AGORA ESTOU AQUI

domingo, julho 06, 2008

Apitadelas


Terminou mais um Campeonato Europeu de Futebol e a arbitragem, saiu valorizada e justificou a escolha nos árbitros seleccionados.
Claro que houve erros, a nossa selecção sofreu o golo que a afastou ilegalmente fruto de um empurrou de Balack a Paulo Ferreira, no entanto todos verificaram que os erros que se cometeram foram todos erros normais no futebol, tal como da mesma forma os treinadores e jogadores cometem.
O árbitro italiano Roberto Rosetti foi o escolhido para o jogo inaugural e também para arbitrar o ultimo jogo – a Final do Campeonato da Europa. Um campeonato em que as selecções cumpriram todas as determinações, colaborando assim no fair play da competição.
Uma das questões que me foram colocadas foi que têm-se ouvido muitas apitadelas vindas da bancada, susceptíveis de se confundirem com as do árbitro. Isso é permitido?
Permitido não é, mas também não se pode proibir, no entanto se um jogador parar de jogar ou jogar a bola com a mão por esse motivo, deve o árbitro interromper o jogo e recomeçar com lançamento de bola ao solo. Deverá ainda o árbitro verificar se esse apito é igual ao utilizado por si, podendo substituir por outro modelo e se verificar que há uma intenção nítida de soprarem no apito para prejudicar o jogo, o que não foi o caso neste Europeu, deve o árbitro junto da organização e das forças de segurança tentar descobrir no publico quem comete tal acto, a fim de ser expulso do estádio o que será sempre difícil.
Uma palavra final para o Núcleo de Árbitros de Futebol Francisco Guerra no Porto, que foi o organizador este ano do torneio de futsal para árbitros, envolvendo a participação de cerca de 20 núcleos de árbitros.
A final no dia 29 de Junho,foi no Pavilhão da Vila Deste em Gaia, tendo sido o Núcleo de Árbitros de Futebol de Santiago do Cacém o vencedor da competição, demonstrando que os árbitros de futebol, são desportistas muito para além daquilo que o público conhece.

Sem comentários: