AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, novembro 22, 2007

PC e SCOLARI

A presença de Pinto da Costa, na companhia da filha Joana, no Portugal-Finlândia representa o início de uma trégua entre o presidente do FC Porto e uma selecção de Scolari em fim de ciclo. Sempre disse, e repito, que há mais coisas a unir o presidente do FC Porto e o seleccionador nacional que a separá-los. Aconteceu simplesmente que ambos têm personalidades fortes, tendo sido Scolari o primeiro a abrir a frente de combate quando arrumou Vítor Baía da selecção, antecipando, de certo modo, uma decisão do próprio FC Porto, se calhar até ajudando a acelerá-la. Parece-me que, independentemente da categoria e da carreia de Baía, hoje ninguém se pode queixar de Ricardo-guardador-de-balizas-da-selecção e de Helton-guarda-redes-do-FC Porto. Ninguém foi uma força de expressão, dou de barato.

7 comentários:

Anónimo disse...

O Baía foi mal afastado da selecção, ponto!
Ou alguém já conseguiu explicar como é que o melhor guarda redes da Europa, na época em que se realizou o Euro 2004, nunca foi convocado?!

Anónimo disse...

Houve "gentinha" do circulo centralista ANTI/PORTISTA,que envenenou a "COISA" e Scolari,emprenhou pelos ouvidos ???!!!

Anónimo disse...

viva o scolari....um treinador sem tomates!

Anónimo disse...

Ninguém foi uma força de expressão, dou de barato.

assim ta bem,
assino por baixo,
como a chave no soneto

chapot

joaquim agostinho disse...

Não percebo porque se continua a atacar Scolari por não ter convocado o Baía quando se sabe que ele foi afastado da selecção por ter sido testemunha de António Oliveira no processo que este pôs à Federação

Reinaldo Teles disse...

O Scolari já esteve mais longe de ser o próximo treinador do FC Porto.
E mais não digo...

Anónimo disse...

oh joão agostinho, vai lá ver o dvd que vinha no livro do Baía que ele diz que isso é mentira e mesmo que fosse verdade também não era razão pra deixa-lo de fora. Mas quem é que manda? O seleccionador ou o secretariado?!