AGORA ESTOU AQUI

quarta-feira, novembro 26, 2008

5.º ÁRBITRO PARA QUÊ?


"
El trencilla más mediático de la Bundesliga se gustó el pasado domingo en el Stadion am Bruchweg de Mainz. Ni corto ni perezoso, sin consultar a nadie y sin autorización previa, Thomas Metzen saltó al césped con dos tarjetas amarillas en el bolsillo. Cuando la situación lo permitió, mostró una en cada mano a dos jugadores durante el partido entre el Mainz 05 y el Sant Pauli, de la segunda división alemana.La federación alemana llamará a consultas al colegiado protagonista, ya que según Hellmut Krug, delegado arbitral de la DFB, "el árbitro no es el que debe dar espectáculo en los partidos. Metzel ha hecho mucho daño a sí mismo y a toda la clase arbitral", manifestó.

"


2 comentários:

Anónimo disse...

Isto não tem nada a ver com o 5º árbitro.

O que aqui fica provado é a necessidade de profissionalização exclusiva dos agentes da arbitragem.

Se Paixão, por exemplo, por ser engenheiro, consegue de imediato aplicar cálculos de velocidade vs. força, de maneira a medir numa fracção de segundo a intensidade de uma falta na grande área, coisa que a maioria dos mortais não está habilitada, este da foto deve ser operador de placa nalgum aeroporto da terra dele. Habituado às raquetas de sinalização aos aviões, aplica os conhecimentos quando apita os jogos.
Aliás neste caso, ganha-se consideravelmente no tempo útil de jogo.


LAM

Anónimo disse...

Sr. Eugénio,
o seu fascinio pela arbitragem vai em crescendo!
Até já publica textos em espanhol.