AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, janeiro 25, 2008

UM CRAQUE DA MINHA TERRA

É muita areia para a nossa camioneta!!!!!!!!!!!!!!!!

6 comentários:

dragao vila pouca disse...

Quem é esta vedeta? Quantos minutos aguentou a bola sem cair?

ze da povoa disse...

O Eugénio Queirós deveria mandar este vídeo para os seus amigos do slb que andam desesperados à procura de reforços.

Vai de Mota disse...

Ui, dois minutos a dar toques e já é 'muita areia'??

É por causa de olheiros assim que os clubes estão cheios de cepos.

Dois minutos a dar toques, com o devido respeito, é para quem quiser supondo que sabe o que é uma bola.

G Mellos disse...

Bah, o Makukula, há pouco, na TVI, popularucha e beata, pareceu-me bem mais escurinho da silva c'aqui, ó Genoo, cum caragunis...

O INFERNO DA LUZ disse...

Camacho é hoje alguém que perdeu o pé. E isso nota-se, num homem que fazia gala em mostrar uma segurança e um domínio de todas as situações. Para já, foi obrigado a recuar nas críticas que fez aos jogadores, dizendo que foi mal interpretado e assumindo, pela primeira vez, as suas responsabilidades. Caso raro num homem com uma imagem de autoridade imaculada.

Anónimo disse...

Por falar na sua terra, distinto EU,Génio, sabe porventura quem estava a jantar na sexta feira à noite no restaurante quarenta e 4?
Da minha parte posso apenas dizer-lhe que o risotto de ostras estava bastante bom, mas a nota máxima foi para o Malhadinhas (que traz no rótulo uma vaquinha desenhada pela Matilde) e para o carpaccio de boi. Na mesa do senhor Oliveira (exactamente, o da Controlinvest) bebeu-se champanhe e ouviu-se pelo menos um brinde. O Conde de Redondo (sim, também lá estava) não foi visto a brindar. Os outros dois ilustres convivas que completavam a mesa de quatro casais não conheço, mas achei piada que o Conde que parece um abade estivesse de camisola verde na sexta feira antes da ida a Alvalade. Por quem torcerá o Quim no domingo?
O Manel Seabra também estava no quarenta e 4, mas lá em cima na secção de fumadores, o Quim ficou em baixo e a ASAE pode ficar descansada porque o patrão de Gonçalo Cristovão não acendeu nenhum puro.
Pronto caríssimo, espero que esta espécie de notícia que eu mal amanhei tenha alguma serventia para si, ainda que não me pareça.
Sem outro assunto despeço-me com saudações cordiais,

NM