AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, outubro 23, 2008

Lubos Michel Parabéns


Faltavam ainda cinco anos para entrar numa merecida reforma dos relvados, mas um dos melhores árbitros do Mundo decidiu terminar a carreira, aos 40 anos por motivos profissionais.
O árbitro eslovaco que foi recentemente submetido a uma operação ao tendão de aquiles é Internacional desde 1994, e esteve presente nos Mundiais de 2002, na Coreia e no Japão, de 2006, na Alemanha, e nos Europeus de 2004 e 2008.
Lubos Michel dirigiu na época passada a final da Liga dos Campeões, que opôs no Estádio Luzhniki, em Moscovo, o Manchester United ao Chelsea.
Na sua carreira internacional, dirigiu mais de 50 jogos das competições europeias, entre os quais a final da UEFA em 2003, ganha pelo FC Porto de José Mourinho ao Celtic (Escócia), em Sevilha.
Ainda tinha muito para dar à arbitragem mundial, mas compreendo perfeitamente que chega um momento em que não se consegue conciliar a carreira profissional com a arbitragem em part-time.
A Federação Eslovaca de Futebol (SFZ), confirma a decisão e assim sendo desejo-lhe felicidades para o seu futuro.

3 comentários:

Anónimo disse...

Sr. Leirós,
sabe que ele iniciou uma carreira politica e que muita gente vaticina que Lubos Michel será candidato a primeiro-ministro da Eslováquia? Que nos ultimos tempos poucos jogos fazia no seu país? Para não desgastar a imagem.
Opções de vida!!! Para quem já arbitrou todas as finais europeias.

Dinis disse...

Ûm grande árbitro, dos melhores do mundo no momento. Abandona precisamente quando estava no auge, na posse de uma grande experiência, no topo.
Teve a sorte de ser indicado para internacional aos 25 anos, beneficiando na altura da separação da checoslováquia em eslováquia e rep.checa.
E na eslováquia havia que indicar árbitros internacionais, e foi assim que o jovem lubos, recem chegado à 1ª categoria da ainda checoslovaquia, aquando da separação de quase 2 pulos de uma só vez.
No entanto não foi só sorte e oportunidade, o valor estava lá e pouco a pouco confirmou que iria chegar longe. Tivessem alguns portugueses a oportunidade de antes dos 30 anos serem internacionais e começarem desde logo a arbitrar lá fora e a ganhar estaleca e rotina internacional e poderiam chegar tão longe com o lubos.
Só para dar um exemplo o Pedro Proença foi árbitro de 2ª Categoria 7 épocas creio eu. Quando chegou à 1ª Categoria tinha 29 anos já. Chegou a internacional já com 33...perdeu-se muito tempo.

André Correia Maricato disse...

Pode ser um grande árbitro, mas da maioria das vezes que apitou jogos do Benfica não o mostrou. Fico aliviado, pois o SLB este árbitro já não "apanha"