AGORA ESTOU AQUI

terça-feira, janeiro 08, 2008

Criminosos fumadores

Não fora a conversa à desgarrada do Veiga com o Vieira e a troca de opiniões (tipo "mosh") entre Luisão e Katsouranis e, desde a passagem de ano, em Portugal só se falava na nova lei do tabaco. Sinceramente... Não sou fumador, mas tenho a mania de ser democrata numa terra onde a maioria dos defensores da democracia só faz questão de a apregoar quando lhe convém.

Considero normal que não se fume em locais fechados e sempre cataloguei de energúmenos aqueles que, em qualquer sítio, gostam de fumar para cima dos outros. Mas, para mim, o que está errado com essa gente não é o facto de serem fumadores, mas sim o de não prestarem enquanto cidadãos. Por acaso, um pedófilo passa a ser melhor pessoa se não fumar? Ou merecerá maior castigo se, para além de "comer criancinhas", também apreciar umas cigarradas?

Considerar o fumador um criminoso é verdadeiramente ridículo. Faz mal à saúde? Sim, faz. E pode prejudicar a vida de terceiros? Creio que sim, embora não aceite aquela conversa que o fumador passivo pode ser mais afectado do que o directo. Mas, sejamos coerentes, o dióxido de carbono dos automóveis faz bem à saúde? Duvido. E eu, que nem carta tenho, não posso pedir ao Mundo para só conduzir em espaços fechados de modo a não poluirem o ar global?

Deixemo-nos de conversa de treta. Não faltam por aí coisas que fazem mal a todos nós (tintas, gases, postes de alta tensão, radiações dos telemóveis e de mais não sei quantos aparelhos, merda de cão espalhada pelas ruas, lixeiras a céu aberto devido a greves, esgotos a irem directamente para o mar onde habita o peixinho que muitos consideram mais adequado que a carne, comida estragada nos supermercados, restaurantes sem as mínimas condições de higiene, etc, etc...) mas, pelos vistos, só o tabaco é que é preciso combater de forma radical.

Curioso, no meio de tudo isto, é constatar que muitas empresas que não tardaram a alinhar com a nova lei continuem, por exemplo, a facultar café aos seus trabalhadores. Se calhar, só a mim é que disseram que a água escura não faz muito bem à saúde.

Num País e num Mundo onde a economia está de rastos, os puros que restam estão agora a tentar acabar com o tabaco. Parece-me bem. Espero é que depois não venha o estado
aumentar os impostos a toda a malta por ser necessário recuperar os milhões oriundos do vício (ou prazer) dos criminosos pró-tabaco.

PS - Não se esqueçam de proibir o tabaco nas discotecas e nos casinos, de modo a rebentarmos também com outras indústrias! E se mesmo assim aquilo continuar com pessoal, sancionem igualmente o consumo de álcool e a música aos altos berros. E depois mandem os prevaricadores para os escuteiros ou para a catequese!

7 comentários:

Carolina Salgado disse...

Oh geninho fuma numa boa buceta que te faz melhor aos pulmões.

Anónimo disse...

Um bom texto. Boa.Porra,muito bom.

Anónimo disse...

Simplesmente fantástico este post.

Está tudo dito.

Eugénio Queirós disse...

Em grande, buldozer!

Sir disse...

Não podia estar mais em desacordo. Nenhum desses argumentos é directo e plausível. Não estou, nem tenho tempo, para estar aqui a justificar a minha opinião. Creio que esta lei, apesar de ter falhas, é muito pertinente.

Para mim, por a saúde dos outros em perigo, para alimentar um vício, é crime. As indústrias são necessárias, os carros também.

O Estado tem o dever de zelar pela saúde dos seus habitantes. Ninguém está a proibir-vos de fumar. Apenas podem é fazê-lo em espaços fechados.

Acho triste como muitas pessoas sensatas não se conseguem distanciar do facto de serem fumadores para analisar esta lei com isenção. Parece que a nicotina também aliena. Azar o vosso!

Mr. Shankly disse...

"Curioso, no meio de tudo isto, é constatar que muitas empresas que não tardaram a alinhar com a nova lei continuem, por exemplo, a facultar café aos seus trabalhadores. Se calhar, só a mim é que disseram que a água escura não faz muito bem à saúde."
Se calhar, só a mim é que disseram que fumar prejudica quem está ao meu lado, e beber café, alcool, comer queijo da serra e bacon só me prejudica a mim. É muito difícil perceber isto?

Quanto às "tintas, gases, postes de alta tensão, radiações dos telemóveis e de mais não sei quantos aparelhos, merda de cão espalhada pelas ruas, lixeiras a céu aberto devido a greves, esgotos a irem directamente para o mar onde habita o peixinho que muitos consideram mais adequado que a carne, comida estragada nos supermercados, restaurantes sem as mínimas condições de higiene, etc, etc...) " talvez não saiba mas também são combatidos. Também há leis. Mas se calhar só a mim é que disseram, também.
"E pode prejudicar a vida de terceiros? Creio que sim"
Crê? Não tem a certeza?

Anónimo disse...

sir... não tem tempo para opinar? não pareceu... teve tempo para desopinar. Cuidado... nalguns locais começa a cheirar a represália a quem fuma... em aveiro presenciei ontem uma cena lamentável... inadvertidamente, um tipo entrou com um cigarro aceso no cafe... o dono olhou para ele e deu um berro... LA PRA FORA! ficou tudo admirado... e ficou a saber-se que não era o primeiro... viana castelo algo ainda pior... coimbra duas situações perto estaçao velha...
Cuidado...

Fumador