AGORA ESTOU AQUI

segunda-feira, outubro 13, 2008

NOVO ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA

«O FC Porto é actualmente o emblema nacional mais representativo de Portugal no estrangeiro. Atestam-no inúmeros testemunhos provenientes de todos os quadrantes e só a cegueira não admite vê-los.
Pese embora esse somatório inédito de êxitos quase ininterruptos, abutre famintos, ratos do bueiro, vendedores de palavreados, vendidos sem alma e assalariados do dinheiro ou da cobiça, cansam-se até à exustão na tentativa vã de fazer esquecer...o inesquecível.

Com amigos deste ninguém precisa de inimigos!

Tendo por pano de fundo tudo aquilo que construímos e o muito que haveremos de fazer, nós, portistas, desprezamo-los!!!»

in REVISTA DRAGÕES

49 comentários:

Ricky_cord disse...

Por muito que possa custar o homem tem razão

maiskemaluko disse...

De facto no estrangeiro sao muito conheçidos !!!!! ahahahahahah

nicoleme disse...

Nem havia que o dizer, o efeito de inveja é tanto que, não fosse o mérito igual ao nome, dir-se-ia que bem bastam os adversários do Porto para o guindarem ao nível do seu inquestionável valor.

Como os curas ignorantes que ao longo do tempo enalteceram Darwin, espalhando aos ventos a sua "Teoria das Espécies" contra si-mesmos, por uma vez úteis, sem saberem, na sua temível guerra de valentes ignorantes, lembrando o agora semelhante exército de invejosos pavões.

Valdemar disse...

Por mais que este senhor insista, eu, como cidadão português e amante do futebol nacional, não me revejo nem o autorizo a dizer que me representa a nível nacional.

Eu, ao contrário desse cavalheiro e dos que o aplaudem, não acho bem que se ganhe recorrendo aos truques e subterfúgios que já toda a gente conhece, e que constam em escutas, que ele e outros como ele, nem tentam negar.

Não, este senhor não me representa, e não admiro a equipa à qual preside. Nem a nível nacional, nem a nível europeu. A questão que se coloca e que vai ficar sempre a pairar sobre as vitórias do Porto é a seguinte: Será que as conseguiriam honestamente, com fair play, jogando apenas futebol no campo?

Apenas um apontamento para sublinhar a ideia e diferença de estilos. A diferença de educação entre as atoardas arremessadas por esta personagem e o homem que preside aos destinos do meu clube, nas diversas entrevistas que deu nestes dias. São diferenças de estilos, de educação. Mais do que de região, porque sei que no Porto também existe gente honrada e educada.

E depois há os outros, que escutam as palavras desta pessoa e lhe servem de peões nesta guerra fria contra inimigos que inventa nos que lhe dão jeito, onde não hesita em jogar o orgulho da região do norte com o objectivo único de se manter ao leme dos destinos da associação de onde lhe deriva algum poder e o dinheiro que possui desde essa altura.

Não, definitivamente, este senhor não me representa.

Anónimo disse...

È verdade,

Em Sing-Sing, Dartmoor,Frejes, Custóias, Regio di Calábria, Palermo, Bamharia,Nápoles, Rua Escura e Lausanne são muito conhecidos.

São olhados com admiração e alguma inveja, porque nem todos podem ter
D. Giorgio Bufone como capo.

Existem mesmo anões miopes,

Anónimo disse...

Eheheheheheheheh. Está boa, está. Muito boa. Eheheheh. Estes gajos são patéticos!!

lucile disse...

Valdemar, oh, mais um invejoso, convencido de si-mesmo, porque lhe disseram tanto tanto que assim foi, inventivos, que ele acredita, piamente, pondo as mãos no fogo, que o Bieira dos pneus tem razão na sua guerra de intriga.

E o modo como o diz não é inocente, não, ele sofre de raiva, a dizê-lo, sem dar conta, como no "Amadeus", coitadinho.

doolite disse...

Oh, ao fim,
o TAS a ber
é que TAS certo
como TAS a
ber ao fim.

Ou como lá diz o outro, a berdade lá bem ao de cima, sempre, como o azeite, é claro, sobre o azul doirado.

Anónimo disse...

oh valdemar, seu aziado, mas o porto foi condenado em algum lado que nao seja o CD da liga?
ou o CJ da federaçao?
NAO ANIMAL, pelo contrario, ta a ser ilibado, o PC ta a ser indmenizado, custa-te nao e animal?
deixa la que eu tb n me vejo representado no ben7ica, o clube das gayvotas e das papoilas saltitantes que pagou dividas ao estado com acçoes n cotadas na bolsa, teve o ricardo rocha a jogar meia epoca mal inscrito, entre muitos outros!
saudaçoes para ti animal! e viva o FCPORTO, o clube port(o)gues mais respeitado no MUNDO!

Anónimo disse...

Ora aí está um verdadeiro hino ao ódio. Contra tudo e contra tudos, etc, etc, etc.

Anónimo disse...

...o ódio que voces incentivam com ressabia frustração e inveja....a inveja de quem se contenta com torneios do guadiana...porque não tem capacidade para ganhar mais nada

Valdemar disse...

Ó anónimo, aziado, eu? Não sou eu que venho para um blog insultar escondido atrás das moitas do anonimato, como você. E é por raivinhas e insultos desses que o Porto tem dificuldades em se afirmar como mais que um clube de bairro.

Eu não estou aziado, mas acho alarve que venha o presidente do FCP dizer que representa Portugal. E digo-o sem recorrer ao insulto, que é a arma dos que não têm razão. Ele a mim não me representa.

Quanto ao que o cavalheiro menciona, acerca de não terem sido condenados, isso é um facto. Até porque o FCP ASSUMIU A CULPA. Quem recorreu foi o presidente. Está recordado? Aliás, eles não desmentem os registos, apenas os tentam tornar inválidos para o processo. Mais básico ainda, para que entenda: eles não dizem que não corromperam, dizem sim, que as provas que existem de que o fizeram, não contam.

Tudo isto é uma fábula: o culpado diz que é inocente e foge com o rabo à seringa, e quem paga as favas é o clube. Vá-se preparando. Meta os olhos no Boavista, Salgueiros e outros que copiaram o modelo "Pinto da Costa". Veja onde estão e como estão. O chico-espertismo tem os dias contados.

Reafirmo: O FCP a mim não me representa. Pelas atitudes anti-desportivas do seu presidente em duas décadas e que são públicas e estão registadas. Vir agora dizer que é mentira, é tapar o sol com a peneira.

E das duas uma, ou aceita que o seu clube actuou através de corrupção e pára de agir como virgem ofendida, que não é, você sempre soube como as coisas se fizeram, ou muda de clube. Escolha você.

Anónimo disse...

Grande Presidente.
Que luta que este homem dá a tantos invejosos e incompetentes!!!!

Anónimo disse...

Quero dizer ao sr Valdemar, que o meu clube não o representa, nem o quer representar. Quem o representa e bem, é o Benfica e os mancos que lá jogam e os impolutos presidentes que por lá passam, tão honestos no futebol, mas condenados na justiça civil a penas de prisão, uns por crimes de colarinho branco e outros por crimes de fato macaco.
Carlos sottomayor

barrabás disse...

O Valdemar tem toda a razão. Aliás é o obvio, só que a pala dos que pastam por cantumil nao permite ver. NINGUEM que goste de futebol reconhece mérito ás vitórias azul frutadas. Num estado de direito esta agremiação supercorrupta já tinha fechado as portas...enfim.

Anónimo disse...

Este ilustre artigo não será assinado pelo fantástico prof. de ginástica que também aparece na "Liga dos Últimos"com o seus célebres bitaites.Um programa de TV feito por portistas para portistas á imagem dos mesmos.
O lugar no paraíso está garantido, virgens á parte porque esse requisito não preenche o imaginário do PADRINHO.Prefere alternadeiras com vasta quilometragem.

DLZ disse...

o que lhes dói, aos MOUROS, é que continuamos a ganhar e a crescer, enquanto eles, coitados, desde SALAZAR que não são ninguém.

andaram 50 anos na mama da teta salazarista, mas ela acabou!

deixa-os berrar! quanto mais berram, mais se lhes vê a espuma e os perdigotos a saltar-lhes pela boca fora.

Anónimo disse...

Valdemar,

Não vale a pena.

Como todos sabemos, uma parte da região nortenha acha que o resto dos “tugas” não passam de carneiros sem capacidade de discernimento.

Como tal, é deixá-los ao sabor do cheiro pestilento que o Alá deles vai deitando e... siga a marinha! Para ganhar, no Norte, vale tudo.

E o homem é o maior. E o Porto é uma nação. E isto é tudo uma cabala de Lisboa. E o orelhas tinha droga nos pneus. E a procuradora é que inventou as escutas. A cassete deles é esta. Ouvem isto nas missas e repetem...

P.S.: Já agora, eu também não autorizo que gente deste me represente. Corrupção não é comigo.

Cumprimentos.

O Caçador disse...

Á ganda VALDEMAR !

Só falta o BEIGA, PARA TUDO ESTAR BEM NO reino dos benfas.

Os outros são todos corruptos.

Só falta saber quem foram os corrompidos?

Deixe-se de merdas e assuma-se.

Anónimo disse...

Ò valdemar vais ficar doido quando isto tudo acabar é que vais perder em toda a linha.
O que andaste a ler?!...

dragao vila pouca disse...

" Não, este senhor não me representa, e não admiro a equipa à qual preside."

Ai Geno que não consigo conter o choro, ai, ai, ai... o Presidente não representa o Valdemar, o Valdemar não admira o F.C.Porto, que tristeza, que pena, que lástima...o Valdemar, logo o Valdemar, essa figura de referência da blogosfera... ai, ai, ai, não como, não durmo, apetece-me fugir...quem me vem salvar?

Deixa lá ó Valdemar, isso ainda são efeitos da azia por teres levado na tarraqueta, mais uns dias e isso passa. Toma um Kompensan.

bLuE bOy disse...

Valdemar, o impoluto Valdemar... mais um anónimo de perfil não registado... hoje é o Valdemar, amanhã passa a ser o Toninho, no outro dia, o Chiquinho, depois o Luisinho... ai Valdemar, Valdemar, pronto, aguenta mais um pouco, pode ser?

Anónimo disse...

O exemplar caso de Lisboa

O esquema de atribuição de casas de forma arbitrária, para dizer o menos, pela Câmara Municipal de Lisboa dura há, pelo menos, 30 anos. É bom repetir a longevidade da aparente tramóia: 30 longos anos de impunidade. Os factos daquele que poderá constituir um dos maiores escândalos da política portuguesa das últimas décadas não estão ainda todos apurados. Longe disso. Quando estiverem - se vierem a estar... -, perceber-se-á melhor o alcance do estratagema, tão revelador do modo como tende a ser olhada pelos portugueses a "coisa pública".

Parece que, tanto quanto foi possível apurar até agora, terão sido entregues casas a amigos, amigos de amigos, correlegionários, amigos de correlegionários, artistas, amigos de artistas, jornalistas amigos (e até jornalistas inimigos que passaram a amigos) e, por fim, a efectivamente necessitados. No todo e por junto, qualquer coisa como 3200 casinhas a preços módicos: uma renda média de 35 euros com que qualquer português sonha.

O eterno vereador Pedro Feist não vê nisto qualquer problema, uma vez que, por se ter cristalizado, a entrega de casas sem critério já não provoca azia a ninguém. Pelo menos na Câmara de Lisboa.

A pergunta é: e deve provocar? Depende dos gostos. Se quisermos que o "jeitinho" e o pequeno favor, vetustos recursos dos portugueses para eliminar incómodos e alcançar benessses, continuem a minar as nossas instituições - e, por consequência, a nossa democracia -, não se vê, de facto, por que há-de ficar com azia quem beneficiou e quem foi beneficiado. Se quisermos dar um pulo qualitativo rumo à decência e ao mérito, eliminando pelo caminho as pressões espúrias e os esquemas ínvios como forma de alcançar o desejável independentemente do preço a pagar, então aí devemos ficar todos com muita azia.

Deve ser, aliás, por causa da azia que, apesar do fenómeno lisboeta atravessar a gestão de vários presidentes, foram ainda tão poucos os responsáveis que se decidiram a esclarecer um bocadinho do esquema, em que podem até ter sido apanhados sem nada saberem. Ainda assim, não deixa de ser verdadeiramente impressionante, mas ao mesmo tempo tão revelador, o silêncio ensurdecedor que rodeia este sinistro caso.

O que resta fazer? Restam duas coisas. Antes de tudo o mais, exigir que a lista dos beneficiários das casas ao longo dos últimos trinta anos seja divulgada na totalidade. Essa é a única maneira de separar o trigo do joio e de perceber quem actuou de boa e de má-fé. Segunda e de seguida: actuar exemplarmente sobre os prevaricadores. A impunidade em casos como este é um factor de tremenda corrosão para a democracia. E para a decência.

----

Lá para as "capitais" parece que se "portam mal" !!!!!!!!!!!!!!

Valdemar disse...

As verdades parecem doer. A alguns, pelo menos. Daí o esbracejar frenético nas teclas, a recorrer ao insulto. Argumentação lisa e honesta é difícil, quando se argumenta contra a verdade.

Confesso que não sou ninguém. Ninguém de referência. Eu sou eu. Um gajo da zona centro que pensa pela própria cabeça. E os cavalheiros que aí me insultam? São aficionados do FCP que pensam pela própria cabeça, ou meros peões na guerrinha norte-sul que Pinto da Costa desenterra de tempos a tempos, apenas para vos esconder que se anda a abotoar há duas décadas com comissões das transferências de jogadores? Mas isso é lá convosco. Se querem um presidente assim, têm legitimidade. O clube é vosso.

Agora, não queiram tapar os olhos ao resto da nação futebolística, à qual eu, embora não seja ninguém, pertenço. E eu não aceito que me queiram impôr esse senhor. Apesar de eu não ser ninguém, eu não roubo, eu não vou a casas de prostitutas, não corrompo ninguém, não mando ninguém bater em ninguém. Portanto, talvez, mesmo não sendo ninguém, seja mais que alguns que por aí andam a querer representar o país...

Anónimo disse...

"Atestam-no inúmeros testemunhos provenientes de todos os quadrantes..."

Mas quem?
Ah! Sim, o Eanes, o Artur Jorge, o professor Bitaites, a Laurentina...
Pois, pois o Ray Charles e o Stevie Wonder também vos conhecem!
E de ginjeira.
Haverá maior cegueira do que aquela que não quer ver - as vossas trapaças e jogos subterrâneos.
E só a cegueira como lhe chamas, e a canga azul, - acrescento - não admite vê-los.

maiskemaluko disse...

Ninguem te vai salvar pois a merda boia !!!!

calder disse...

Bah, não chateiem, o Valdemar é tolo, galinhola, além de vesgo, com todo o direito. se não, onde estava a diferença de uma genoveve valer por quaisquer valdemars mais que cento?

E eu ontrem vi o Valdemar, ali em Coimbta, descendo à fábrica de botõ4es da Caldeiroa.

E o Valdemar é desoeitado, pudera!

Anónimo disse...

E sai mais uma esfragadela!!!

É bem geninho! Esfrega quem um dia te deu na tromba!

NONY

nandao disse...

A máfia tinha de dar os seus frutos, mas enfim, num país onde se protege os criminosos, começo a pensar que Pinto da Costa foi um homem inteligente e deu ao FCP mais que os restantes 80 anos de história do clube.
Foi com café com leite, foi com fruta, foi com viagens a árbitros, foi com subornos, foi com deslocações de árbitros à sua própria casa antes dos jogos, foi... toda a gente sabe como foi, mas no final, o que conta são os títulos e o FCP nesse aspecto foi rei e senhor.

Atenção que a próxima ida à champions ainda não está encerrada, é bom que lembrem disso, porque, «Tantas vezes o cântaro vai à fonte que um dia deixa lá a asa».

Anónimo disse...

Aparelho socialista do Norte, tenham tomates! não se acobardem...defendam a vossa Região

Metro




Depois de concluída a primeira fase com o sucesso que todos conhecemos, em 21 de Maio de 2007, o Ministro Mário Lino assinou, com a Junta Metropolitana do Porto (JMP), um acordo para a expansão do Metro. Na presença do Primeiro-Ministro, José Sócrates!
O Governo dizia, então, que para pagar essa expansão, tinha de ter a maioria da empresa e nomear os seus homens para a administração. Por isso, nesse acordo, a JMP cedeu à exigência do Governo e, por troca, conseguiu um conjunto de novas linhas de Metro.
Em Junho de 2008, o acordo entra em incumprimento e, em Outubro, o mesmo Mário Lino apresenta-se no Porto dizendo que jamais irá cumprir o que assinou. "Jamé"!
Não o diz frontalmente! Usa o método que habitualmente se usa em política para aldrabar o parolo e a própria comunicação social: distribui um conjunto de fotocópias e promete fazer uma infinidade de novas linhas, entre 2018 e 2022.

Em conclusão:
O Governo não cumpre com o que acordou, por escrito! Prepara-se para não fazer nada! E goza com o Norte, aproveitando-se de alguns patetas que – clubisticamente – estão sempre prontos para lhe bater palmas por tudo o que for preciso. É o que temos! A Norte e a Sul.



"No tempo em que os homens tinham honra, um simples aperto de mão era o suficiente para selar um acordo. Hoje, nem a assinatura de um ministro, na presença do primeiro-ministro.

Infelizmente, não tem faltado quem, aqui no Norte, tenha batido palmas a esta falta de respeito e de palavra. Acho, no entanto, que não é difícil de perceber que só nos tratam desta maneira, precisamente, porque também há cá gente que, comportando-se servilmente, não se dá, ela própria, ao respeito.

Defender os interesses das populações que nos elegem não é berrar demagogicamente contra Lisboa a toda a hora e a todo o momento. Defender os interesses do Porto é nunca pactuar com quem ousar tratá-lo de forma desadequada ao respeito que lhe é devido".


Mário Rui Cruz
Blog BUSSOLA

LC disse...

Vila Pouca, vai lá escrever mais uns posts sobre os maiores carniceiros do futebol português que tanto idolatras como os andrés, paulinhos santos, rudolfos e afins.

Armindo disse...

Oh sôrGénio

Proponho que actualizes o blog e coloques o mesmo título a esta notícia:

"Apito Dourado: Acusação quer ilibar Pinto da Costa"

Onde já se viu, uma acusação pretender ilibar alguém???
Será que pretendem limpar a borrada que fizeram???
Onde pretendiam acusar alguém sem o ónus da prova???

Oh sôrGénio...

"A Procissão ainda vai no adro"

E como eu me vou rir dos Valdemares, dos..., dos..., dos Génios, dos..., dos...

in http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1028882

maiskemaluko disse...

lagartixa de vila pouca, quem te vai salvar ? eu que nao sou de rancores, ia faze-lo, mas de repente lembrei-me que a merda boia !!!!!

san bieira disse...

A verdade é uma, inveja dói que sa farta. E pica o corpo todo, além da alma, tanto que a cozer não precisa que lhe espetem, como ao chouriço, repetidamente, o garfo.

Eu que diga.

Entreguem lx aos mouros disse...

era pôr uma bomba em lisboa que os limpasse a todos. que não sobrasse nem um.

saudações a todos os Portugueses de gema, sem mistura de raça lisboeta com mouro e retornado das ex colónias.

Anónimo disse...

Não há tempo a perder com "maluquinhos" e "nandinhos" !

Anónimo disse...

«O FC Porto é actualmente o emblema nacional mais representativo de Portugal no estrangeiro. Atestam-no inúmeros testemunhos provenientes de todos os quadrantes e só a cegueira não admite vê-los.
Pese embora esse somatório inédito de êxitos quase ininterruptos, abutre famintos, ratos do bueiro, vendedores de palavreados, vendidos sem alma e assalariados do dinheiro ou da cobiça, cansam-se até à exustão na tentativa vã de fazer esquecer...o inesquecível.

Com amigos deste ninguém precisa de inimigos!

Tendo por pano de fundo tudo aquilo que construímos e o muito que haveremos de fazer, nós, portistas, desprezamo-los!!!»

in REVISTA DRAGÕES

dragao vila pouca disse...

Ó Che, obrigado por visitares o meu blog, mas não te inibas, bate à porta que eu atendo-te.
8,30 da manhã e o maiskemaluko já me fez ganhar o dia.
Insiste ò maiskemaluco que tu chegas lá.

Escroto disse...

O Valdemar vai ter que comprar um teclado novo, depois de se ter espumado em demasia para cima do actual.

De resto, ninguém lhe pede para se sentir representado pelo Pinto da Costa ou pelo FC Porto. Nem sequer o merece. E nem sequer tem o direito de se sentir de algum representado pelo FC Porto. Era o que faltava...

E neste mundo dos picanços e discussões gratuitas em torno da clubite de cada um, há algo que passa ao lado de quem está condenado a perder estas guerrinhas de internet (os adeptos dos clubes perdedores, claro está): É que, regra geral, o adepto de um clube ganhador está-se bem a borrifar para a ausência de reconhecimento do mérito por parte da coluna de adeptos adversários fanáticos.

São adeptos como o Valdemar que me fazem sentir o doce sabor do ódio e inveja alheias e dão às vitórias do clube que apoio um toque especial.


Na volta, este Valdemar é o Valdemar Duarte, o medíocre jornalista que fazia a malta tirar o som da TVI durante os jogos.

Anónimo disse...

A diferenca entre o grande FCP e o clube das gayvotas, é como a velha dicotomia entre o BEM e o MAL, entre um PORTUGAL a preto e branco e o outro a cores, entre a realidade e a propaganda.Bastou o sopro da liberdade para que o clube oprimido se transformasse em marca planetária, ao contrário de outros que sentem nostalgia do "autrement", mas não se iludam, o gene da grandeza já lá estava desde os primórdios da fundação, só esperava, que uma mente brilhante lhe toma-sse conta do leme.A Obra do mestre, nunca poderá ser confundida com mestres-de-obra, que aparecem e desaparecem ao sabor das marés.

PSousa*Bancada Directa* disse...

As vezes a cegueira está generalizada.

Continuação de bom trabalho neste blog.

Abraço

maiskemaluko disse...

Lagartixa de bila pouca, obrigado
por reconheceres que te ajudo a ganhar o dia. --- Infelismente e enquanto existir o Rendimento Mininmo terei indirectamente de o fazer !!!!!

Valdemar disse...

Não sou nenhum gajo conhecido. Sou um adepto de futebol como há muitos. E sportinguista, se é que isso interessa para o caso. E quando ouço o presidente de uma equipa, que é mais conhecido pelas trafulhices que faz, dizendo que representa o país, o mínimo que posso dizer, é que a mim, que sou Português honesto, não representa, de certeza absoluta.

Os cavalheiros que por aí recorrem ao insulto pessoal, mostram que não têm argumentação. Sabem que tenho razão e contra a razão não se consegue contra-argumentar. E vão continuar a insultar.

Por outro lado, o que escrevo deve-lhes fazer mossa, porque se dão ao trabalho de responder, ofendidos, é sinal que o que digo não lhes fica indiferente. Ainda bem. É sinal que têm consciência. Usem-na para analisar. Deve-se ganhar a qualquer custo? Ou as vitórias ficam para sempre inquinadas pelo veneno da forma como foram obtidas?

Reflitam e argumentem. Sem insulto.

Anónimo disse...

Eu concordo, entreguem lisboa aos mouros que é deles por direito e deixem-nos com a galiza que a gente agradece.

Queres uma casinha em lisboa a 35€?
rsrsrs
E vêm estes montes de merda (porque não sei o que lhes chamar) insultar o povo de uma região...

Cabrões, havemos de vos continuar a roubar e a ganhar no futebol, já que nos outros esquemas nem temos hipoteses de cheirar.

Corruptos os nortenhos? Somos é tapados!!!

ASS: Johny B Good

Escroto disse...

Caro Valdemar Azias, indiferente eu não fico. Embora qualquer acéfalo possa vir até à net mandar postas de pescada só porque sim, confesso que gosto de dar alguma importância a algumas dessas postas, por razões que já acima referi.

Volto a frisar que ninguém o obriga a sentir-se representado por quem quer que seja. Para além disso, não me pareceria correcto que se sentisse de algum modo associado aos êxitos do FCP no estrangeiro, quando "dentro de portas" passa a vida a destilar ódio pelo clube e pelas pessoas que táo competentemente o gerem e representam.

De mais a mais, se você diz que o Presidente Jorge Nuno Pinto da Costa é mais conhecido pela trafulhice, mostra o quão pouco liga a futebol propriamente dito. No fundo, acha que uma condenação levada a cabo pelo Ricardo Lambidinho Costa (que levou uma descascadela à antiga por parte do TAS) tem mais relevo que 2 décadas em que levou o clube a que preside aos píncaros da glória no mundo do futebol (e não só) por várias vezes.

De resto, o Porto perdeu 3 dos 6 pontos devido a um caso que na justiça civil até foi arquivado (Porto - E. Amadora).

E já agora: está a par das peritagens às arbitragens dos 2 jogos em que o Apito "que-só-apita-para-alguns" Dourado incide e em que o FCPorto participou? Pois é - em ambos tivemos arbitragens perfeitamente normais, como diria um certo treinador-poeta do mundo da bola (campeão europeu ao serviço do clube presidido pelo seu alvo de ódio).

Ou seja, é preciso um grande nível de desonestidade intelectual para pôr em causa o mérito de quaisquer conquistas do FCPorto (não que eu me importe, dado que até gosto de ver a malta a espumar-se de raiva e a perder a razão por detrás do seu uniforme de anti-FCP).

Retenham isto: o FCP foi um dos clubes mais investigados nos últimos anos (centenas, quiçá milhares de escutas a altos dirigentes do FCP, levantamentos de sigilos bancários,etc). No meio deste esmiuçamento todo, sobraram 2 jogos de baixo nível de dificuldade em que as arbitragens foram normais e em que só por conjectura se pode afirmar que foi tentado algo de ilícito. Por conjectura e por palavras de uma pêga com sede de vingança que foi apanhada a mentir.

Quanto aos outros 2 grandes.. nicles. Podem ter feito 30 por uma linha que ninguém se preocupou em investigar o que quer que seja. Nem perante indícios fortes, como o LFV a dizer ao Major Valentim Loureiro que iria "fazer a coisa por outro lado" se não lhe dessem o árbitro que queria, ou as vergonhosas pressões feitas a jogadores do Estoril em vésperas do famigerado Estoril-Benfica (ou melhor, Benfica-Estoril..). Muito linda, a imagem do presidente de um clube a festejar um golo contra o seu próprio clube, sabendo que era meio caminho andado para descerem de divisão... grande Figueiredo.

Este texto vai grande pra crl, mas sempre vou pôr o Valdemar Raivoso a espumar mais um bocadinho e a mostrar mais um pouco de indignação, para meu deleite pessoal.

amélie disse...

Olha,
o Valdemar
é cidadão honesto,
diz ele, e depois ainda
acerta que quem o
vem enxovalhar
aqui são
outros.
E
eu, que o conheço em
casa é que sei o
tratante que
lá tenho,
senhores, meu
deus dos párassos
e parassinhas que tem!
Oh,
lampião vê-
se logo na raiva, apesar do
leão que diz
ser,
raivoso do pobo e de si.
Ai, Valdemar, tem
juízo,
home, vem, anda,
descansa a cabeça aqui.

Valdemar disse...

Ó saquinho dos tomates, mas aqui o post não fala do Luis Filipe Vieira, e do seu ex-braço direito Veiga, nem do Benfica. Fala do PC a dizer que representa Portugal e tal. Eu, como Português, permito-me não concordar, pelas razões que indiquei. Por outro lado, sei perfeitamente que as escutas apanharam o LFV e o Veiga a tentarem substituir o PC nas mesmas atitudes. Por isso é que a atitude justiceira e moralista do Presidente do Benfica também me dá vontade de rir. Mais 1 ou 2 meses de escutas e sentava-se os três no mesmo banco. Mas isso são outros quinhentos. O post aqui colocado fala do PC a dizer que representa Portugal no mundo inteiro. E aí, eu, Português, digo "tem lá calma!"

As azias parece-me que são dos que mostram indignação. Não estou aziado com nada, e tenho dormido muito bem. Tenho vários amigos Portistas com quem aprecio ver jogos, inclusivé SCP-FCP. Sempre com educação e respeito, independentemente de qual das equipas ganha. Venho aqui ao blog, sem recorrer ao insulto e apresento o meu ponto de vista e as minhas razões. Se querem imaginar aí desse lado um gajo a babar e a arrancar cabelos pelo Porto ganhar jogos, isso é lá convosco. Talvez vos custe pensar que há gente inteligente que não papa tudo o que o tal "senhor" papagueia na comunicação social. Antigamente ainda ouvia as entrevistas e as bujardas que mandava quando lhe metiam um microfone à frente. Agora acho que já perdeu a piada. Talvez pela quantidade de livros que tem editado nos últimos tempos, como se tivesse alguma coisa a explicar...

Não vou perder mais tempo neste post, porque não estou aqui para converter ninguém a clube nenhum. Os factos são do domínio público, e os cavalheiros censuravam o dirigente se ele estivesse aos comandos de qualquer outra agremiação. Mas como ele preside ao FCP, é um santo. Essa é que é essa.

Re-afirmo: o PC usa-vos como peões na guerrinha que inventou contra inimigos reais ou inventados, tudo como forma de manter o poder e o dinheiro que lhe chega do clube, porque de outra forma não é ninguém. Se gostam dele, isso é lá convosco. Não nos obriguem é a ter que levar com a personagem. E uma coisa é o nome de Portugal nesse mundo fora, que defendia com a minha vida, se fosse necessário, outra, bem diferente, é o nome do F.C.Porto e especialmente do seu presidente, Pinto da Costa. Não confundam as coisas.

Sempre com calma, para que não falem de azias ou afins, despeço-me com solidariedade, até ao próximo post que me apeteça comentar...

Cordial abraço

dos anjos disse...

Despeitado, o meu Valdemar é terrível, ai, espuma de inveja e fica como possesso quando os árbitros não marcam só à feição da galinha. E, ai, assim deus me acuda e ao meu filhinho, tão fanático e tolinho!

Valdemar disse...

Já lhe disse que sou lagarto. Mas, se insiste que é minha mãe, decerto não se importará, que me aproveite num dos seus seios, pois não, caríssima dos anjos?