AGORA ESTOU AQUI

segunda-feira, abril 28, 2008

UMA PEÇA POLÉMICA*

http://antonioboronha.blogspot.com/

* no mínimo

3 comentários:

Anónimo disse...

Já agora, aproveita para destacar este comentário que está nesse blog (se calhar não te dá muito jeito):

Há dois dias que a imprensa questiona como foi possível que a direcção do Boavista tenha sido enganada pelo conto do vigário do “investidor” Sérgio Silva? Curioso, mais a mais quando este vigarista patusco não retirou um cêntimo ao clube. Bem mais interessante, e relevante, parece-me tentar perceber como é que a família Loureiro foi enganando as contas do clube durante anos, nomeadamente o presidente do conselho fiscal, obrigado a avalizar investimentos que lesaram e descapitalizaram o clube em dezenas de milhões de euros, sem que ninguém desse por nada. Essa é que é a pergunta que eu gostava de ver respondida, de preferência pelo actual presidente do conselho de administração da Assembleia da República, o deputado do PS José Lello, e presidente do Conselho fiscal do Boavista durante o consulado da família Loureiro e que agora transitou para a Mesa da Assembleia Geral do clube. O mesmo que até fez uma auditoria às contas de 2004, quando começaram a surgir as primeiras dúvidas sobre a veracidade das finanças axadrezadas, mas nunca se apercebeu de nada. Mesmo para o habitualmente baixo nível de clarividência de José Lello, não deixa de ser comovente tanta "ingenuidade".

atirador especial disse...

E agora Geninho, nao comentas o sugerido pelo nony das 15.13 ???

Repórter H disse...

Cada vez me convenço mais, que a grande maioria dos portistas, acreditava piamente, que este ano iam limpar a Liga dos Campeões com uma perna atrás das costas!

E que se fosse um passeio como foi o campeonato cá do burgo, não seria uma grande surpresa.

O que se calhar os "Boronhas" e os "Sousa Tavares", que vão alimentando o ego a alguns que pensam que Mónacos, Corunhas e outras equipas de 2ª chegam todos os dias às fases decisivas da Champions, é que estes 4 semi-finalistas, são grandes equipas, constituídas por excelentes jogadores com uma experiência muito acima da média.

Precisamente por isto é que os jogos entre eles, nem sempre são espectaculares. São jogos de grande intensidade táctica em que os artistas põem toda a sua qualidade ao serviço do colectivo e não arriscam um mílimetro.

Ou será que já está tudo esquecido que em 28 de Novembro passado o Porto levou 4-1 em Liverpool? Se calhar deviam mesmo lá estar nas meias finais, para apanharem mais 4 e descerem à terra!