AGORA ESTOU AQUI

segunda-feira, novembro 10, 2008

MUITO ANTES DA PONTE DA ARRÁBIDA...


Época de 39/40. Enquadramento - o F. C. Porto tinha ficado em terceiro lugar no regional, mas participou no campeonato por causa de uma manobra administrativa. A Federação Portuguesa de Futebol fez o alargamento à pressa, as portas abriram-se. Os portistas foram campeões e estiveram quase a consegui-lo sem derrotas, mas, a 21 de Abril de 1940, perderam no Lumiar. O Sporting venceu por 4-3 com o golo da vitória a ser marcado a 20 segundos do fim. Ângelo César, o presidente da altura, já reclamava os privilégios dos clubes de Lisboa. Na equipa distinguiam-se os croatas Petrak e Kordrnya

Depois de ter conquistado os campeonatos de 38/39 e 39/40, o FC Porto sonhava, pela primeira vez, com o seu terceiro título consecutivo. Mas já na época do "bi" a prova teve que ser alargada de forma a repor a "justiça", após uma decisão da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contrária à da Associação de Futebol do Porto, que colocava o Leixões no "Nacional", em detrimento dos (campeões) portistas. A ilógica da determinação federativa era tal que a formação de Matosinhos recusou o lugar, alegando que a equipa que deveria estar por direito na fase final era o FC Porto. E o FC Porto, com Mihaly Siska no comando técnico, provou então, que era a melhor equipa nacional Na temporada de 40/41, a FPF radicalizou as suas acções de forma serem mais eficazes. Angelo César, presidente do FC Porto, utilizava, naquela altura um discurso (idêntico àquele que viria a ser retomado por Pinto da Costa) contra os poderes instituídos em Lisboa, contra as arbitragens que prejudicavam constantemente as equipas do Norte favorecendo, por outro lado, as do Sul. E quando se levantou a grande polémica que marcou a época de 39/40, Angelo César clamava por justiça, mais do que nunca. Para não voltarem a ser incomodados e ainda, por cima, obrigados conceder-lhe razão, os senhores da FPF irradiaram o presidente portista. Os portistas elegiam simbmente Angelo César para presidente da Assembleia Geral, mas o grito de revolta ecoava por toda a cidade. Por coincidência (?), desde que a voz incómoda de César foi amordaçada, começaram então as arbitragens que de forma descarada prejudicavam sucessivamente o FC Porto, como se pode constatar na consulta de qualquer jornal da época. Logo no primeiro jogo entre os "grandes", o Sporting recebeu os portistas e ganhou por concludente 5-1. Como se não bastasse o resultado ser tão desequilibrado, o sportinguista João Cruz lesionou gravemente o guarda-redes portista, Bela Andrasik, que foi evacuado para o Hospital de São José. Henrique Rosa, o homem que de negro vestido, pintou a sua actuação de verde e branco, encarregou-se de consentir o terceiro golo na sequência de um fora de jogo claríssimo e validou o quarto tento, quando o guardião Andrasik se contorcia com dores no chão, graças a duas fracturas nos ossos da face, depois da agressão de João Cruz.
A guerra Norte-Sul adensou-se ainda mais quando Carlos Pereira, a meio da época, optava por jogar no Unidos FC, um clube de Lisboa que lhe ofereceu o dobro do vencimento que auferia no FC Porto e ainda 30 contos de "luvas". A equipa portista, sempre comandada por Siska, ainda conseguiria fechar o campeonato com uma vitória de 5-2 sobre o Benfica, mas a derrota consentida no Lima, ante o Sporting tinha-a já atirado irremediavelmente para fora da rota do "tri", naquele em que seria mais tarde recordado como o ano em que os árbitros viraram "anjos negros".

11 comentários:

Valdemar disse...

Coitadinhos... Ó sr. Eugénio, estou quase a chorar. Esse seu longo texto a relatar acontecimentos de 1940, de facto explica porque é que está bem que o seu presidente tenha sido apanhado em flagrante a cozinhar nomeações de árbitros. Então está tudo bem. Como em 1940 o FCP foi roubado, então agora está tudo bem. Podem roubar à saciedade. Força. Quer que eu lhe aplauda a sua honestidade mental? Bravo!

Captomente disse...

Ouve lá, porque não bazas do Record e não vais trabalhar prós site do Porto ou pró Jogo? Já andas na porto tv, pouco mais falta. É mesmo verdade o que dizem sobre os cães: quando os donos lhes batem quando são cachorros, mesmo às portas da morte, lambem-lhes as mão na mesma. Assume a tua posição natural de quadrúpede, meu.

luizinha disse...

E nunca mais mudou nada, ó genico, ainda há pouco eu pensava, com a comunicas de lisboa em delírio, toda, pela vitória do Benfica sobre uns mortos do carago.

jota b disse...

E o árbitro terá perdoado um penalty pa cada lado, ó ogénio, tratante, que assim reduzes cada coisa, superficial e preguiçosamente, talvez por te já custar contar até três roubados ao Porto, que nem o Leirós quis ver, é verdade, e então já estamos tramados além do árbitro com mais estes comentadores de vão de escada. Mas vós andais a beber cerveja a mais para o peso que o sofá vos apara, seus desgraçados.

maiskemaluko disse...

Andas com medo Geninho, e entao mais um post a glorificar o FCP.
Por este estas perdoado, pois a verdade e para ser recordada.
Espero agora algo sobre as epocas do Flatulento, Poletao de Segurança, guardas abeis etc. etc.
Eu sei, posso esperar sentado.

PPA disse...

Existe uma diferença entre ser roubado e dizerem que foram roubados.

Anónimo disse...

(Época de 39/40. Enquadramento - o F. C. Porto tinha ficado em terceiro lugar no regional, mas participou no campeonato por causa de uma manobra administrativa).

Afinal, as histórias dos Apitos não são só de agora!!! Já têm mais de 60 anos de existência!!! Isto só vem confirmar, que afinal, os APITOS já fazem parte da "cultura" deste clube e dos seus dirigentes há bastante tempo.Hábitos antigos não se mudam fácilmente.

Anónimo disse...

Mais uma vez, desonestidade intelectual. Neste aspecto, e campeao.

Vou tornar-me ladrao quando for grande, pois ainda ontem vi um tipo a roubar um banco. Se ele rouba, eu tambem tenho direito. Imbecil!

O que e que interessa o que aconteceu no futebol, quando ainda nao havia futebol em Portugal?

E o que e que isso tem haver com o que acontece em Portugal com a corrupcao no futebol actual?

Mr. Shankly disse...

Deves ter levado cá um entalão em Gaia...

Pedro disse...

Estes ressabiados quando o Eugénio escreve a atacar o fcp, logo o levam ao auge, exemplo de jornalismo, blablablabla....

Quando faz o contrário, é porque não passa de um animal, foi coagido, levou nas trombas, mais um seguidore, avençado...

Tenham a noção do ridículo.

Já agora, porque é que vos incomoda tanto saberem um pouco de história? Não é a ela que recorrem sempre para vos acomodar o ego??

tsss.....

Anónimo disse...

Deve ter sido a unica vez que o fcp foi prejudicado, mas ainda hoje se andam a vingar desses tempos, coitados, tanto rancor para quê, deviam gastar as suas energias não na batota mas na seriedade, isso sim é que era bonito!!!