AGORA ESTOU AQUI

domingo, janeiro 25, 2009

BANDEIRA AZUL...E BRANCA


FC Porto de novo na liderança.

O Benfica continua com o carburador entupido.

O Sporting oscilou entre a vitória e a derrota - e empatou.

O Sp. Braga hipotecou, em definitivo, as suas possibilidades de lutar esta época pelo título. Fez 20 minutos sensacionais, de domínio absoluto sobre o FC Porto, com o mestre da táctica a mostrar que é mesmo especialista. Depois, Hulk virou João Pereira de pernas para o ar, ainda por ali ficou (em fora-de-jogo, é certo) e conseguiu servir, na terceira tabela, Rodriguez (uma bela virada). Mais dez minutos, passe longo de ruptura de Raul Meireles (algo que me pareceu premeditado), Moisés hesita e deixa a bola passar, está lá Lisandro e o argentino não faz como Suazo e atira para a baliza quando Eduardo tenta tapá-la. Perfeito.

No detalhe se faz a diferença entre um campeão e um pretendente.

Mas o que distingue a vitória do FC Porto e o empate do Benfica não é apenas o pormenor que Lisandro resolveu e Suazo não.

Em Braga, o tricampeão só sofreu 20 minutos.

No Restelo, o Benfica sofreu 90.

Enquanto na Choupana, o Sporting sofreu 45 (até empatar, depois de Patrício ter evitado o 0-2).

Confesso que gostava de ver o Sp. Braga esta época a complicar a luta pelo título. Era uma oportunidade de ouro mas a verdade é que a equipa de Jesus tem baqueado nos jogos grandes. E ontem sofreu tantos golos como nos sete jogos em casa para o campeonato anteriores...

Para os dragões, é altamente moralizador virar em primeiro lugar. O próximo desafio pode marcar em definitivo a diferença entre a equipa de Jesualdo e as outras. Não será fácil, porém. O Belenenses de Pacheco está a crescer, a crescer...

Destaque ainda para o Estrela da Amadora, que continua a subir no horizonte, apesar da penúria. E para a Naval da Ulisses (outro mestre da táctica). O Paços de Paulo Sérgio quebrou a grande série de Tulipa. Também lá por baixo as coisas estão animadas.

Podemos não ter um grande campeonato mas que segue vivo, sem dúvida que sim.

16 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Eugénio, faça as contas ao número de jogos que o Porto virou depois de se ver em desvantagem e depois reveja o jogo da Pedreira até ao primeiro golo portista...

O Sporting de Braga foi, em duas partidas, obrigado a abandonar quaisquer veleidades que tivesse a algo mais do que uma qualificação europeia. Mas o que fica no final das contas é que "a equipa de Jesus tem baqueado nos jogos grandes". É assim que o poder dos mesmos se vai mantendo...

Só espero que estas coisas não tenham um efeito desmobilizador no seio da equipa do Braga. Entre a massa adepta, de certeza que terá... infelizmente. No plano económico, é um tremendo golpe nas finanças da SAD - que deveria desinvestir de imediato (mas que no actual contexto, terá dificuldades em fazê-lo).

Na verdade, dá vontade de rir ouvir uns senhores de gravata falar, muito preocupados, na problemática dos estádios vazios...

Anónimo disse...

Ouvi dizer que houve 3 penaltis por marcar contra o Porto. Será verdade e o senhor naõ fala nisso porque não é relevante ou por se ter tornado hábito nos últimos 25/30 anos?
jraugusto

Anónimo disse...

No jogo que eu vi ontem, houve uma equipinha que se livrou de levar uma goleada à antiga.

Até poso dar de barato que o brguinha teve posse de bola nos primeiros 15 minutos, mas... ne3m um lance que se posa apelidar de perigoso... Quanto ao contrário, cada jogada de ataque, cada oportunidade de golo.

Livraram-se de uma boa, foi o que foi...

Anónimo disse...

Sera que você viu o jogo todo do porto? a unica diferença que se viu entre o porto e o resto das equipas deste campeonato, o tal detalhe, e que nos outros estadios fala-se em roubalheira e ali fala-se em sorte no jogo, afinal quem e a equipa beneficiada do campeonato?

Anónimo disse...

Até o Jorge Coroado diz que o golo do Tomás Costa é legal e foi MAL ANULADO.

chateaufiesta disse...

Estes jornaleiros já estão tão habituados a dizer que o Porto não foi claramente beneficiado que até o fazem sem pensar...
1º golo com fora-de-jogo (apenas o golo mais importante de um jogo);
3 penalties contra o Porto que não foram marcados.

E o mais interessante de tudo é que hoje nas capas dos jornais desportivos só um faz manchete com o assunto, os outros remetem para notas... Quando foi o Benfica a marcar com golo em fora-de-jogo meu deus, caiu o Carmo e a Trindade em todo o lado.

Não falam de 2 penalties que ficaram por marcar a favor do Benfica etc. Assim é fácil o Porto ir à frente, a ser ajudado pelos árbitros e os outros a serem roubados é apenas "natural"

Anónimo disse...

Eugénio Queirós no seu melhor! Que classe! Que isenção!!!! Sim senhor! Belo jornalismo! Por menos do que isto até os do Jogo são despedidos. E bem!

Mário Júlio
Cedofeita

Miguel disse...

Sobre a roubalheira do Paulinho Costa nem um comentário!

De tão habituais nem vale a pena comentar!

É assobiar para o lado e fumar mais um cigarro, não é?

Tanta gente boa que morre com cancro do pulmão....

Grilo Falante disse...

ó JR Augusto, três penalties? Nãããã, foram praí uns dez!!! E seis golos mal anulados ao Braga. E trinta golos em fora-de-jogo ao Porto. E quinze expulsões de jogadores do Porto perdoadas.
Tenha juízo...

Anónimo disse...

Jesus tem sido o Cristo. Ele e os apóstolos.


LAM

low desert puke disse...

Nao sò o Benfica nao sofreu 90 minutos, como o sporting na Choupana nao sofreu sò 45.

O amigo deve passar mais tempo a olhar para a cerveja e para as batatas fritas do que para a televisao, durante os jogos, porque fez mal as contas.

Contas certas fez o porto em Braga, visto que è a equipa que mais "argumentos" mostra em termos matemàticos. E por matemàtica todos sabemos que è tudo aquilo que devia ser eliminado no futebol portugues, mas em vez continua a acontecer nas alturas certas durante os jogos certos.

Anónimo disse...

Quem tem cu tem medo, e com jornaleiros com umas regueifas destas só podia dar num post destes, de merda.

Anónimo disse...

A razão porque o Porto é o leader em vez do Sporting é porque o golo em fora de jogo foi assinalado e o do Porto não.

Dragay disse...

Uma vez mais branqueia-se a arbitragem tendenciosa, espero que o Leirós faça uma análise limpa e séria.

Um treinador como o Jesus que anda na bola há mais de 20 anos, não sei, como não conseguiu ver ontem a maior roubalheira de sempre!!!
Onde anda o Mesquita?

Um golo fora de jogo???? 3 penaltis por marcar???

É muita fruta, é muito chocolate, é muito café com leite...

Anónimo disse...

Senhor Grilo Falante quer explicador?
Vamos lá então:
1º penalty carga sobre o Allan;
2º carga do Helton sobre o Meyong (e faltou a expulsão do g.redes)
3º mão do Guarim intencional (até se inclinou para dar o btaço à bola).
No 1º golo do Porto - tem alguma dúvida? Então nam com explicação lá vai.
E o golo do Tomas Costa é bem anulado.
Entendeu ou....
jraugusto

Anónimo disse...

24/07/2008 FUTEBOL
Depois de rescindir contrato com o clube
"O FC Porto sempre me tratou bem", diz Paulo Assunção

Alegou a chamada "Lei Webster" para rescindir contrato com o FC Porto em Maio passado, vinculando-se pouco depois ao Atlético Madrid. Porém, Paulo Assunção garante que sempre se sentiu muito bem no clube "azul-e-branco", ao qual assume que deve muito da sua evolução enquanto futebolista.

Porquê então alegar a polémica lei que permite a um jogar ficar livre após três anos num clube desde que tenha mais de 28 anos? A resposta de Paulo Assunção, em entrevista ao diário espanhol As: "Levava quatro anos no FC Porto e podia recorrer a esta lei e foi isso que fiz. Falei com o meu representante e entendemos que tinha de fazer o melhor para mim. Tenho 28 anos e possivelmente estou no melhor momento da minha carreira. O meu objectivo é ganhar títulos numa Liga nova como a espanhola e ter novas experiências".

De qualquer forma, fica as plavras elogiosas para com o FC Porto: "Sempre me tratou bem, sobretudo os adeptos e os companheiros. É um clube ao qual devo muitas coisas e terá sempre o meu carinho.
Deixei lá muitos amigos, mas não me sinto em nenhum momento obrigado com o clube".