AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, outubro 04, 2007

UM ADEUS [BEM] PORTUGUÊS


João Botelhas não vai assinar o filme que realizou. Estou a falar do badalado "Corrupção", pelos vistos remontado por seu produtor à revelia do melhor cineasta do Príncipe Real. Acontece aos melhores, sobretudo quando estes se têm em elevada conta. Ou não fossem todos eles realizadores de verdadeiros "blockbuster" que envergonham Hollywood. Moral da história: a corrupção virou corruptela. Isto faz-me lembrar aquela história do treinador que se julga especial e que pura e simplesmente trata aquele que principescamente lhe paga como uma criada de servir... Se não é, anda lá perto.
PS - O Blog da Bola, sempre bem informado, tem outra versão da história. Bora lá ver.

11 comentários:

borealis disse...

queriam denegrir o maior clube de portugal e acabaram a ser ridicularizados. só têm o que merecem!

simplesmente patéticas estas galinhas

Olheiro disse...

Amigo Geninho,
Rebelia "diz-se" (e muito bem!) na tua terra.
Em português escreve-se "revelia".
Ai que nem com correctores automáticos lá vais ou quê?

Cocas disse...

Aquilo era uma pressa e as cadelas apressadas parem os filhos cegos. E depois quando os palermas pensam que são génios e arrotam postas de pescada com o dinheiro dos outros, a coisa só pode dar raia...Num caso e noutro, embora no 2º caso aquilo tenha sido muito conveniente e dado muito jeito...

Carlos Calheiros disse...

Não percebes mesmo nada do que se passa...
Depois de cortar 17(!) minutos de filme o Alexandre Valente estava à espera de outra reacção do J.Botelho, mas vai ter mesmo de estrear o filme. Ou não, e aí a malta fica a perceber a ideia por detrás do corte dos 17(!) minutos.

Anónimo disse...

Mas que grande tanga!
Era (será mesmo?) a única maneira de Botelho e Pinhão escaparem às acções judiciais que os advogados de Pinto da Costa preparam desde o anúncio da feitura do filme.

Anónimo disse...

eu axo que o blog da bola tem uma visao dos factos que me parece ser bem realista. ja todos sabemos os k se passa em portugal com os jogos nos bastidores, a mim nao me surprende. em vez de criticares o blog da bola podias tambem aprender um pouko com o k ele diz, afinal o k eu kero e estar bem informado, e nao ser escamuteado dos factos.

kino

Anónimo disse...

Boa maneira de promover (ainda mais!) um filme.

Anónimo disse...

o ritmo era lento, sem fogo, pesado, triste, sem acção, e o papa chegava tarde, nem papa, aliás, naquela sua jovialidade carismática, grata às mulheres e ao futebol, mas uma figura parda, sombria, a boca torta e o maior paspalho de novelas de segunda da nossa tv, sem um rasgo que se lhe destaque de há cem anos que, qual uma baleia prenha, anda aí na representação!...

samantha

eugenio disse...

Não critiquei, apenas recomendei.

Anónimo disse...

caro eugenio eu sei k voce recomendoum mas fez lo de uma forma por assim dizer um pouco sarcastica.
por aqui toda a gente sabe da tua rivalidade e das picardias que tens mantido com o blo da bola.
continua a melhorar o teu trabalhom que estas a ir no caminho certo.necessitas e de um pouko mais de ousadia...

kino

O Lidador disse...

A corruptela é que virou corrupção, para depois terminar em "denúncia anónima", bem ao estilo de quem acrescenta 58 páginas a um livro como o "Eu, Carolina" (precisamente as que envolvem Pinto da Costa em actos de corrupção), escondendo-se depois em frases como "disparate".

Enfim, o desfecho previsível duma campanha de difamação nojenta, feita à medida de quem a criou.

Atentamente,
Gonçalo Mendes da Maia
Jornal O Portuense