AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, setembro 02, 2008

AS BIRRAS DOS FUTEBOLISTAS


1- Já o disse e repito: não aprovo a conduta dos futebolistas que, depois de assinarem contratos de livre vontade, tentam forçar transferências só porque, de repente, apareceu alguém disposto a dar-lhes mais uns milhares.A novela em torno de Cristiano Ronaldo, já se disse, foi absurda e não dignificou muita gente, com o jogador à cabeça. O Real, se estava interessado, só tinha de apresentar uma proposta ao Manchester United. Não era preciso inventar truques (alguns de baixo nível), afectar a concentração do jogador (o que prejudicou Portugal no Europeu) ou promover uma campanha tão intensa quanto ignóbil na "sua" imprensa.Pelo que atrás refiro, é óbvio que também não concordo com a birra protagonizada agora por Robinho. De cabeça à volta com o convite do Chelsea de Scolari, o brasileiro faz tudo para forçar a saída de Madrid, esquecendo que se tem uma ligação ao clube espanhol é porque assim o desejou.Mas, independentemente da postura errada de Robinho, não deixa de ser curioso ver o clube merengue nesta confusão. Se há clube no Mundo que merece uma embrulhada assim... só pode ser este. O Real está a provar do próprio veneno.Calderon e seus pares não conseguiram "roubar" o português a Ferguson, mas gastaram tantas energias e tempo no "romance" que não repararam em mais nada. Esqueceram-se de equacionar outras eventuais aquisições, fizeram cedências a contar com algo que ainda não estava selado e, pior de tudo, desvalorizam uma das jóias do plantel.Robinho está a tentar apoveitar-se da situação, mas não deixa de ter razão quando diz que os espanhóis ignoraram a sua intenção de renovar contrato porque só tinham olhos para Ronaldo. Isto é mesmo verdade. Como foram gulosos, os madrilenos agora não têm o madeirense, nem o sul-americano, pois já se percebeu que se Robinho for obrigado a permanecer no Santigo Bernabéu o fará contrariado. Provavelmente ao ponto de fazer apenas figura de corpo presente.
2 - Quaresma foi mesmo para o Inter. Não pelas verbas prometidas por Pinto da Costa, mas por números bastante interessantes. Face à actual conjuntura económica, devido ao envolvimento de Pelé no negócio e, essencialmente, porque o extremo "já estava noutra" há muito... parece-me bom negócio. Agora, resta ver se Mourinho irá conseguir com que o internacional luso deixe de ser somente figura de proa no futebol nacional. Potencial ele tem, mas depois de falhada a experiência no Barcelona, esta deve ser a derradeira chance para deixar de ser apenas bom...

PS - Vi o Milan perder na estreia de Ronaldinho. Em casa e perante o recém-promovido Bolonha. Mas, por mais estranho que possa parecer, o brasileiro fez uma jogatana, a prometer época de grande nível. Horas mais tarde, assisti também à triste estreia do Barcelona na Liga espanhola. Foi derrotado pelo Numancia, igualmente oriundo do escalão secundário. Após estas partidas (e de ter visto o Chelsea jogar esta temporada) fiquei com uma dúvida: Guardiola sabia o que estava a fazer quando considerou que Ronaldinho e Deco estavam a mais no Barcelona? Duvido. Mas, nem tudo é mau, num momento de clarividência, o antigo capitão resolveu manter Eto'o. Ou será que foi obrigado a fazê-lo?!

LUÍS AVELÃS

8 comentários:

Careca disse...

Ainda estou a ouvir alguém a dizer que faz um desconto de um euro e a ver outros ao lado a rirem-se com cara de parolos e "morcões" (estavas lá?) parece que sim mediante o teu comentário "Quaresma foi mesmo para o Inter. Não pelas verbas prometidas por Pinto da Costa, mas por números bastante interessantes. Face à actual conjuntura económica, devido ao envolvimento de Pelé no negócio e, essencialmente, porque o extremo "já estava noutra" há muito... parece-me bom negócio", e ainda vens para aqui tentar branquear um grande descalabro de uma SAD, sim porque pelos vistos o activo valia á 15 dias 40 milhões de euros...

ah é verdade o Pelé é que vale agora cerca de 25 milhões de euros, o buraco já está tapado....!!!
Otários

Anónimo disse...

Eu sei é que os lagartos tanto pressionaram que mais uma vez lhes perdoaram penaltys.

Bruno Ribeiro disse...

Acho incrível que se continue a falar da "birra" do Robinho, como se fosse comparável aos casos de Ronaldo, Quaresma, Veloso ou Moutinho que quiseram forçar os clubes a vendê-los. Só um teve sucesso e porque o clube assim o quis.

Vamos lá ver se percebem de uma vez por todas: o Robinho não saiu do Real apenas por dinheiro! Até porque a última proposta de renovação apresentada por Calderón era por números similares aos do Chelsea ou Man City. Robinho quis sair porque foi usado como carne para canhão na tentativa de Calderón contratar Ronaldo. O empresário do jogador por várias vezes viu recusada a pretensão de se reunir com os responsáveis merengues para tratar da renovação do jogador. Enquanto isso, quer em público quer em foro privado, o Real ofereceu o jogador ao Chelsea. Mas quando Ferguson fincou o pé e recusou-se a vender Ronaldo, é que o Real cortou o negócio com os Blues e tentou renovar com Robinho. Aí foi a vez do jogador indicar que não estava interessado. Se o Real não o vendesse, sairia para o ano com os madrilenos a verem navios.

O jogador fez pressão para sair, apenas e só depois de ter tentado renovar, sendo recusado pelo clube, e depois de o clube assumir que o queria vender para ter dinheiro para contratar outro jogador. Tem um ego grande, é certo. Mas é bem diferente dos restantes casos.

Eusébio disse...

em cada anónimo existe um PINTO DA COSTA

Anónimo disse...

Coitado do pobre cromo!Ninguém viu o penalty:nem o árbitro,nem a imprensa e nem mesmo o Jorge Jesus, que no final comentou sobre o jogo.Viu ele!Anda alucinado com penaltis e com o facto do Sporting também estar à frente na classificação.Tenham pena dele e perdoem-lhe...

graziela disse...

Já eu não me importava era de ir c'o Dubai ou o seu rival das areias pà puta que pariu e que lá fosse pò Mancester City.

samuel disse...

Ai,
faz rir,
esse careca,
de tão parvo,
otário.

Careca disse...

Bem vindo "Samuel" um otário e parolo que dá a cara!!!