AGORA ESTOU AQUI

sábado, julho 19, 2008

APITO PÍFIO

Valentim Loureiro é exemplar único. Confesso que não posso deixar de admirá-lo. Pela energia, pela capacidade que tem de ir ao tapete e se levantar antes do KO, pela excentricidade e também pelo poder que tem de relativizar as coisas (qualidade essencial para os habitantes do planeta). Valentim é um gato com sete vidas e também irá escapar deste processo sem gastar uma delas. Ele próprio se classificou como "a vedeta" do processo Apito Dourado. Mais uma vez tem razão. Vedeta ou troféu de caça, vai dar ao mesmo. O que se sabe agora é que o tribunal não conseguiu acusá-lo de corrupção desportiva. Foi condenado por abuso de poder e só a junção de um crime de prevaricação, que nada tem a ver com o futebol e que ninguém porque está no processo, é que pôde ser condenado em 3 anos e 2 meses de prisão embora com pena suspensa. Para que conste, no crime de prevarização estão em causa 15 mil euros e um processo que acabou por se realizar na área da educação, com a criação de um site. Com 80 mil horas de escutas, o MP deduziu sobre Valentim quase trinta processos. Um foi agora julgado, outro está para julgamento (Boavista-Estrela, um jogo que os axadrezados até perderam...) e outro pode vir a caminho (Quinto da Ambrósio). Para quem pescou de arrasto, foi fraca pescaria. Está mais que provado que a nossa investigação é apenas eficaz quando em causa está o narcotráfico ou crimes de barra pesada, quando a questão é o crime económico e afins...é o que mais uma vez se viu: resultados pífios. Quem ganha com isto tudo? Sem dúvidas, os grandes escritórios de advogados... Os arguidos e o povo, esses, são simples figurantes do espectáculo (pseudo) justiceiro.

15 comentários:

Imperador disse...

Convido-vos a lerem a projecção do VfL Bochum - FC Porto no meu blog.
Saibam o que os alemães dizem de nós e conheça a história do clube Alemão.


LegionofDragons.blogspot.com

rhodes disse...

Pífio, sem dúvida.

E "Quem ganha com isto tudo? Sem dúvidas, os grandes escritórios de advogados..."

Que a justiça existe para alguma coisa, Eugénio, para dar lucro a uns safados. Depois, com tanto ganho assim às boas, quem pensaria possível sair-se dali sem uns condenados, pouco que seja, mas condenados, ou como se justificava tanto gasto?

Ai, pobre de quem lá vai, valentins e outros, e sorte dos bufos, como desses que diz dos grandes escritórios e, of course, da vaidade da morgada...

Alcibíades disse...

Realmente só uma pessoa sem personalidade ou cuja personalidade equivale à de uma caganita de gato é que pode sequer admitir que admira um homem como Valentim Loureiro. O que vale é que no mundo nem todos são assim como o autor deste texto e que a raça humana não é representada por pessoas como ele.

jlcr disse...

Escreves assim porque estás com medo. Porque todos sabem quem tu és. Estás com o mesmo medo que levou os jornais desportivos a darem um destaque miserável ao desfecho do apito dourado. São todos uns cobardolas e qualquer major Valentinho os põe a tremer com medo das represálias.
Mas estou convencido que se o teu blog fosse anónimo escreverias o quanto gente deste calibre te mete nojo. Dentro de ti há algo que pode ainda salvar-te assim o queiras pela tua honra.

Passaralho disse...

Para as funções que desempenha, tinha a obrigação de estar mais bem informado sobre os temas que aborda.
Descubra lá porque é que os crimes de corrupção não passaram, apesar de existirem e ninguém ter dúvidas disso.
Se descobria alguma relação entre isso e o não aprovar de regulamentos disciplinares novos cá no burgo por parte da lifa, parabéns!

E depois, como já disseram, se admira um gajo desses, deve de andar a comer por conta à muito tempo. Gosta de batatas?...

Enfim...
É a justiça que temos, e são os "jornaleiros" que temos.

E cada um tem o que merece... Ou não!...

Anónimo disse...

Ainda bem que há advogados competentes. De contrario,ainda estavamos em 24 de Abril de 1974. O Ministério Público e a PJ tem que que ser mais competentes e deixarem-se de pensar que ainda estamos no tempo da Santa Inquisição. O curioso,é que o mesmo MP nada vai fazer em relação ao LF Vieira e às pressões que fez junto de Valentim Loureiro por causa do Nuno Assis. Isso seria trairem a missão que o PGR, ex- presidente do Conselho de Justiça da FPF, lhes atribuiu. Apesar de o tráfico de influencia ser um crime publico e, com tal, obriar o MP a investigar e a ouvir o major Valentim Loureiro

Robim da Madeira disse...

Tu que tens a mania de acusar os teus colegas sem fundamentos, estás admirado de um corrupto ter só prisão por uma ninharia?
C0onheces a história de Al Capone?
Também era um assassino, um corrupto e um mal feitor e só foi condenado pelos impostos.
O Valentim já anda há muitos anos a enganar o povo e se calhar já deve à justiça mais do que a pena lhe deu agora.
Claro que isto não te agrada porque se disseres mal dos Loureiro o tei amigo Freitas, que é como eles, deixa-te de falar.
Paciência.

benfiquista disse...

Como e possivel admirar um «homem» destes?

Anónimo disse...

Eugénio pareces uma daquelas stripers com cérebro de azeitona, que têm um fascínio pelo poder dos assassinos, bandidos e afins. E que adoram levar na tromba e serem tratadas por aquilo que são: meras putéfias!

JT disse...

Que parvoíce. É legítimo admirar o Valentim até certo ponto. A verdade é que um autêntico personagem do nosso país. Sem ele o Ricardo Araújo Pereira teria tido menos piada a fazer sketches como os do presidente de câmara e presidente do clube de futebol. Eu estava a torcer por uma condenação, especialmente do Pinto da Costa. Acho que era importante ficar tudo em pratos limpos. O que a justiça nos parece querer dizer é o seguinte: todos ficam a saber que estes homens corromperam o futebol durante anos, mas nós, a justiça, não os conseguimos condenar por mais dinheiro, investigações e ministérios públicos tentem.

Mas há uma grande excepção no meio de tudo isto e que o Eugénio Queirós se esqueceu: Vale e Azevedo (o tal que rasgou os contratos com a Olivedesportos e se lixou para a vida). Esse cumpre anos de prisão, vários, por qualquer coisa de que o acusem, parece.

Valentim não disse mas poderia ter dito: Se querem prender alguém vão mas é prender o Vale e Azevedo, que eu fui feito para me escapulir de todas essas coisas.


PS: Viva a justiça portuguesa, viva!

bancada16 disse...

O que vocês, fazedores de opiniões, deveriam destacar do apito dourado é que finalmente veio a publico o que realmente se passa na nossa merda de futebol. E não se o valentim ou o pinto são ou não acusados na justiça civil, porque isso como diz e bem é trabalho para os advogados.

bancada16 disse...

Já agora deixo aqui mais uma pérola na qual o seu nome, Eugénio Queirós, está envolvido:

http://bp1.blogger.com/_6daagrl_XMk/SIAFvDBrwlI/AAAAAAAAAng/_4OvjXYwISg/s1600-h/vitimas+de+pinto+da+costa.jpg

Anónimo disse...

"Confesso que não posso deixar de admirá-lo"

Claro, tambem depois daquilo que foi dito sobre ti no blog da bola, o melhor blog de futebol do país.
Toda a gente ficou a saber o porquê da admiração!

Anónimo disse...

Para pôr ordem nessa merda toda era preciso que o Salazar resuscitasse, assim continuem com a vossa ''bela'' democracia que serve para os bandidos, corruptos e outros que mais.

Anónimo disse...

MAis umas vez a lamberes as botas aos Loureiro, já nem disfarças.

LOL