AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, fevereiro 08, 2008

OS NOSSOS JORNAIS, HOJE


Quando se verifica que o director de um dos jornais mais lidos do país, o JN, escreve que a Imprensa portuguesa é pequenina, cheia de defeitos mas genericamente séria, como foi o caso de José Leite Pereira hoje nas páginas do jornal portuense, pouco mais fica para dizer. É apenas a confirmação do conformismo vigente e da falência de um paradigma. O jornalismo português é o que era apesar de alguns balões de oxigénio puro com pouca resposta do mercado e a merecerem também a indiferença dos empresários. Um velho mundo cosmeticamente preparado com base em estudos de audiência e de perfis de leitores, onde manda quem pode e obedece quem tem juízo.

5 comentários:

Anónimo disse...

E a capa da Abola a comparar o Makukula à estátua do Eusébio ???

Mostra como vai o estado demente de alguns, não concorda ?

johana disse...

O post todo não sei, que não cheguei ao final, Eugénio, mas a figura, a foto e obra-prima, ai, adorei, que nunca tinha visto o Jardim tão ele mesmo, lindo, assim natural, sem mais travestidos.

Red Ryder disse...

johana

Trocas-te toda, seja qual for o comentário,daasssss!
Senão és disléxica, explica-te:
- Estás a falar de quê?

maria disse...

Oh, e tamém esse batevola parece desses jornalistas que eu sei que levam à peça pa entreter a maltosa c'o PC e futebóis, enquanto os maiores passarões passam à Espanha, depois de encherem de droga e mais máfia os pneus...

Ai, não, que não sei, que a carola e a morgada trabalham assim à peça, tamém!...

dragao vila pouca disse...

Mais um comentário censurado. Agora já não vai pegar a desculpa que me deste. Tu não trabalhas no C. da Manhã