AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, outubro 21, 2008

Liedson

Realizou-se mais uma eliminatória da Taça de Portugal, em que aconteceram algumas surpresas, mas as arbitragens mantiveram a regularidade habitual nesta competição.
Em Leiria Liedson protagonizou um lance que deveria servir de exemplo para todos os futebolistas nos próximos jogos, pois assim poderemos deixar de dizer que só acontece nos campeonatos estrangeiros.
Liedson ia entrar na área de grande penalidade e foi puxado acabando por cair. Carlos Xistra abriu os braços dizendo que não havia falta e o avançado do Sporting levantou-se recuperou a bola e marcou golo. Há uns tempos atrás no jogo de Vila do Conde o defesa do Rio Ave em cima da linha de baliza quase defendeu a bola com a mão para evitar o golo do Benfica, não o tendo conseguido.
Este quase foi o suficiente para o mesmo Carlos Xistra não o punir disciplinarmente. Porque se o defesa tivesse jogado a bola com a mão e impedido que ela entrasse era expulso com cartão vermelho por destruir uma clara oportunidade de golo.
Mas, por outro lado, se o defesa tivesse jogado a bola com a mão e não conseguisse evitar que a bola entrasse, o golo era válido e Xistra teria que exibir o cartão amarelo ao defesa.
Voltando a Liedson, que quando foi derrubado e Carlos Xistra tivesse assinalado a falta, teria que exibir o cartão amarelo ao defesa do Leiria, porque o avançado não se encontra num clara oportunidade de golo.
No entanto, Liedson levantou-se quando se apercebeu que Xistra disse que não havia falta e com essa atitude acabou por marcar um golo.
Era bom que daqui para a frente todos os profissionais percebessem que não vale a pena estar a reclamar algo que podem ter razão, mas que a arbitragem não viu assim e não puniu.
Será perder tempo e quem sabe uma jogada de golo.

Esclarecimento ao nosso leitor que comentou o seguinte "Agradeço ao Sr. Leirós o facto de me ter censurado um comentário.É que, de facto, eu apenas pretendia conhecer o seu espírito democrático. Para quem aparece a candidatar-se a juntas de freguesia em eleições autárquicas, não abona muito a sua atitude "castradora" da opinião dos outros".

Sr. Zé da Póvoa fique sabendo e esclarecido que ninguém o censurou. Mais, quem me conhece sabe, que com grande naturalidade, aceito opiniões diferentes das minhas, bem como as criticas ao que faço.
Aliás, como desportista, reconheço que há sempre quem ganhe e quem perca e podem até empatar. Quero-lhe dizer que a Democracia é um factor primordial, sendo o direito à opinião contrária, um dos pilares máximos da liberdade.
Ao longo do tempo habituei-me a ler aqui a sua opinião e participação, e por isso reservei o direito de lhe exprimir o meu ponto de vista ao seu comentário.
Um abraço.

5 comentários:

Zé da Póvoa disse...

Sr. Leirós,
Estaria tudo muito bem se tivesse publicado o meu primeiro comentário, ainda que no prolongamento.
Não o fez, presumo que por ser crítico do Sr. Marcelino, por isso mantenho tudo o que disse.

Anónimo disse...

Nestas noites de desgosto tripeiro lembro-me sempre do guarda Abel e seus capatazes depois de um certo Milan-Benfica e acabo fatalmente a festejar com uma taça de champanhe...

JMM disse...

A este propósito, irrita-me solenemente essa coisa tão vulgar em campos portugueses que é os jogadores, especialmente os brasileiros, preferirem abdicar da jogada e da possibilidade de fazer golo para tentar enganar o árbitro na maior parte das vezes atirando-se para o chão ao mínimo toque do adversário. Vejo habitualmente na tv jogos dos campeonatos inglês e alemão e ali não se vêem essas farsas, os jogadores são muito mais sérios e dão credibilidade ao jogo, mesmo quando são realmente carregados tentam mesmo assim ganhar o lance sem se preocupar se o árbitro vai marcar ou não. Aqui é uma vergonha, o objectivo é arranjar um penaltizito seja falta ou não seja. Este lance do Liedson foi a excepção, oxalá faça escola e passe a ser o habitual. Mesmo sem ser sportinguista, fiquei contente por ele ter marcado o golo daquela maneira, porque o nosso futebol anda muito por baixo em termos de seriedade e precisa de exemplos como este.

Jose Leirós disse...

Sr. Zé da Povoa que comentário?

Escreva-o outra vez neste post.

maiskemaluko disse...

o tal ze nao pode neste momento escrever, pois esta com azia !!!!