AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, abril 17, 2008

SPORTING METEU O PÉ ONDE BENFICA NÃO CONSEGUIU TER A CABEÇA

Esforço, devoção e, claro, glória. Nada mais simples para explicar o sucesso do Sporting na trepidante meia-final da Taça de Portugal. Mais uma vez o Benfica deu o berro. Desta vez jogou a segunda parte com menos 3 jogadores: Nuno Gomes, Rui Costa e Petit. Não ouso chamar jogador a um tal Maxi Pereira. Paulo Bento, a perder por 2-0, tomou a iniciativa e Chalana não foi sequer capaz de correr atrás do prejuízo. A perder por 2-1, começou a pensar em mandar entrar o Bynia... Empolgante o regresso de Derlei, veremos se o joelho está ou não preso por arames, e mais um grande jogo de João Moutinho, com Veloso também em grande plano e a Djaló fulminante - mais 3 miúdos que não tarda nada e os leões transformam em mais valia...
Para o Benfica sobra a...esperança. Domingo, no Dragão, a época pode acabar. Vieira poderá começar a preparar mais uma ronda pelas casas do Benfica na província.

6 comentários:

gama7 disse...

va la agora o senhor ja so diz que o rui costa nao joga na segunda parte, sim porque nem ha duas semanas atras dizia que o benfica jogava com 10 quando o rui costa estava em campo, ontem mais um golo e um passe fantastico para leo que permitiu o 2º golo, so o senhor nao ve o obvio. o rui com 36 anos vale mais que um miudo qualquer de 20 que têm o seu valor inflacionado pela imprensa

galos disse...

Eh, pequenino,
dizem uns, mas
maior do que o
Petit, que nem
é grande, tamém,
pra lhe comer na
touca da cabeça.

Aperta-Pitons disse...

Está bem que taça é taça. E está bem que há tomba-gigantes em quase todas as jornadas. Mas foda-se! Aquele jogo deixa qualquer gajo fodido. Até o Ghandi, se fosse Benfiquista, mandava ali no mínimo um "foda-se", em pleno museu do azulejo.

PPA disse...

Sporting, 5 - Benfica, 3

Um dos melhores jogos de sempre... e seguramente o melhor (até à data) do Século XXI!



Parabéns ás duas equipas pelo fantástico espetáculo que proporcionaram a todos aqueles que gostam de desporto em geral e de futebol em particular. Mesmo os adeptos da equipa derrotada têm motivos para estarem felizes, pois este terá sido para muitos o melhor jogo que presenciaram nas suas vidas.



Mais uma 1ª parte mal conseguida
Com menos 2 dias de descanso e muitas baixas no plantel, o Sporting foi obrigado a colocar Veloso a Central a substituir o líder da defensiva Anderson Polga, e o "verdinho" Adrien Silva no meio campo. Mais do que o facto de Veloso jogar a central, o maior problema residiu na ausência deste no meio campo a servir de pêndulo de todo o futebol Leonino.
Depois Romagnoli passou 1 hora em campo a engonhar, engonhar, sem desenvolver e assim o futebol do Sporting tinha dificuldades em definir e resolver. Vuk andou completamente escondido.
Apesar de tudo o Sporting começou o desafio com 10/15' de superioridade, mas cedo se desvaneceu e foi o Benfica a chegar ao golo aos 18'.
Após o golo de Rui Costa, o Sporting foi muito a baixo psicologicamente e o Benfica passou a controlar completamente a partida, apresentando classe em campo; e foi sem surpresa que aos 30' chegou ao 0-2 por Nuno Gomes.
Pairava em Alvalade o fantasma o último jogo para a UEFA, onde fomos derrotados pelos Rangers, precisamente por 0-2 e da forma mais cínica possível, por uma equipa que colocou o "seu autocarro de 2 andares" em frente à baliza.
Mas com este 2º golo do Benfica, Paulo Bento decide mexer e arriscar colocando em campo Izmailov para o lugar de Adrien; desfazendo o 4-4-2 em losango e passando a um 4-3-3, com Izmailov a fazer o lado direito. Deste modo o Sporting no final da 1ª parte o tentou atacar mais e melhor, mas a falta de inspiração e o GR Quim evitaram o golo Leonino. Ao mesmo tempo o Benfica foi recuando progressivamente e começando a jogar com os tempos de jogo.
O intervalo chegava com o Sporting com 67% de posse de bola! Mas com 0-2 no placard, o que mais fazia ainda lembrar o desaire com os Escoceses! Os cerca de 10.000 adeptos do Benfica presentes, brindavam o estádio com "Olés", o que entristecia e enervava ainda mais os Leões.
As perspectivas para a 2ª parte não eram as melhores, pois para além de não ter opções no banco… tínhamos menos 2 dias de descanso e treino que o adversário, o que fazia temer o pior! Ainda para mais, "sabíamos" que não nos bastaria marcar 2 golos para empatar a partida, pois no caso das coisas terem que ser decididas a penalties, temos "malapata".
Os comentadores das TV's e Rádios faziam já o enterro ao Sporting…
Na mente de quase todos os Sportinguistas, seria inadmissível continuar a aturar Paulo Bento como treinador do Sporting, caso a previsível derrota se confirmasse.



Nova Chama
No primeiro quarto de hora da 2ª parte o Sporting entrou com muito mais vontade, mas continuou sem definir bem na altura de marcar. Aos poucos o Benfica foi ficando encostado ás cordas, jogando com 2 linhas defensivas, mas a verdade é que o golo não chegava. Romagnoli continuava a engonhar.



O momento da viragem (60')
Aos 60' dá-se o momento da viragem. O Capitão Moutinho dispara uma "bomba", que Quim desvia de forma espectacular para a barra.
Paulo Bento perde a paciência pelo facto de não se conseguir marcar e decide arriscar tudo, fazendo entrar mais um avançado, Derlei (que vinha de uma lesão que durou desde o início da época) para o lugar do complicativo Romagnoli.
O Benfica foi jogando cada vez mais à defesa, mas não mexeu bem na equipa, que jogava agora contra um Sporting que já havia desfeito o inicial 4-4-2, depois o 4-3-3, e apresentava agora uma frente de 4 avançados, ainda com Moutinho e Izmailov a ajudar.



O que é jogar à Sporting?
Esta pergunta ouviu-se nos últimos tempos pela imprensa.
A resposta foi dada em campo!
Jogar à Sporting é jogar com DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO e ESFORÇO… para obter a GLÓRIA!
Jogar à Sporting são os 25' finais da partida de hoje, onde pura e simplesmente o Sporting jogou no limite da adrenalina, sendo Imperial, dando tudo em campo, esmagando uma equipa da dimensão do Benfica com 5 golos em 24'!!!
Foram cinco golos que fizeram pular e perder a voz ao mais pacato dos adeptos.



Destaques
- Izmailov: tem feito muitos jogos em que passa despercebido, mas ás vezes joga a sério, e hoje fez tudo bem! Um quebra-cabeças para os adversários.
- Djaló: o "anti-Sansão"! Cortou o cabelo e agora é sempre a facturar. Aquele seu 2º golo de 30 metros não está ao alcance de qualquer um!
- Moutinho: um grande capitão! Um médio polivalente de grande qualidade.
- Quim: está a fazer a sua melhor época de sempre. Para mim é esta época o melhor GR do campeonato. Deveria ser titular da selecção.
- Di Maria: a surpresa para este jogo, com a velocidade que empregou, destabilizou a remendada defensiva Leonina. Chalana deu um tiro no pé ao substituí-lo.
- Derlei: marcou logo no seu regresso após prolongada lesão. Dá tudo o que tem.
- Liedson: joga muito e lá meteu mais um.
- Rui Costa: muita classe, mas as pilhas não já não dão para mais de meia hora. Enquanto teve forças foi o cérebro do Benfica.
- Tonel: tem vindo a subir de forma e é hoje um valor seguro como central, com a vantagem de apontar bastantes golos de cabeça. Merece jogar pela selecção, apesar de não ser um primor técnico faria boa dupla com o Ricardo Carvalho.
- Grimi: o lateral esquerdo que faltava… segurem-no!
- Rodriguez "Cebola": tem bom poder de fogo, de média e longa distância. Ainda bem que não fica no Benfica para o ano.



Agradecimentos
Obrigado Sporting pela Cilindrada de hoje! Uma MÃO CHEIA!
Obrigado Benfica pela grande equipa que também é!
Obrigado à grande maioria dos Benfiquistas, que soube nas TV's, Rádios e Jornais, dar mérito à estrondosa vitória do Sporting. Hoje soube-se Ganhar e soube-se Perder.
Obrigado à equipa de arbitragem. Quando é isenta… o Sporting normalmente ganha.



Azias
- Para aqueles que querem inventar lances salvadores da arbitragem onde não existem, o meu desprezo. Até porque afinal as únicas razões de queixa seriam do Sporting, pois o árbitro Jorge de Sousa não quis expulsar ninguém para preservar o espectáculo; e teve 3 oportunidades para colocar jogadores do Benfica na rua.
- Rui Santos. O comentador da SIC estava com uma azia tremenda, mas continuo sem perceber se é por ser Benfiquista e estar aziado pela derrota, ou se é por ser Sportinguista e estar furioso pelo seu odiado treinador (Paulo Bento) ter "assinado o contrato" para a próxima época com esta exibição.
- A minha e a de muitos Leões, que perguntam a eles próprios porque raio a equipa não apresenta sempre esta grande vontade e empenho nos jogos, ou até porque não a tem desde o 1º minuto, nomeadamente nas primeiras partes dos desafios?
Ficou hoje provado (e de que maneira) que a melhor defesa é o ataque; e acho que o Sporting só tem a ganhar com o incremento de tácticas ofensivas.



http://bola-na-trave.blogspot.com/2008/04/sporting-5-benfica-3.html

TV Matrix disse...

Liga portuguesa em directo, filmes, séries, conteúdos para adulto:

http://tv-matrix.blogspot.com/

televisão online

Anónimo disse...

Como todos sabemos, estamos numa economia com um crescimento muito baixo, praticamente estagnada, e com um índice de desemprego altíssimo, que não só não baixa, como só não sobe mais, porque tem sido compensado, principalmente no nosso distrito, por levas sucessivas e intensas de emigração.




Os últimos indicadores não são optimistas, pelo contrário. A situação internacional tem vindo a piorar, sendo de prever a afectação das nossas exportações, o único sector que tem permitido um crescimento embora lento da nossa economia. As previsões do FMI são aterradoras mas mesmo que nelas não acreditemos (acertam tantas vezes quantas erram) a verdade é que o Banco de Portugal já pediu uma revisão em baixa das perspectivas de crescimento.


No entanto, como já tantas vezes afirmamos, a nossa situação concreta no Norte do país é bem pior que no resto. Estamos abaixo da média nacional em todos os indicadores, embora sejamos a única região do país que exporta tanto quanto importa.


Estamos abaixo nos indicadores educativos, no poder de compra, na assistência na saúde e social e quando se esperaria que, face a esta situação, os governos do país canalizassem os fundos europeus para a região que se tornou uma das mais pobres de toda a Europa, não é isso que sucede.


Há muito, muito dinheiro a chegar todos os dias ao país vindo do Quadro de Referência Estratégico, senão também não se veriam os sinais exteriores de riqueza que todos vemos. No entanto, se parte deste dinheiro vai obrigatoriamente para as regiões, delas se excluindo a região de Lisboa por ter rendimentos acima da média europeia, o grosso das maquias não vão para as regiões mas ficam nos chamados programas horizontais e esses, não regionalizados, Vão quase todos parar por inteiro para a tal região que não pode receber os fundos europeus por estar acima da média: ou seja para a região de Lisboa.




Não se percebe como no Porto ninguém abre boca. O dinheiro que deveria servir para desenvolver o país, está simplesmente a alimentar uma classe dirigente sediada na capital que assim enriquece. E o mais descarado é que embora escondam estas manigâncias, são capazes de escrever ou de dizer abertamente que Portugal, sendo apenas Lisboa, é nessa região que se devem concentrar os investimentos europeus vindos dos impostos dos europeus e os correspondentes investimentos governamentais vindos dos nossos impostos.




Temos um presidente da Cãmara preocupado em tirar a cantina aos trabalhadores, em passar a patacos o Bolhão, em não gastar dinheiro com jardins, a poupar no papel higiénico, sem uma palavra, uma visão para as grandes questões estratégicas de desenvolvimento do Norte, ou para bater o pé ao desvio descarado dos fundos europeus, chamados horizontais, para a capital.


Temos partidos políticos no Porto que mais parecem delegações da capital, funcionam ao fim-de-semana quando os líderes vêm de Lisboa para descanso, e tentam fazer de cada um de nós uma espécie de portugueses de segunda, como se aqui o norte se tivesse transformado numa nova colónia. Colónia não, uma espécie de província ultramarina, para ser mais suave, como na outra senhora.


Até quando?

P.Baptista à Radio Festival