AGORA ESTOU AQUI

sábado, junho 14, 2008

A BATALHA DE NYON E O CONDE REDONDO

"O Jogo" de hoje, num texto filh de pais incógnito, faz o elogio de Adelino Caldeira, "razoável jogador de golfe" e responsável por "xitos jurídicos" a Co Adriaanse e Luigi Del Neri. Também é aí carinhosamente tratado por "Conde Redondo". Caldeira é apresentado como o grande vencedor da batalha de Nyon e seus detractores são desde logo fulminados, colocados (quiçá precipitadamente) na galeria dos vencidos - de Hermínio Loureiro a Rui Moreira. O que é feito com um desplante e uma certeza que me levam a pensar que o FC Porto vai ganhar esta guerra. Ou será que esta questão é também redonda como a bola e ainda vêm aí algumas surpresas para os condes e barões do nosso futebol? Para já, tive uma: ver o Vitória de Guimarães tão empenhado na defesa dos seus "interesses". Um dia o clube da cidade-berço tinha de acordar. Depois de ter perdido Rabiola em Janeiro, agora foi a vez de o "amigo" FCP rejeitar o prolongamento do empréstimo de Alan. Cá se fazem, cá se pagam. Não é só na nossa casa que levamos goleadas...

PS - Interessante, no mínimo, o texto assinado hoje por JMD in A BOLA sobre o facto de o recurso de Pinto da Costa só poder aproveitar ao FCP no processo relativo ao jogo FC Porto-Estrela...
PS 2 - Meus amigos, mais atenção e empenhamento: 1-0 é um mau resultado para o FCP num jogo com o Benfica...

16 comentários:

simon disse...

Realmente, deve ser preciso mais empenhamento, que a inveja e mesquinhez são muito grandes.
E até o Vitória, de meio indiferente que se fazia ao princípio vai passando ao ogre sem vergonha que há nos bufos do Benfica.

Ai, a inveja é muito feia!

Anónimo disse...

Não, caro geninho.

A UEFA analisou esses casos, sabes Geninho, a UEFA olhou para todos os casos de tentativa de corrupção e chegou à conclusão que não transitou em julgado.
Por isso mesmo mandou para trás.

E como tu sabes muito bem, o que se aplica no estrela da amadora, tambem se aplica no beira-mar, o recurso do pintinho aproveita o clube, és inteligente para saber isso...

Não me digas que vai ser preciso pedir um fax ao conselho de justiça a dizer que não transitou em julgado? peçam lá um fax para dar mais espectaculo a isto.

Ahhh, já agora, sabes onde tá o ónus da prova? No benfas, isto é, é o benfica que tem que provar que o caso transitou em julgado, como não transitou, não pode provar.

E agora uma pergunta.
Como é que o benfica vai provar que o caso transitou em julgado?

Não prova, porque não transitou, como tu sabes o recurso de Pinto da Costa aproveita o porto em ambos os caos.

Mais uma pergunta: que decisão vai tomar a UEFA na 3ª? É fácil, vai permitir a entrada do porto na champions, porque segundo o appeals body, instância superior a decisão não está fundamentada.

Mas se ainda tiveres com duvidas e perguntares assim: ah e tal, se a 1ª instância castigou, eles vão castigar outra vez?
Não não vão, porque a instância superior disse que não estava fundamentada, como tal a 1ª é obrigada a cumprir a decisão superior.

Bai uma rennie?

Anónimo disse...

E já agora sabes qual o jornal que colocou a capa mais interessante?

JN, UEFA afasta-se da guerra porto-benfica.

Ou pensas que o benfica ia armar na uefa a peixeirada que armou aqui?

Roger Gomez disse...

Grande Eugénio!
Já deixaste o sr. Tavares com insónias.
... e o sr. Santos com a espinha ainda mais caída...

Anónimo disse...

a manchete é medonha, melhor, merdonha... e os textos então... enfim... ao nível.

Anónimo disse...

Playoff -CL- UEFFA
Resumo da 1º jornada:
Benfica 1j 1d 0p +3
FCPorto 1j 1v 3p -3

Anónimo disse...

11 Junho 2008 - 09h00

Estado das Coisas
Contrabando de provas
“O processo disciplinar que utilize escutas está envenenado e contaminado e, por isso, viciado.”


A lei processual penal tem regras rígidas quanto à produção, utilização e valoração da prova, não obstante o princípio da livre apreciação da prova que concede ao julgador larga margem de manobra na apreciação das provas. Pela importância que a prova assume na verificação ou não do crime, na punibilidade ou não do arguido e na determinação da pena ou medida de segurança, ou seja na busca da verdade material, não pode reinar uma lógica de vale-tudo. E não pode porque estamos a lidar com direitos fundamentais, com protecção constitucional que veda em absoluto o contrabando de provas.

Vem isto a propósito da utilização, num processo disciplinar, de meios de obtenção de prova, no caso escutas telefónicas, ordenadas no processo-crime. À luz da lei, tal utilização não pode ser feita. Os métodos proibidos de prova incluem os meios de prova e os meios de obtenção de prova. Logo, é proibida, quer pela Constituição quer pela lei processual penal, a utilização de escutas telefónicas fora do processo-crime. E não é por uma questão de lógica, como diz Vital Moreira, que defende, de forma bizarra para um constitucionalista, esta utilização. É para defesa do Estado de Direito e do direito à intimidade que só pode ser restringido no processo penal e não em qualquer processo de importância menor, como é o caso do processo disciplinar na jurisdição desportiva. Mesmo no processo penal, esta prova só é aceite como excepção para crimes de gravidade mais robusta e com certa especificidade.

A certeza jurídica, a verdade material que se pretende obter com a produção de prova nunca é absoluta, o que significa que a proibição de utilização de certa prova funciona como um limite a essa descoberta. Ainda bem que é assim. É um sistema equilibrado assente numa exigência de superioridade ética do Estado que, sob a égide de um justiça penal eficaz, não esquece os direitos fundamentais, não esquece 40 anos de atropelos, que valem, como diz Costa Andrade, como direitos de defesa e proibições de intromissão ou agressão por parte dos poderes públicos. Agir de acordo com as regras preestabelecidas e no respeito pelas garantias de defesa do acusado é o caminho a seguir. De acordo com a teoria penal da ‘árvore envenenada’, o processo disciplinar que utilize – e, pior, valorize – as escutas telefónicas está envenenado e contaminado e, por isso, viciado.

Rui Rangel, Juiz desembargador

In "CM"

------

Claro como água ...

Anónimo disse...

coitado de ti zé ninguém.

essa figadeira deve estar pela hora da morte com tanta azia

João Português disse...

Começando por JMD. Para além da pouca categoria, que ostenta, consegue ser o mais faccioso possível, pondo o FCP sempre pelas ruas da amargura. Pergunte a quem de direito, quem foi o idiota, que, aquando da conquista da taça intercontinental pelo FCP, resolveu fazer a manchete com um "focinho" bem preto?

Quanto aos "xitos" e às primeiras páginas conversamos já de seguida. Quando o FCP tem alguma notícia desfavorável, o que fazem os pasquins? Manchete, logo a denegrir, traçando logo a morte antecipada. Se a notícia é ao contrário, o que fazem os pasquins? Falam de supostas "contratações" e "interesses" em jogadores, num estilo tipo "cenoura à frente do burro", que os adeptos benfiquistas parecem ir comprando.

Por favor! Miccoli em Portugal de novo? Depois da época que fez? Não há seriedade.

O 1-0 pode ser curto. Mas é de facto uma grande vitória para as hostes portistas, já que, nem os mais optimistas acreditavam num retrocesso do processo, algo que só se deu com os italianos, deixando algumas esperanças.

Pensa que a intervenção da asociação europeia de clubes não teve peso? Com a solidariedade de dezenas de grandes clubes europeus, é óbvio que eles vêm uma grande injustiça a ser cometida, e temem, no futuro serem eles a comer.

Agora o patriotismo.

O Guimarães está a ser utilizado como reboque. Para justificar o recurso do SLB. É só choradeira na UEFA. Querem ver se conquistam, pela porta do cavalo, o que em campo, não conseguiram conquistar. Ou, por outro prisma, conquistaram com muito mérito o honroso 4º lugar, que actualmente não é mau para o SLB (Vieira dixit).

O Alan estar, para já, nos planos da próxima época do FCP, é perfeitamente natural. Primeiro tem contrato com o FCP, segundo, se continuar associado a toda esta choradeira na UEFA, acho muito bem que o FCP não lhes empreste ninguém, já que o Setúbal, o Trofense e outros que tal, têm muito espaço nos planteis para os "restos" portistas.

O cúmulo da desfaçatez - em jeito de quem termina - é o Génio residente considerar, que o FCP lhes tirou o Rabiola. O jovem (com grande falta de) talento foi pago, e bem pago. Custou 1 milhão de €, só metade do passe.

Portanto e porquanto veja se ganha vergonha. V. pensou tanto para escrever este post, que me leva a pensar que o desespero começa a grassar, que já se começa a pensar bem no que se escreve!

dragao vila pouca disse...

De facto tu não tens mesmo vergonha na cara.Quem és tu meu freteiro, que trabalha num jornal que censura jornalistas - túnel do Bessa -, para vires críticar os outros?
Delgado?... esse asqueroso que faz jornalismo com a camisola do Benfica vestida, cachecol ao pescoço e bandeira na mão, um anti-portista e anti-Pintista primário, que faz recados a pedido, dizes que tem uma tese interessante?
Tem vergonha meu nojento redondo.
Ah, mais duas coisas: engoliste em seco no meu comentário anterior?
Continuo mortinho por te encontrar.

Anónimo disse...

Meus caros, alguem me explica uma coisa: se a condenação não é efectiva como é que o Porto já perdeu 6 pontos e já pagou a multa?

Anónimo disse...

Não há já a mínima dúvida, o senhor é um acérrimo defensor da condenação do FCP. Simpledsmente miserável. O que fazs isto é esquecer o tempo da outra senhora em que o seu clube fez sempre tábua rasa dos regulamentos. Lembra-se????? Não porque tem uma memória muito pequenina, dum pigmeu.

CASAL TUGA disse...

Não existe guerra nehuma!
O que de facto existe é uma enorme palhaçada, na qual a uefa tambem esta a querer participar.
Chamarem o Benfica, a depor como parte interessada??... Desde quando, é que um clube tem alguma coisa a dizer num assunto que não é dele??... Eu se fosse Benfiquista tinha de facto vergonha deste presidente,era optimo que ele se demitisse e o Rui Costa ficasse no comando, esse sim um ser humano ademiravel!
Estão a tentar apurarem-se na secretaria,o que não conseguiram dentro das 4 linhas, lamentavel!
Isso não é a maneira de estar dos benfiquistas, isso é um elemento que quer usar o benfica, para travar guerras particulares.
Esse "senhor" esquece-se que também esta envolvido no proceso, com escutas que denunciam a corupção sobre um arbitro, para um benfica-belenenses na epoca 2003/2004?...Este tema daria muito mais texo, mas não vale a pena!

Bjs & Abraços

Anónimo disse...

Até o pau-mandado Eusébio já veio criticar Madaíl pela não renovação de Scolari. Cheira-me a encomenda de Lisboa para continuar a malhar no pres. da FPF.
Vale tudo para conseguir chegar à liga dos campeões...

Anónimo disse...

Ñ é bem assim, mas o que se esperava vindo da baía dos porcos?
Parece que as traulitadas no lombo de um jornalista que tem S ou Z no nome valeram a pena, se todos os clubes fossem como o Grémio do putedo, esse mesmo, o Fruteira Corrupção dos Porcos!

maiskemaluko disse...

dragão vila pouca será nome de familia ???
Se queres encontrar o Geno, tens de vir ao "Gambrinus", situado na
rua das portas de santo antão aqui na Capital, onde ele janta, pois gente fina é outra coisa... isto no caso de te deixarem entrar !!!!