lembrarmo-nos da segunda. Da segunda coisa, claro.
Esta frase adapta-se perfeitamente à última tentativa do Benfica para afastar o FC Porto da Champions. O Benfica, note-se, é aquela equipa que para ganhar duas Taças dos Campeões Europeus teve de perder cinco. O FC Porto não precisou de perder nenhuma para ganhar duas. Pode parecer um pormenor mas um país pobreta como o nosso deve aprender a valorizar este tipo de proezas. Esta certeza cirúrgica do FC Porto merece ser apreciada.
Mas não. O que importa realmente é afastar a única equipa portuguesa de facto produtiva nas competições europeias desse clube selecto. E porquê? Porque se suspeitou que o FC Porto pagou uma noite de farra a uma equipa de arbitragem num processo que foi arquivado e porque ainda se está para saber, em sede de julgamento, o que foi fazer o árbitro Augusto Duarte a casa de Pinto da Costa dois dias antes de um Beira-Mar-FC Porto que a equipa portista nem sequer ganhou.
O Benfica não abraça esta causa por amor à justiça e à verdade desportiva. Faz isto porque é invejoso e reconhece que dificilmente conseguirá chegar onde o seu adversário está se não for correndo por fora.
Imaginem a Corticeira Amorim a fazer queixa da Sonae, reclamando o bloqueio das suas exportações, porque suspeitou que nos hipermercados de Belmiro de Azevedo a secção da fruta está cheia de bicho. Lembram-se daquele colega de escola que um dia se aproximou da professora para lhe dizer que nos viu, durante o recreio, a mexer nas maminhas da Catarina? Sim, é o mesmo que hoje é administrador de banco que não consegue devolver o dinheiro dos seus depositantes...
Os portugueses são assim. Aliaram-se a Al-Mansur para destruir Compostela e ganhar um saque de guerra, aliaram-se aos castelhanos, deram vivas a França quando as tropas de Napoleão cá estiveram e muitos deles ainda hoje lamentam o facto de não pertencerem a uma província de Espanha. Ou seja, não somos de confiança quando toca a defender o que é nosso.
Por isso, o que o Benfica está a fazer não espanta ninguém.
O Benfica está apenas a confirmar que tem feito o seu caminho na sombra da glória do FC Porto. Até pode ser que ganhe esta batalha. Mas aí será para verificar que, afinal, dentro da estátua da liberdade o melhor que se consegue é um saco de pipocas ou um postal ilustrado. Os grandes vencedores não precisam de estátuas para ter prazer - este é para eles tão natural como a sede de triunfos. Como disse também um dia Drew Care: 'O sexo sem amor é sem dúvida uma experiência vazia , mas como experiência vazia é das melhores'. A questão também é essa. É que, para além de tudo, o Benfica é aquela portuguesa cujos adeptos se contentam com uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma. Quem escreveu isto tinha por apelido Lisboa.


36 comentários:

Anónimo disse...

mas que post mais estúpido pá

o Benfica está a lutar pelos seus direitos nada mais pá

ainda agora estamos a ver o Jorge Sousa a fazer uma arbitragem cirurgica em Paços de Ferreira pá

e véns com um post de merda destes?

o Pinto da Costa já é accionista da Cofina....

e tu ao escreveres isto já sabes que tás a garantir o teu pilim no futuro....

está tudo comprado no futebol português hoje em dia ao que parece...

fodasse até mete nojo isto pá

uma vergonha

o que uma pessoa faz para lamber as botas ao padrinho ó caralho pá

Toupeira disse...

Agora percebo porque não temos o GRANDE BLOG DA BOLA!

Anónimo disse...

Uma vergonha escrever tamanhos disparates. Vamos então fazer uma estátua aos corruptos e batoteiros?

inespugnabile disse...

é pá, parece esquecer-se que as duas primeiras finais foram ganhas pelo ... Benfica!

Quando o Porto tiver sete finais, repito, sete finais da Taça dos Campeões Europeus, nós conversamos - penso que nem os nossos netos estarão vivos...

um abraço!

Sr. Eugénio, um jornalista que se quer sério - como o sr. - não deve ser tão demagogo...

Jose disse...

Confesso-me um leitor dissonante das suas opiniões, mas devo-lhe um aplauso pela descrição acertiva da realidade do maior clube português.
Por tradição somos sebastianistas, vivemos das glórias do passado, preferimos populistas desprovidos de conteúdo ao invés de retóricas razoáveis.
O Benfica está consumido por uma sede de protagonismo por quem o gere.
Desafortunadamente, está tomado, pela inércia, peloo desvario de dirigentes ineptos.
Fenómeno este, retratado no cliché onde: "vizinho meu não pode ser melhor que eu, mas se o for, seguramente foi beneficiado..."

Xerxes disse...

Gabo-te a coragem e a lucidez.
Acabas de comprar uma guerra com o fanatismo encarnado, mas tu és GRANDE!
Abraço,
Xerxes

Anónimo disse...

tem vergonha na puta da cara ó palhaço

José Gomes disse...

Sempre apreciei o blog de Eugenio Queiros e a sua total independencia de pensamento. O que pensa di-lo doa a quem doer. Mas este artigo destroi toda a sua coerencia que demonstrou ao longo do tempo que dura o blog e eu leio-o à muito tempo mesmo. Só uma retificação, o benfica nao perdeu 5 taças dos campeoes para só depois ganhar 2, mas sim ganhou primeiro 2 e só posteriormente perdeu as 5 finais!!É completamente diferente!! Se o Porto estiver em mais finais, depois então faremos a contabilidade!!

Anónimo disse...

Get a life!!

A.Oliveira disse...

Á dias uma cerimónia no nosso país, com o objectivo de promover 'coisas' - e sobretudo pessoas - foi rematada com lauta almoçarada para a qual estava obviamente convidada toda a comunicação social do ramo.
aconteceu que um alto 'funcionário' da instituição anfitriã (lf vieira, isto não é nada contigo!) não ficou nada agradado ao ver um dos seus maiores críticos preparar-se para 'encher a mula' à pala da ocasião, tendo-o expulsado do ágape.
o silêncio de todos os seus colegas que (estupefactos) assistiram à cena e a posterior omissão de qualquer 'palavra' sobre o incidente, ao contrário do que muitos poderão supor, não terá sido por 'medo de' e muito menos, quero crer, menor consideração pelo colega. para conforto da alma, terão concordado - é a única explicação que se encontra para o abafar da notícia - de que o colega destratado estaria demasiado 'gordo'.

dragao vila pouca disse...

De facto Eugénio, mais vale tarde que nunca.
Tu quando queres és bom.
Até mereces um abraço...

Anónimo disse...

Tantas finais para quê, dos segundos não reza a história, e ainda por cima são todas a preto e branco. A história do FCP é toda a cores e recente.
saudações

Dragão de lisboa

Anónimo disse...

a meio do campeonato nacional essa instituição já percebeu que só conseguirá ir à Champions se evitar na secretaria que o FC POrto lá esteja.... LAMENTAVEL e TRISTE. esse clube dos queixinhas, eles queixam-se à Liga, à Federação, à UEFA, ao Governo... até mete dó. Mas são felizes assim. Parabéns

Anónimo disse...

"Para quem sabe ler, o que os desembargadores dizem é que toda a acusação se baseou em preconceitos clubisticos e assentou na credibilidade de uma testemunha que, de todo, a não merece. Ando a escrever isto há dois anos, mas há quem ache que a justiça dos tribunais não presta, a do Comissão Disciplinar da Liga- onde os juízes são escolhidos por influências dos clubes, onde se julga sem contraditório e sem sequer ouvir testemunhas- essa, sim, é que é a verdadeira."


ESCLARECEDOR este MST.

Anónimo disse...

O curioso e significativo é que andaram meses a escutar, vigiar e sei lá que mais, PC, para se questionarem 2 jogos onde vendo os videos do jogos, nada se passa de especial ou seja arbitragens normais.

Eu gostava que tivessem tido o mesmo procedimento com "outra gente" e verificar quais seriam os resultados!!!...

Anónimo disse...

oh gordalhufo, andas feito inquisição? Tem maseh vergonha no focinho.

Anónimo disse...

Ó Xerxes, tb ter serviu a carapuça? vai-te esconder novamente nos ng com os outros 3 estafermos.

Anónimo disse...

eugenio, voce e apenas um lacaio de pinto da costa.

os que concordam com este texto, sao tao corruptos como os dirigentes andrades.

o benfica esta a lutar pela verdade. vitorias na secretaria? vitorias fora de campo teve o porto: quinhentinhos, ferias no brasil, fruta, isso sim é ganhar fora do campo e impedir que outros, como benfica ou sporting, ganhassem la dentro.

ai a corrupcao nao e para castigar? tenham vergonha. eugenio - jornalista, nunca foi nem sera. anda a escrever ditados.

andrades corruptos. eugenio amigo dos corruptos, a tratar da carreira e dos favorzinhos ao novo senhor cofina.

Anónimo disse...

21-02-2009 LABAREDAS

Dúvidas monocromáticas

Hulk é bloqueado e Cissokho abalroado. O árbitro não detecta infracções e os comentadores televisivos aplaudem. Nada de especial, asseguram. Mais tarde, o «Incrível» é rasteirado e a lógica invertida. O juiz vê, toda a gente vê. Grande penalidade. Agora, contudo, nascem dúvidas na certeza. Polémico, alvitram. O Labaredas já percebeu a «coerência»: Quando é a favor do F.C. Porto é sempre melhor colocar em causa. Fica bem, convencem-se.

As imagens que lhes despertam hesitações são as mesmas que suportam as análises nos jornais de hoje. Os interessados podem ler que a equipa de arbitragem actuou com acerto. Eu deixava seguir o lance. O Labaredas volta a sorrir ao recordar o amuo dos comentadores, cerrando os olhos à evidência: Houve ou não benefício directo de uma ilegalidade? Que não, que o Paços merecia um golo, que a decisão é questionável. Enfim…

samotrace disse...

E ainda agora, sobre o café da esquina, folheando o jornal, li sem querer, Benfica quer travar o Porto na Champions, porque diz a cara invejosa do bieira, ele é ainda possível, tal como somos desoeitados e melâncias, cá a gente bermelhusca, jogando prò título, com a mão dos árbitros sócios do bermelho e contras os outros árbitros todos, contra a polícia e a ajuda da polícia, habemos de ganhar tudo, imoedir quemquer que seja de seguir o seu caminho e sermos os melhores do mundo. Biba a melância! Biba!

E parecem tarados estes filhos da imbeija.

Carolina Sousa disse...

Mais um vendido ao sistema!!??Eu até entendo que esteja dificil arranjar emprego,na comunicação social,sem ser ao serviço do Oliveirinha e agora do PCosta,mas dizer burrices como diz neste post,é lamentavel!!
Ainda mais pq tem imensas inverdades!!é triste! eu que tanto gostava de o ler,agora vou deixar de o fazer pq tem a mente conspurcada,pelos interesses do sistema!!
até sempre!

Anónimo disse...

Pois...

O JP é irmão do RT, certo? O AA liga ao PC para pedir fruta para o JP dormir? E ainda se dúvida de que JP se fala?

Pois... E o burro sou eu.

Anónimo disse...

Mas você é jornalista ou estúpido?????

Anónimo disse...

De fruta quem pode falar é o Howard King!!!...

Rui disse...

o enfardamento que levaste fez-te bem. andas a lamber bem o cu ao dono... ainda te deves lembrar que doeu...

Hotel Estoi disse...

Gordo de merda, vais ver o FCP a jogar a champions na PLAYSTATION

aNNóNNimo disse...

Canzoada
Embora isto de certeza não deva agradar aos defensores dos direitos dos animais, estava agora a pensar que uma forma eficaz de ensinar truques aos cães ainda é com um pau numa mão e uma recompensa na outra. Há os cães de pedigree, com personalidade forte, que por mais vezes que levem no lombo não se vergam. E depois há os rafeiros, que só querem é um ossito raquítico para roer, e que ao primeiro aceno do pau metem o rabo entre as pernas e rastejam direitos à mão que acena com a recompensa. A partir daqui, de uma forma pavloviana, passam a rastejar sempre que alguém lhes sugere o ameaço do pau.

Mudando de assunto (ou talvez não), em mais uma das suas verborreias habituais, o jornalista (e aqui utilizo o substantivo de forma generosa, uma vez que alguém com um domínio tão superficial da língua portuguesa e uma ignorância tão profunda do código deontológico da profissão nunca deveria ser considerado um membro de pleno direito desta classe) Eugénio Queirós presenteou-nos com um texto do mais ordinário que alguma vez me foi dado a ver na imprensa portuguesa. Este senhor, autor do 'livro' mais parcial, mais mal escrito, e mais factualmente incorrecto sobre o processo Apito Dourado, consegue com um simples texto fazer o epítome daquilo que, infelizmente, tem sido a norma do jornalismo desportivo em Portugal nos últimos anos, onde o desrespeito e o insulto ao Benfica são lugar-comum, acompanhados quase invariavelmente pelas loas ao clube da ladroagem. E disto, também, se faz o maldito Sistema. Este texto não foge à regra: é mais um desfilar de insultos ao Benfica, acompanhados do lambe-botas ao patrão que segura a trela. O 'jornalista' em questão tem sido, como sabemos, um dos mais activos no estratagema de branqueamento do processo Apito Dourado pelo que, perante a decisão irrevogável e não passível de recurso das condenações ao Boavista e à Ladroagem pela Liga, viu-se na obrigação de mostrar serviço mais uma vez. E fê-lo da única maneira que sabe: latindo.

Noutras notas, a Ladroagem prossegue em mais uma das suas tentativas para inscrever o seu nome do Guiness. Desta vez, é pelo maior número de penáltis ridículos e roubados consecutivos de que há memória. Hoje foi o terceiro. Eu confesso que o nome do Olegário me fez temer o pior para o jogo de mais logo no Alvalixo. Mas face ao que tem sido visto, começo a prever que a 'incompetência' e 'inaptidão' vão é tender ao longo do jogo para o lado que for mais conveniente no momento, de forma a que no final o marcador se equilibre. Embora, claro, a vitória dos amigos da Ladroagem seja sempre vista como um mal menor. Vamos ter que saber ser muito, mas muito melhores em campo. Ou seja, vamos ter que ser Benfica.



música: Mata Ratos - Dança Com A Merda


escrito por D`Arcy
TERTÚLIA BENFIQUISTA

Valter disse...

Mais uma encomenda....

Anónimo disse...

Estes "melancias" são um produto da "ficção nacional" ?!

Anónimo disse...

O clube do fascismo arcaico e bolorento, aproveita a onde deste social fascismo que estamos a viver para propagandear as suas atoardas. Já vimos esse filme realizado pelo Botelho e a qualidade é igual à das ultimas equipas do Benfica, miserável, tal como o seu presidente.

Anónimo disse...

22-02-2009 LABAREDAS

Há penáltis e penáltis

É a velha história dos «ses». Se, por exemplo, um jornalista for isento, consegue ver para lá da barreira clubística que lhe pode tolher as ideias. Se não o for, condena-se à falta de rigor perene. O Labaredas leu com agrado que o cronista de O Jogo presente ontem em Alvalade coloca um ponto de interrogação no derby. É sempre bom questionar! E se?

«Quem sabe como se portaria um Benfica em vantagem?». Ninguém sabe. Curioso é que a mesma dúvida não lhe tomou a mente nos dias subsequentes ao F.C. Porto-Benfica, depois de Lucho ter sido rasteirado ainda na primeira parte e com um nulo no marcador. É certo que não esteve escalado para a crónica em questão, mas entretanto já escreveu sobre o tema. E se a ocorrência tivesse sido de sentido inverso?

O Labaredas também gosta de desenhar cenários. E se o resultado de ontem fosse radicalmente oposto? E se em jogo estivessem outros intervenientes? Podemos estar aqui a disparar «ses» até 2093, ano em que o F.C. Porto cumprirá o segundo centenário e continuará a ser seguramente o melhor, mas o certo é que ninguém leu algo semelhante acerca do encontro do Dragão saído da mesma pena.

Faz sentido. Tem a ver com um estilo de jornalismo muito em voga nos meios lisboetas, mas que não se ensina nas universidades. Basicamente, o Labaredas acha que é tudo «Farinha do mesmo saco». Só assim se concebe que não se considere «muito normal» que sejam marcadas grandes penalidades a favor do F.C. Porto.

Site do FCP

aNNóNNimo disse...

Sobre um zagorro.
Eugénio Queirós é, na minha opinião, um mau jornalista desportivo. É um indivíduo que escreveu alguns dos textos mais rasteiros que já tive o desprazer de ler. Intelectualmente é parido abaixo de zero. Culturalmente é um indivíduo pequeno, ligeiramente acima do ignorante. Dizem-me, quem já trabalhou com ele, que, além de ser o pateta alegre da redacção e objecto de jocosidades várias, tem o mau hábito de se babar para ser visto perto daqueles que o referido idolatra.



Escreveu, num mau português, um conjunto de textelhos sobre o caso Apito Dourado, agrafou-os e chamou àquilo um livro. Ufanou-se da obra e julgou-se alguém.



Regularmente, demonstra ser um desperdício de ADN e orgulha-se disso. Durante algum tempo, quando lhe cheirou que o processo Apito Dourado poderia parir algo mais do que um rato da dimensão do dito Eugénio, o xabouco ousou morder ligeiramente nas canelas do Pinto da Costa.



Agora, que finalmente viu que a justiça portuguesa é feita de gentalha como o próprio Eugénio, sentiu-se na obrigação e dever de tecer umas loas idiotas ao homenzinho que lhe pode garantir uns pratitos semanais de lentilhas. Assim, Geninho escarrou umas linhas patéticas na introdução e na conclusão deste textito e, pelo meio, garatuja o mais reles e desprezível elogio que já vi um pasquineiro fazer ao clube regional assumidamente corrupto.



Tenho este jornalistazinho como um toleirão sem eira nem beira, mas apesar de o considerar ligeiramente aparvalhado não acredito que aja inocentemente. Deste modo, só posso aceitar aquele exercício de auto-apoucamento como uma tentativa desesperada de fazer o dono feliz.



Concluindo, não é de admirar que o dito zagorro com tantos anos de carreira nunca tenha conseguido ser mais do que é actualmente na sua profissão: um reles jornalistazito num reles jornal a quem nunca ninguém confiou o que quer que fosse em termos de responsabilidade.




escrito por Pedro F. Ferreira
TERTÚLIA BENFIQUISTA

Anónimo disse...

El Oporto hace ya bastante tiempo que arrebató el trono de Portugal al Benfica. Es un asiduo en la Champions, competición que ganó en 2004 con otro conjunto de muchos quilates (Baía, Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Costinha, Maniche, Alenitchev, Deco, Derlei, McCarthy, Carlos Alberto...) a las órdenes de un pedazo de entrenador: José Mourinho. Es el líder de la Liga portuguesa, donde sólo habrá tres equipos que cuenten, pero el caso es que Benfica y Sporting están por detrás. El Calderón deberá ser una olla a presión, porque el equipo lo necesitará. ¡A por ellos!

Anónimo disse...

A inveja no seu pior. É Vergonhoso e nojento como um jornal deixa passar um texto tão cheio da pior caracteristica do povo português.

O senhor queirós é um excremento ambulante, não presta, não tem valores. Existe só pela ódio e pela inveja.

O senhor devia ser atacado pela capangagem do porco da bosta, devia ser roubado cada vez que sai de casa, ou mesmo dentro dela, devia ter a família ameaçada.

Mas não tem, escolheu a vida mais fácil e permanecer fiel ao capo.

Sabia que há verdadeiros portistas contra o que se tem passado nas ultimas duas décadas?

Saberá porventura o prazer que dá ganhar limpo?

Ensinará os seus filhos, na escola a optar pela batotice, em vez da leadade e do saber?

Nós no Benfica não somos assim, nunca seremos. Tivemos em tempos um presidente bandido, e corremos com ele democraticamente.

O nosso caminho é o da glória pura, e essa acaba sempre por chegar a quem a merece, não a quem a comprou

joão p

Anónimo disse...

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=2f4025fe-0b06-4efd-bcb5-eb1b9514e1eb&idCanal=00003437-0000-0000-0000-000000003437

birbante disse...

Pois, os corruptos é que estão certos.

O Benfica é que fica mal na fotografia.

Já vi no circo, contorcionistas melhores.

O sr. tem a certeza que é jornalista?