AGORA ESTOU AQUI

domingo, janeiro 20, 2008

Paulo Costa agiu correctamente ao corrigir uma decisão errada



Na última semana, a questão que mais me colocaram foi se Paulo Costa podia ter assinalado pontapé de grande penalidade a favor do Benfica e, posteriormente, alterado a decisão, optando por marcar livre directo contra o Leixões.
Também aqui. o Eugénio Queirós perguntava "E porque é que ninguém fala na excelente decisão de Paulo Costa quando escutou o seu assistente e não marcou aquele "penálti" cometido fora da área sobre Leo?"
Quanto à decisão de ter transformado a grande penalidade em livre directo, a Lei 5 (O árbitro) diz que o juiz dispõe da autoridade necessária para aplicar as Leis do Jogo e que as suas decisões sobre os factos relacionados com o jogo não têm apelo. Diz também que o árbitro só pode revogar uma decisão se ele verificar ser incorrecta ou por aviso do árbitro-assistente (Nuno Manso), desde que o jogo não tenha ainda recomeçado ou terminado. Ou seja, Paulo Costa agiu bem ao transformar uma decisão errada (não era penálti) numa correcta (livre directo).

7 comentários:

nandao disse...

Não enganas ninguém Leirós...

Desde quando é que o árbitro escuta um fiscal? Quando lhe apetece.

E quando não é penalti e o árbitro assinala mesmo com o juiz de linha dizer que não?
É só quando interessa...

Corruptos.

Já agora, se isto fosse com o FCP, não estaria aqui este "post".

ze da povoa disse...

O Nandão deve comer muito queijo. Então não se lembra do recente Estrela da Amadora - Benfica para a Taça da Liga em que o assistente "obrigou" o Duarte Gomes a inventar um penalti para impedir a eliminação eminente dos lampiões?

Miguel disse...

A pergunta que fica, depois de lido e relido o texto, é: 'não era penalti' porquê?

Miguel disse...

Continuo à espera da resposta, ó sumidade!

tiago disse...

só uma questão:

- a alteração recente das leis não refere que uma falta iniciada fora de área e terminada dentro deve ser punida com penalti?

cumprimentos,

Manuel Leão disse...

Sr. Leirós:

O Sr. censurou o meu comentário? Ou não o terá visto? Ou será um tique que ficou desde os tempos em que era árbitro. Ou terá sido o Sr. Paulo Costa a assinalar fora de jogo ao comentário?

Sintomático...

Glorioso11385 disse...

Paulo Costa agiu mal porque substituiu uma decisão correcta por uma errada: era 'penalty'! A falta foi cometida dentro da área. José Leirós mostra ter, como comentador, o mesmo nível que tinha enquanto árbitro. Quanto à pergunta do Eugénio Queirós, apelidando de 'excelente' semelhante decisão do árbitro, não surpreende.