AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, fevereiro 05, 2008

MONARQUIA


Para um país que deixou de ser monárquico há quase 100 anos - embora continue a ter líderes com tiques de príncipe maquiavélico -, é a surpresa completa:
- Afinal temos dois reis: Ronaldo e Eusébio.
- Com um bocado de esforço, até podem contar três com D. Duarte.
É este o país que tem ainda o único Papa que não vive no Vaticano.

5 comentários:

Bispo disse...

...e jornaleiros ressabiados como é o teu caso

kolchak disse...

Preocupa-te em fazer deste jornalismo em vbez de escreveres merdas...........mas aí era o caralho para entrares no olival né

FC PORTO E SPORTING METIDOS EM

MAIS UMA EMBRULHADA


O presidente do Panatinaikos da Grécia deu hoje uma conferência de imprensa, na qual disse que o seu clube tinha a intenção de criar uma empresa de fundos de investimento de jogadores. Como é ilegal qualquer clube de futebol europeu ter empresas de fundos de investimento em jogadores, os jornalistas presentes nessa conferência de imprensa alertaram o presidente do Panatinaikos para esse facto e qual não foi a surpresa, quando este respondeu de pronto que deveriam estar enganados porque já existia um clube europeu com uma empresa do género e referiu tratar-se do FC Porto em Portugal e até o nome da empresa: First Portuguesse Football Player Fund.
Sendo assim, melhor se compreende o facto do FC Porto, no dia 23 de Janeiro ter vindo à pressa comprar a totalidade dos passes de quatro dos seus jogadores para evitar ter problemas a nível da FIFA .
O que se sabe ao certo é que esta empresa detinha até à semana passada uma parte dos passes dos jogadores do FC Porto, Ivanildo, Paulo Machado, Ricardo Quaresma e Vieirinha, altura em que os “dragões” anunciaram a compra na totalidade desses passes.

O Sporting também recomprou por 2,474 milhões a percetagem de passes de jogadores seus à First Portugueses.

A revogação do contrato assinado pela Sporting SAD e pelo First Portuguese foi anunciado há quatro meses. A SAD leonina readquiriu as percentagens dos passes de João Moutinho (10 por cento), Djaló (28 por cento), Saleiro (26,5) e Labarthe (20) por 2,747 milhões que somava a uma dívida de 765 mil euros. O total (3,24 milhões) foi pago em acções da SAD, numa percentagem total de 7,36 por cento do seu capital.

O que não se sabia e que o presidente do Panatinaikos assegurou é que a empresa de fundos pertence ao FC Porto. Talvez se entenda melhor agora a execelente amizade que existe entre estes dois clubes do Porto e Lisboa.

Helder Postiga foi cedido ao Panatinaikos e o presidente do clube Grego lá saberá do que fala.
Esta denúncia pública poderá desencadear uma investigação para se ver a quem pertence de facto a First Portuguesse Football Player Fund.


FIFA proíbe influências externas


No artigo 18º do Regulamento de Transferências, a FIFA estabelece muito claramente:
"Nenhum clube deve firmar um contrato que habilite essa outra entidade ou uma terceira entidade a interferir ou influenciar no emprego, em assuntos relacionados com transferências, nas suas políticas ou nos desempenhos das suas equipas." Ora, os termos do contrato de Associação de Interesses Económicos assinados pelas Sociedades Desportivas e pelo First Portuguese Football Player Fund continha cláusulas que se poderia considerar violarem os regulamentos, ficando as SAD sob a alçada do Comité Disciplinar da FIFA. Sobretudo na medida em que estipula a obrigatoriedade de vender ou comprar os direitos, abrindo campo a uma hipotética especulação com repercussões no comportamento das SAD. Este regulamento obrigaria a dar um enquadramento totalmente diferente ao modelo de fundos desenvolvido pela Orey Financial.

In BdB

Anónimo disse...

o Eusébio menos mal, mas agora um rei com sobrancelhas de Raínha da noite, NÃO!!!!! :-(, só se for para o carnaval do Funchal....

Anónimo disse...

E a quantidade de parvos...camionetas deles

Carlos Machado disse...

Mas A Bola já não tem Director?
Que palhaçada de 1.ª Página!