AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, junho 24, 2008

Ainda as Classificações


Com a divulgação das classificações finais dos árbitros, encerra-se em definitivo a época de futebol, mas continuará por resolver o problema dos castigos aos árbitros.
Olhando para a tabela classificativa o primeiro lugar atribuído a Jorge de Sousa do Porto é perfeitamente normal e justo, pois ao longo da época todos os jornalistas e adeptos de futebol, verificaram que o árbitro portuense foi o que menos errou e foi o que nos jogos decisivos atingiu elevada percentagem de eficácia.
Artur Soares Dias o jovem arbitro prometedor da Associação de Futebol do Porto, após a impaciência inicial, fruto da sua juventude, viu o presidente dos árbitros depositar-lhe confiança e na segunda metade do campeonato atribuir-lhe nomeações que serviram para mostrar as suas capacidades e terminar a época num brilhante 3º lugar que abre as portas às insígnias da FIFA, pois a A.F.Porto vê partir um dos seus baluartes da arbitragem, Paulo Paraty, que fruto da época realizada poderia fechar a arbitragem com melhor número classificativo, se a ingratidão dos homens na arbitragem não fosse um ciclo quase sempre imoral, para aqueles que não se situam no sul do país. Uma palavra final para Elmano Santos, o árbitro madeirense que arbitrou muitos jogos de grau de dificuldade, não merecendo o ultimo lugar dos não despromovidos. Já Pedro Henriques, que tem sido sempre escolhido pela maioria da imprensa desportiva e por muitos adeptos, como o melhor árbitro português, esteve a 32 décimas de descer de divisão, provando que dentro do sector específico de arbitragem, não tem convencido os observadores a atribuir-lhe pontuações suficientes para ficar no lote dos melhores classificados, dando razão aos dirigentes e comentadores de arbitragem, que nos últimos anos verificam, que em quase todos os jogos é insuficiente no cumprimento integral das Leis do Jogo.

10 comentários:

Anónimo disse...

Boa noite Sr Leirós,

Vou comentar algumas pérolas suas:

..." Soares Dias...que serviram para mostrar as suas capacidades e terminar a época num brilhante 3º lugar que abre as portas às insígnias da FIFA, pois a A.F.Porto vê partir um dos seus baluartes da arbitragem, Paulo Paraty,

1º Paulo Paraty um baluarte? Do Compadrio, dos favores e dos escândalos!
2º Abre as portas ás insígnias da Fifa? Pois rei morto... rei posto...

Mas o senhor continua:

"...fruto da época realizada poderia fechar a arbitragem com melhor número classificativo, se a ingratidão dos homens na arbitragem não fosse um ciclo quase sempre imoral, para aqueles que não se situam no sul do país"...

1º O PParaty não desce de divisão há 3 épocas seguidas devido ao compadrio e ao pobres coitado que não têm cunhas a caírem no lugar dele!

2º...No sul do país?? Afinal temos um regionalista!!! Então o Sr Leirós diga-me: Quem tem tido mais árbitros internacionais? E se formos falar de Árbitros Assistentes!!! Voilá são quase todos de onde? Quando fala deve dizer as verdades, não é falar por falar. Só há uma associação que se compare à do Porto! È a de Setúbal. Esse é um dos mistérios que nunca consegui perceber na arbitragem!!! Mas sempre podemos comparar a qualidade de um António Costa com um Paraty!! Ou um Lucílio com um PCosta!!! É só escolher!!!

Passar bem

Pedro Cerdeira

adepto de futebol disse...

o meu clube viu a verdade desportiva adulterada com decisões escandalosas do senhor jorge sousa. é um insulto considerar este gajo o melhor na liga. Este sr. arbitro "não viu" a entrada assassina do rodrigo alvim ao carlitos num belém vitoria, penso q está tudo dito...

zé da póvoa disse...

O Sr. Leirós deveria dar mais ênfase ao carácter técnico das arbitragens e não classificar os árbitros em função da relação pessoal que tem com cada um deles. O que diz sobre Parati só é possível por serem grandes amigos.
Parati já há alguns anos que deveria ter descido de nível. Só não desceu porque Valentim e Vieira o seguraram. E esses favores pagam-se...! Neste mundo!

vanbasten disse...

http://www.youtube.com/watch?v=BH8ADuPrmOw&eurl=http://canalfcporto.blogspot.com/

Anónimo disse...

Em relação ao sr. Pedro Henriques não admira que certa imprensa o ache o melhor. Basta recordarmos a sua actuação no último derbi de Lisboa que apitou com benefício evidente do clube endeusado por essa mesma imprensa.

Anónimo disse...

Porque há mais arbitros da A.F. Porto do que na A.F. Lisboa na 1ª divisão, sendo esta uma ultima uma região com mais população do que a região metroplitana do Porto??

Quais são os factores que levam a esse fenomeno?

Uma pergunta obvia atendendo que quanto maior for a população maior será a participação nas associações regionais...É um ângulo da noticia de interesse social, público e desportivo e como tal devia ser analisado pelos meios de comunicação.

E a nivel cientifico é um assunto para uma interessante de tese de Mestrado....

Anónimo disse...

Sr. Leirós: durante o Euro 2008 têm-se ouvido muitas apitadelas vindas da bancada, susceptíveis de se confundirem com as do árbitro. Isso é permitido?

Ramiro Santos

bancada16 disse...

Ai Leirós, Leirós, Leirós....quanto mais escreve cada vez menos tenho vontade de o ler. Só lhe vou dizer uma coisa, não se esqueça que as escutas do processo apito dourado foram tornadas publicas. E quem teve tempo de as ler apercebeu-se de como isto funciona. E como isto funciona é assim: OS HOMENS DO NORTE (Valentão, Bimbo e Pinto d Sousa)CONTROLAM AS CLASSIFICAÇÕES.
Cumprimentos

Jose Leirós disse...

Para Bancada 16 - Pois controlam pois controlam nao ha qualeur dúvida. E que região e que Associações onde esses árbitros estavam incluídos nos ultimos vinte e dois anos foram beneficiados. Por acaso acha que foi a da AFP??
Acha que eram esses arbitros que arbitravam e eram nomeados para esse clubes....???

Jose Leirós disse...

Para Ramiro Santos.
Sr. Ramiro é permitido, não se pode proibir, no entanto se o jogador parar de jogar ou jogar a bola com a mão por esse motivo, deve o árbitro interromper o jogo e recomeçar com lançamento de bola ao solo e providenciar junto da organização e forças de segurança para que o (s) individuo seja identificado e retirado do estádio.
Um abraço