AGORA ESTOU AQUI

sábado, outubro 11, 2008

UMA MENSAGEM DE DANIEL REIS

Caríssimo:
Um abraço e, ainda que isso não seja muito relevante, anota que te vou lendo e não estás sozinho. Há muita gente a pensar, genericamente, de acordo com o que escreveste, mais adjectivo menos adjectivo, e ressalvados eventuais excessos de linguagem, pois tratando-se de um artigo de opinião, o que deve ser é essencialmente livre.Mais: para que não penses que escrevi só para te manifestar uma solidariedade genérica e difusa, regista o que segue. 1º - Discordo em absoluto das conclusões comunicadas pelo Conselho Deontológico e, específicamente, considero que que o teu artigo «não fere» valores éticos gerais, «nem ofende princípios de cidadania», ao contrário do que diz o CD.Acrescento, para que conste e registes:2º- Fui, com muita honra, uma trabalheira e um ror de chatices, presidente do CD do Sindicato. Isso não me inibe porém, absolutamente nada, de discordar de uma decisão do Conselho actual. Mas também não se pode inferir daí que não respeite ou desconsidere o Conselho Deontológico. Pelo contrário. Só que, cada um é livre de decidir nas funções que eventualmente ocupe e em função da sua consciência. Mas sempre na certeza de que é responsável pelo decidido. Nada mais que isso.3º - Não seria necessário acrescentar, se esta mensagem fosse apenas para ti, que falo com conhecimento de causa pessoal sobre a questão em apreço. Mas não vale a pena, pois das deficiências ou eficiências de cada um, só ele próprio saberá. E a sociedade é que deve cuidar de todos, sobretudo de quem mais precisa e em razão das suas necessidades.Mas sempre acrescento que prefiro o silêncio de uma piscina ou o recato do exercício individual, mesmo se no barulho de um ginásio, que a exibição pública (e pela televisão global) das mazelas de cada uma, ainda que sob a capa do exemplo no esforço para as superar.Um abraço e não desistas da escrita no teu blog, apesar da enxúndia de críticas e um parecer respeitável, sim, mas a meu ver desastrado, do CD do nosso Sindicato.
Daniel Reis, jornalista, antigo presidente do Conselho Deontológico dos Jornalista

PS - Obrigado, Dani. Não é por nada mas um apoio é sempre um apoio sobretudo quando vem de alguém que foi um modelo profissional para quem dava os primeiros passos na profissão. Foi soBretudo lendo o que Daniel Reis e João Querido Manha escreviam que ganhei...o meu estilo. Ah, para além do mais não esqueço aquele jantar de queijos, algures em Odivelas, nos tempos em que eu era um triste exilado na Mouraria e era obrigado pelo orçamento a optar entre almoço ou jantar.

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

A tua inspiração jornalística é o J.Querido Manhã?!...Tem vergonha!

maiskemaluko disse...

Nao ligues Geno, os caes ladram e a caravana passa !!!!
Bons tempos os da Mouraria, nesse
tempo estavas elegante, agora que começaste a comer fiado e o que ve.

Kadja disse...

Usar terceiros para te desculpares, é deveras reprovável. Devias, e muito bem, ganhar vergonha, e pedir as devidas desculpas.

Mais em cima, a campanha a favor do "Eficiente" continua!!

josé carlos soares .˙. disse...

Geninho, pedir desculpa não envergonha, mas apenas quando existe razão para isso, o que não é o caso.