AGORA ESTOU AQUI

domingo, agosto 10, 2008

O CASO BETO ANDRADE

O facto não teve grande revelância na nossa imprensa mas deve merecer a nossa atenção. A Comissão Disciplinar da Liga decidiu arquivar o processo relativo ao jogo Penafiel-Naval 1.º de Maio, da época de 2005/2006, mais uma vez resolvendo o que ainda será discutido nos tribunais. Entendeu a CD da Liga que tudo aponta para que o empresário "Beto" Andrade tenha mesmo aliciado 3 jogadores do Penafiel com quantias na ordem dos 30 mil euros para facilitarem a vida à Naval na última jornada do campeonato. A Naval ganhou o jogo no "25 de Abril" e de certa forma contribuiu para a embrulhada que se seguiu pois o Belenenses perdeu em Barcelos e o resto da história deu pelo nome de "Caso Mateus". Segundo a CD da Liga, os factos estão suficientes indiciados no que respeita ao crime de corrupção desportiva mas "não subsiste qualquer prova de que o agente tenha actuado no interesse e por conta da Naval 1.º de Maio". Muito provavelmente, Beto Andrade actuou por conta própria, arriscando o seu capital com o objectivo de ajudar uma equipa à qual não tinha qualquer ligação efectiva ou afectiva... A CD da Liga mais longe não podia ir. De qualquer das formas, considera "expectável" que o clube de Aprígio Santos defenda o seu bom nome processando Beto Andrade e promete enviar o acórdão, depois do trânsito em julgado deste, para a instituição que licencia os agentes desportivos. Ok, tudo bem. Cá por mim, aposto 30 mil euros como a Naval não vai mexer uma palha e como o Beto não perderá uma licença que nunca teve.

Sem comentários: