AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, julho 08, 2008

O braço armado



Um sujeito, que sei perfeitamente quem é mas que não me vou dar ao trabalho de denunciar, conseguiu ontem roubar a bandeira do Paços de Ferreira que estava a ser hasteada à frente do edifício da Alfândega, onde se realizou o sorteio do calendário da Liga Sagres. O indivíduo em questão tinha o braço esquerdo imobilizado! Por aqui se vê o nível de segurança da cerimónia... Beneficiando de uma baixa médica providencial, e da distracção de um funcionário mais preocupado em aparecer nas fotografias dos jornais, o larápio (também gosto de meliante) escapou facilmente com o símbolo dos castores debaixo do braço livre. Um dirigente pacense contactado por BNA garantiu que em breve vai arrematar a bandeira num leilão do e-bay. O melhor é procurar no fundo do rio Douro


PS: Nota inquietante para leixonenses e setubalenses: as bandeiras dos dois clubes foram hasteadas de pernas para o ar. Prenúncio de uma época de sobressaltos? Se assim for, o Leixões está bem tramado, Geninho! É que para além de ter o símbolo virado do avesso, o mastro caiu de forma aparatosa à primeira sacudidela. Não me parece que venha por aí coisa boa...

2 comentários:

maiskemaluko disse...

Para ser coisa boa, tem de ser mais que uma sacudidela, e mais de cinco e considerado "pivia" !!!

Luís Graça disse...

A realidade do futebol português é mais monty-pythoniana que os Monty Python! E não há cálice sagrado que a salve...