AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, dezembro 14, 2007

O verdadeiro «mister»



Leça, época 97/98. Um puto discreto e muito tímido saca a bola ao Constantino com desvelo de craque, levanta a cabeça, desenha um passe de uma área à outra e isola o Serifo. Vladan batido. Golo! Junto ao relvado, acabadinho de ser apresentado como novo treinador do Leça, substituindo Rodolfo Reis, Vítor Manuel põe a mão no queixo, volta-se para trás, fixa o grupo de dois jornalistas que assiste à sessão, e eles fixam-no num silêncio perturbador. No campo, o rapazinho continua a dar festival na posição de central, corta limpo, passa bem, trata o couro com carinho. «Ouve lá, ò Pinto, quantos jogos tem este puto?», indaga Vítor Manuel. «Nenhum», responde o adjunto da casa. «Como? Vai ser titular já no próximo jogo.» Virou-se para trás outra vez, e, entusiasmado, abriu o coração aos repórteres: «Grande menino! Já é jogador! Já é craque». O menino chama-se Ricardo Carvalho, nesse ano o Leça obteve a melhor classificação da sua história na I Divisão, graças sobretudo à visão, conhecimento e competência de um dos melhores treinadores que conheci. O verdadeiro «mister». O verdadeiro «olheiro». O Vítor teve de emigrar para Angola para fazer aquilo que mais ama. Boa-sorte. E continua a fazer aquilo que melhor sabes: ser amigo dos verdadeiros craques.

6 comentários:

dragao vila pouca disse...

Bigsousa?!Quem é, será Pascoal de Sousa? De qualquer forma um post que subscrevo totalmente.V.Manuel grande treinador e grande pessoa.

Rui disse...

que cena... pensava que ele já não podia treinar, devido a problemas cardíacos :/

Bruno Pinto disse...

Alguém me explica por que é que o Quaresma não é uma das opções para MVP da Liga ali na sondagem do lado??

Quinhentinhos disse...

Pois, mas o Leça nessa altura também tinha as ajudas preciosas dos quinhentinhos do Reinaldo e dos Guímaros.

Anónimo disse...

Mas o Ricardo Carvalho quando foi para o Leça já pertencia ao Porto e já tinha ficado na retina a muita gente.
De qualquer forma Vitor Manuel é uma pessoa que tive o prazer de conhecer e apesar de privar pouco com ele pareceu-me ser uma pessoa 5 estrelas.

bruno pinto: não percebes tu nem ninguém, penso que só mesmo pela cabeça de quem fez a votação podia passar tal coisa.

bigsousa disse...

Até pode ter ficado na retina de muita gente, mas o seu destino após os juniores do FC Porto era o Trofense, na altura na III Divisão. Foi a pronta intervenção de Pinto da Costa que impediu a queda do Ricardo Carvalho para um patamar competitivo que não combinava com o seu talento.