AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

ACADÉMICA


Sábado, dia 9, pelas 17.00 horas, na Casa da Beira, no Porto, à Rua de Santa Catarina, João Mesquita e João Santana lançam o livro "Académica - História do futebol", do qual aqui deixo a sinopse da editora:

A HISTÓRIA DO FUTEBOL DA BRIOSA, julgamos nós, dificilmente será entendida se desligada da história da Associação Académica de Coimbra. Não apenas porque foi no seio desta que nasceu a prática da modalidade entre os universitários coimbrãos, estava o regime republicano no seu advento. Mas porque de outro modo não se compreenderia porque é que, em 1969, por uma única vez, o Presidente da República não esteve presente na final da Taça de Portugal. Como não se perceberia porque é que, em Junho de 1974, a secção de futebol da Associação Académica foi temporariamente extinta por decisão de uma Assembleia Magna estudantil. O 25 de Abril foi há mais de três décadas e a chamada crise académica de 69 há mais tempo ainda. Mas não, não se trata de velharias, no que também simbolizam no relacionamento entre a Briosa e os estudantes. Ainda não há muito, durante um jogo, o estádio do Calhabé estava pejado de cartazes contra as propinas na Universidade. Em que outro estádio do país é possível - dir-se-ia mesmo, é normal - ver os estudantes a manifestarem-se assim? E não, não são resquícios corporativos, como alguns poderão ser tentados a pensar. Ao contrário: se a história do futebol da Briosa é, desde sempre, inseparável das lutas estudantis, ela confunde-se igualmente, em larga medida, com a própria história da cidade e do país no último século.

1 comentário:

Paulo disse...

Desculpe, quem escreveu este texto? Se isto está no livro é fantástico, tenho de assinalar esta parte: "os universitários COIMBRÃOS". Não sei de que terra vem essa designação, porque as gentes de Coimbra chamam-se Conimbricences. É o mesmo que dizer que os de Lisboa são os Lisbonenses (fica muito bem)...
Enfim que ignorancia