AGORA ESTOU AQUI

sábado, agosto 30, 2008

O CLÁSSICO NA BLOGOSFERA


Uma vergonha este treinador!! dos piores que ha alguma vez história! Nos jogos grandes deve ser mesmo o pior! Só continua no FCP porque se sujeita à politica de comissoes nas contratações do clube..porque há TANTOS mas TANTOS melhor que este cepo! nem contra 10 e uma equipa patetica!
comentário in PORTISTAS DE BANCADA

Alta intensidade competitiva na Luz entre o Benfica e o FC Porto, num jogo que terminou empatado 1-1, que teve uma excelente arbitragem apesar das dificuldades colocadas pela partida, e uma equipa de Quique Flores a acabar de rastos fisicamente, levando-nos a perguntar quem é o preparador físico das “águias”.Mas também precisamos de saber como é que é possível que, com tantos polícias à volta do relvado, haja um indivíduo que abra uma portilhola e invada o relvado para apertar o pescoço a um árbitro assistente. Um caso que tem de merecer a atenção da Liga, não escapando o Benfica à interdição do Estádio da Luz, por um ou dois jogos.
in O LEÃO DA ESTRELA

para além de ter achado que a grande penalidade que deu a vantagem ao 'porto' foi marcada no âmbito daquela lei (extra) da arbitragem inventada pelo doutor pôncio, da chamada intensidade maior ou menor com que as faltas são cometidas dentro das áreas, também penso que o 'benfica', face às principais incidências do jogo na segunda parte, falhanço escandaloso de lisandro, lesão de leo e expulsão de katsoranis, acabou por conseguir um bom resultado.agora tenho dúvidas se, nos últimos trinta minutos, jesualdo ferreira não terá perdido 2 pontos por falta de jeito.ou terá sido por falta de ricardo quaresma?...talvez pela última, admito.
in ANTÓNIO BORONHA
EXIBIÇÃO FRACA, RESULTADO MAUAinda não somos uma equipa, e ainda oferecemos golos...
in PORTAL DOS DRAGÕES
Foi um clássico cheio de equívocos por parte do Benfica. Como escrevi nos meus textos anteriores, começamos a perder este jogo bem antes dele se iniciar. Porque, este empate é uma derrota.Continuamos a cometer os mesmos erros. Nada aprendemos com o passado. Como é possível que nos dias que antecederam um jogo desta importância e desta intensidade, o futebol do Benfica tenha vivido em constante reboliço? É Luís Garcia que está quase, é Palácio que é a prioridade, afinal quem vem é Suazo, chega e é logo convocado, Nélson vai embora, Nuno Gomes é capaz de vir a ser transferido, Di Maria vem de Pequim mas deve entrar de início, Reyes e Di Maria para ganhar ao FCP, etc.etc. etc. Quem consegue trabalhar em tranquilidade com todo este turbilhão?
in INFERNO DA LUZ
Jesualdo operou uma pequena revolução no onze titular. E eu não consigo ver razões para o criticar em relação a isso. Pedro Emanuel não andava bem; Benitez andava bem mal; E jogar em 4x4x2 era o esquema que melhor servia os interesses do Porto na Luz. Rolando, Fucile e Fernando jogaram de início e estiveram em bom plano.Os vermelhos entraram a todo o gás, com uma enorme pressão sobre a bola, procurando tirar partido do ímpeto inicial para ganhar ascendente no jogo. Não conseguiram porque o Porto revelou maturidade, temporizando, trocando a bola com segurança e porque aos 10 minutos já Lucho colocava os Dragões em vantagem. Tirando alguns períodos curtos o jogo esteve sempre dominado pelos Tri-Campeões Nacionais e apenas por manifesta infelicidade não conseguimos chegar ao 0-2. Os alas dos vermelhos estiveram sempre controlados, Aimar bem policiado. Depois... bom... depois Helton resolveu borrar a pintura e o empate surgiu caído do céu.
in FÊCÊPÊ
Melhor em campo: Yebda (nota 5) - o médio fez a jogada do golo, para além do apoio incondicional que deu á defesa. Há reforço!Melhor do FC Porto: Lucho (nota 4) - o argentino já anda nestas andanças há algum tempo e sabe que um pormenor faz a diferença. Cavou o penalty e marcou-o, e também ajudou em massa o colectivo, como é habitual.Jesualdo Ferreira: (nota 5) o técnico do Porto costuma, em dérbi's surpreender, e desta vez não fugiu á regra. Colocou Fernando a vigiar Aimar e saiu-se bem. Com dois homens no ataque, o professor esteve muito bem, pois baralhou o jogo encarnado.Quique Flores: (nota 5) Já não se via o Benfica a jogar a assim há bastante tempo. Futebol bonito e sempre com oportunidades. Apenas lhe falta um central de raiz para acertar a equipa. Porque, como já se percebeu, Katsouranis não é competente nesse lugar.Jorge Sousa: (nota 4) Uma arbitragem discreta. Num árbitro é o que se exige. Bem, ao assinalar a grande penalidade.
in MESTRES DO FUTEBOL

9 comentários:

Blogue disse...

Foi um belo clássico para iniciar a época. Digno de pré-temporada, com muita entrega, dedicação, alguns momentos de bom futebol e primeiras indicações para uma análise mais profunda ao que serão estas duas equipas na Liga Sagres.

Anónimo disse...

Com os comentários infelizes que arranjou de portistas (serão???!!!) muito foleiros só evidencia A SUA AZIA sem limites.

Anónimo disse...

vejo que se preocupa muito com o que se diz na blogosfera incidindo especialmente em dois portistas colocando dois comentarios no meio de muitos a falar mal do porto e do treinador,um de um tal antonio boronha que mais que benfiquista é um anti portista convicto (so um individuo com palas bem cerradas, como muitos benfiquistas da estirpe desse senhor é que colocariam em causa um penaltie daqueles)...
em relação á agressão ao auxiliar, se fosse no dragão amanhã era capa dos jornais e toda a gente conderaia os marginais das terras do norte.. mas como foi na luz, esse individuo escapou impune defendido no meio de outros benfiquistas (e como se diz tanto é criminoso o cumplice como o que o comete), e com um bocado de sorte os meios sociais vao assobiar para o lado e o benfica safa-se com uma singela multa como eu ja li por ai, o que seria uma afronta aos padrões eticos do futebol...
um bocado de mais isenção não só na maneira como escreve mas na selecção de comentarios publicados não lhe ficaria mal.. é que a sua raiva e espuma na boca já estão podres, já toda a gente sabe do seu odio ao porto, não se torne a si proprio ridiculo...

Paulo Sousa disse...

Não consegui ver o jogo, mas aquele onze do porto... é certo que jesualdo tem de jogar com as suas limitações, quaresma não só faz falta pelo jogador que é mas também porque as alternativas deixam algo a desejar,mariano e tarik; mas mais uma vez fica demonstrado que o porto continua mais forte que o benfica, e que tem as suas limitações escondidas no banco (já se vai vendo de pé mais um pouco, justiça lhe seja feita): nos meus trintas anos de vida não me recordo de um treinador do porto tão sem alma e falta de arrojo, qualidades que marcam qualquer verdadeira conquista; com este professor, não saímos desta cepa torta.

E talvez mais do que nunca, quando é o próprio clube, não a equipa de futebol, que está nas bocas do mundo pelos piores motivos, fosse necessária uma chama maior a iluminar o caminho... pobre jesualdo, é o primeiro treinador que não lhe invejo o lugar, cada vez mais me parece um mero peão.

FORÇA PORTO!
OS HOMENS PASSAM. O CLUBE FICA.

Anónimo disse...

Não está mal a resenha, feita por um benfiquista do quatro costados. Só gostava de saber o que seria se a agressão ao bandeirinha tivesse sido no Estádio do Dragão. Como foi na catedral está desculpada. É de muito mau gosto veicular insinuações anónimas sobre a idoneidade do treinador do FC Porto, Jesualdo Ferreira. Ah!, já me esquecia, hoje a imprensa desportiva esqueceu-se de servir de pé de mirofone ao maestro Rui Costa. Foi pela desafinação da Orquestra e dos músicos pago a peso de ouro que o administrador da SAD do Benfica contratou?

Anónimo disse...

Esse vermelhusco Boronha falou do penalty, mas do golo falou? todos teem a certeza que a bola entrou? e da agressão tambem falou? não! ele agora está a pagar o favor que o Rui Costa lhe fez

simon disse...

Oh, deixa lá,
pá, que ò Boronha
já eu o conheço
há muito e,
olha, além de benfiquista,
até é parvo, o coitado.

Anónimo disse...

O que mais gostei de ler não está na blogosfera mas sim na imprensa, mais concretamente no Correio da Manhã. Uma crónica assinada por um jornalista que durante cerca de um mês virou assessor de imprensa do Comité Olímpico de Portugal, para voltar a ser outra vez jornalista, o que como toda a gente sabe (toda mesmo?) é totalmente proibido por lei. Deve ter sido só durante as férias... passadas em Pequim.
Talvez seja por isto que continua a haver tanta gente no desemprego...

Anónimo disse...

Digo-o à vontade até porque não sou adepto de nenhum dos envolvidos:

O FC Porto não vai ter tão cedo um jogo tão fácil para ganhar.
Jesualdo não vai ter tantas facilidades em futuros jogos da Liga, mesmo com equipas do meio da tabela para baixo.