AGORA ESTOU AQUI

quarta-feira, abril 02, 2008

A lei das grandes penalidades e as interpretações convenientes

Todos, no futebol, sabem ou devem saber que, para os árbitros, a grande penalidade é a lei de mais difícil resolução e aquela em que decidir mal é sempre um problema acrescentado. Ao longo da época, as estatísticas dizem-nos que o Sporting tem sido a equipa que mais penáltis favoráveis tem tido.
E, no recente Sporting-Benfica, dirigentes leoninos contestaram veementemente Paulo Paraty por não ter marcado grande penalidade quando Léo rasteirou Vukcevic.
Ao longo das últimas décadas, os dirigentes têm-se esquecido de que denegrir e atacar a arbitragem publicamente é meio caminho andado para descredibilizar o futebol.
E não têm acompanhado o espírito de 'fair- -play' e desportivismo que por vezes nos chega de outras paragens, nomeadamente reconhecer quando também são beneficiados por uma decisão incorrecta da arbitragem. Vem isto a propósito do penálti favorável ao V. Setúbal e não assinalado, na final da Taça da Liga. Desta vez, nenhuma voz se levantou no Sporting, que, com essa decisão, chegou aos... penáltis.
E o Sporting voltou a dar-se mal.
Só que, agora, foram os seus futebolistas que falharam. A atitude para com eles não foi idêntica, em termos públicos, à que os dirigentes leoninos tiveram com Paraty.
Não seria mais digno para os clubes e benéfico para o futebol e para a arbitragem, se os erros dos árbitros fossem criticados e punidos da mesma forma como os clubes o fazem quando os têm dentro de portas?

10 comentários:

habitos salazaristas disse...

Relativamente ao ano que o Benfica foi campeão:

«1) Benfica - Braga ( 0-0) Golo limpo invalidado a um avançado João Tomás do Braga. Quando instado a comentar o lance, por um jornalista, Jesualdo Ferreira escudou-se no já dogmático "..não comento arbitragens...". Árbitro: JOÃO FERREIRA.

2) Académica - Benfica (0-1) Golo de Nuno Gomes precedido de uma situação de fora-de-jogo.Árbitro: PAULO PARATY.

3) Guimarães - Benfica (1-2) Ficou por marcar mais uma grande penalidade contra o Benfica, sendo "substituída" por um livre, mesmo à entrada da área, do qual resultou o 2º golo do Benfica. Árbitro: JORGE SOUSA.

4) Gil Vicente - Benfica (1-1) O golo do Benfica surge 1, 5 minutos depois do tempo de compensação através de mais uma simulação de livre.Árbitro: DUARTE GOMES.

5) Marítimo - Benfica (1-1) Simulação, livre inventado e golo. Árbitro: BRUNO PAIXÃO, pois claro!

6) Benfica - Estoril (2-1) Karadas no seu melhor e na única coisa que sabe fazer... mergulho, penalty e... a tal vitória do costume.Árbitro: PAULO PEREIRA

7) Benfica-Rio Ave (3-3) O golo que dá o empate ao Benfica mais uma vez é marcado a partir de posição irregular. Ordens da APAF?Árbitro: NUNO ALMEIDA

8) Nacional-Benfica (0-1) Mais uma grande penalidade que ficou por assinalar a favor dos nacionalistas.Árbitro: BRUNO PAIXÃO, pois claro!

9) Benfica-União de Leiria (1-1) Já depois de ultrapassado o tempo de compensação, o árbitro transforma uma falta cometida por Karadas, a favor da equipa da Luz, resultando daí o golo da APAF que faria o empate.Árbitro: JOÃO FERREIRA.

10) Estoril-Benfica (1-2) Penalty por assinalar a favor do Estoril, 1ª expulsão aos 20’ pelo apalavrado Rui Duarte, 2ª expulsão ‘por palavras’, antes da reviravolta. Este jogo do Algarve, encontra-se sob investigação da PJ. Árbitro: HELIO SANTOS, o amigo!

11) Benfica-Belenenses (1-0) Mais um penalty ridiculamente assinalado a favor do Benfica, e um por assinalar para cada lado. Árbitro: MÁRIO MENDES, o super mário!

12) Benfica-Sporting (1-0) Golo em falta na marcação de uma falta simulada no local certo. Mais uma obra de arte de... Árbitro: PAULO PARATY.

13) Boavista-Benfica (1-1) Grande penalidade da ordem, super duvidosa, tendo ficado por assinalar uma outra contra o Benfica, quando Diogo Valente se dirigia para a área encarnada. Árbitro: PEDRO HENRIQUES.

14) Só foi pena a final da Taça de Portugal, depois de 11 anos hibernados, apenas conseguiram sair da toca por uma semana, para cedo regressarem, digerindo uma dobradinha à moda de Setubal! Fez-se justiça com a vitória do Setúbal, que deveria ter defrontado a Oliveirense, mas por vontade própria do sr Bruno Paixão que, após os seus 3 penaltys e dois cartões vermelhos, decidiu que quem ia à final era o seu clube do coração. É por estas e por outras que o sr Vieira mandou gravar um DVD e reconheceu que «o futebol português lhe metia nojo». Parabéns, sr Filipe Vieira.

15) Não admira portanto que Jornalistas como Ferreira Fernandes tenham escrito: ASSIM NÃO QUERO!
Este ano é para esquecer. Cá estarei para o ano, para sair à rua, gritando pelo meu Benfica que ganhou um campeonato, o primeiro limpamente ao fim de uma dúzia de anos.Sou benfiquista e estou incomodado. Envergonho-me pelos favorecimentos ilegítimos que, esta época, o Benfica teve. Sendo benfiquista, não posso dizê-lo? Não importa, digo-o na mesma. Irritam tantos anos sem ganhar um campeonato, mas não me ofendem!»

Bancada Sul disse...

Hábitos Salazaristas falta aí mais matéria!

O apito dourado é outra farsa tal como a Casa Pia, a corrupção em Portugal goleia a justiça!

Só existirá justiça quando FCP e SLB descerem de divisão! O problema é que todo o sistema desportivo e politico os servem!

Saudações leoninas!

Alberto Quintino disse...

E é você jornalista a escrever merdas destas?... Você deve sonhar com o céu, a viver entre os anjinhos...Caia na real e escreva sobre coisas credíveis em vez de se perder a escrevinhar idiotices.

Alberto Quintino disse...

Olhe, Eugénio, e ainda mais: vá ao oftalmologista urgentemente porque anda a ver mal. Todas as televisões mostraram o lance as vezes mais do que suficientes para se ver que a falta do Abel é fora da área. Não é por você querer, que é penalti...mas num jornalista que tem o dever de ser isento, isso é falta grave.

samuéli disse...

Ó pá, são os milhões, é a cultura, com os mesmos poderes judicial e o político ao serviço do SLB, num estado de tradicional fascismo, que só não se denuncia por ser íntimo à maioria, desejosa de vingança, se não cheira a jogar a bola, a organizar-se e mal vê.

Ceguinhos, levados, sim...

Até ao dia, quem sabe, daqui a muitos anos, que o deserto suba tanto que pareça Lisboa a arder.

PPA disse...

Sr. Leirós:

Assim de repente lembro-me de um penalty claro que não marcou a favor do Sporting no Bessa...

PSousa disse...

Sinceramente foi tão bom como árbitro , como jornalista"zeco", pois a falta foi fora da área, que era punivel com cartão vermelho [pois a falta começa e termina fora, o jogador é que cai dentro da área], mas o senhor Leiros, tal como nos seus tempos de árbitro vê tão mal fora do campo, que agora já não me admira porque era tão mau dentro deles [se calhar um pouco melhor do que escreve]...é que escrever estas atrocidades, é o mesmo que um analfabeto estar a dar aulas...

Sinceramente, mude de discurso...para se credibilizar, pois assim, ainda descredibiliza mais o seu sector que tanto fala e quer que os outros acreditem no que está a vista...

Enfim, culpa tem quem o mete aqui a dizer barbaridades e não o corrige, faz-me lembrar quem nomeia e dá as notas aos árbitros...

Fique bem

gama7 disse...

a falta começou fora da àrea mas acabou dentro da mesma, ou seja pelas novas indicações dadas aos àrbitros a falta deve ser assinalada no lugar onde acabou e nao onde começou como era antes

Anónimo disse...

Com opiniões destas, se vê a tristeza de espírito, a falta de classe e o ressabiamento para quem tenta impor os caminhos da justiça no maltratado futebol português. E árbitros como você foi... não, obrigado!
Não venha aqui agora armado em moralista, quando fez as asneiras que fez, contra esse clube que fala, além doutras que por incompetência ou maldade andou a praticar nos campos do País, ainda por cima pago.
GAAB.

Gomez disse...

- Se calhar, Oh Leirós, queres branquear a falta do Luisão sobre o Ricardo que deu o campeonato ao Benfica em 2005??!!! Aquilo é falta em qualquer lugar do Mundo!! Se calhar queres branquear a porca (veja todas as crónicas nos jornais) arbitragem do Paraty no último Sporting-Benfica??!! Se calhar queres branquear a arbitragem do Pedro Henriques no outro jogo do Sporting-Benfica em que ficaram por assinalar 3 penaltys (2 para o Sporting e 1 para o Benfica)??!!

- O Elefante não é banco, é bem VERMELHO!!!!