AGORA ESTOU AQUI

sábado, janeiro 19, 2008

ADEGA CORREIA

Apesar de vivermos num tempo em que a vida dos grifos parece ser mais importante que a dos homens, ainda é possível encontrar algumas ilhas de conforto. É o caso da Adega Correia, uma tasca do Porto, ali à Cordoaria, junto ao Palácio de Justiça. Graças ao meu amigo Vítor Pinto Bastos, sei o que é um bom prato de tripas à moda do Porto, sempre disponível ali, às quintas-feiras, confeccionado pela mulher do sr. Correia (na foto). Para além da excelência das tripas, a Adega Correia é uma espécie de museu, onde o acesso para a casa de banho se faz através da cozinha, dando para apreciar tachos, panelas e sertãs. Aviso desde já que o serviço é lento e a conta nem sempre é modesta. Mas vale a pena uma visita. Sobretudo para quem continua a pensar que a vida dos grifos não é, afinal, algo de muito transcendente quando comparada com um bom prato de tripas à moda do Porto da Adega Correia.

9 comentários:

andre ribeiro disse...

viva ao bom vinho e à ótima comida portuguesa. Força nisso, Geno.

Anónimo disse...

Uma BOA TRIPALHADA à moda do GRANDE PORTO!!!!!

BOA ideia.

Ricardo disse...

por momentos pensei que o andré ribeiro seria o primeiro a investir na actualização da língua, de acordo com o novo (merdoso) acordo ortográfico, com aquele "p" esquecido, na palavra "óptima", mas não. Haja bom-senso! O rapaz é brasileiro. Pena que o "p" desapareça para nós. Vou sentir saudades do "p", da consoantezinha muda que vai fazer falta. Será que alguém vai, nos próximos 10 anos, abdicar dela?

rui disse...

Para quem, como eu, nao gosta das tripas propriamente ditas, estas sao fantasticas!!!! aqueles cominhos em cima.... que piteu!!!

Anónimo disse...

hé pà arranjas te cà uma confusao agora que esses gaijos da da fiscalizaçao economica vao fechar a tasca ao homem

Anónimo disse...

Com descrições como esta segunda feira está la a ASAE...

dustin disse...

O que é que os grifos têm a ver com isto?
Não me digas que lá por defenderem os grifos não podes comer tripas. Se te faltarem come as tuas...

Manuel Leão disse...

Sr. Eugénio Queirós:

A ida à adega é antes ou depois de escrever no "blog"?

JailBreak disse...

Cá por mim esta "noticia", foi apenas uma maneira "escondida" para chamar a atenção da ASAE para esta tasca

E a referencia ao WC e ter de passar pela cozinha não é inocente.

Sou eu que estou a ver mal?

PS: Será que autor do blog passa esta mensagem?