AGORA ESTOU AQUI

segunda-feira, outubro 08, 2007

O MEU LEIXÕES


Confesso que já estava farto de empates.

Enfim, lá perdemos. Com a pior equipa do campeonato. Na nossa casa.

O sócio 933, com cota 12 paga, está com a Dona Aurora: "Isto não pode acontecer outra vez!"

Como o Leixões é um clube democrático - como prova o facto de já ter sido patrocinado pela torta de noz, sobremesa indispensável nos restaurantes nortenhos -, os adeptos esperaram no final pelo treinador e bateram-lhe, embora entre aspas. Presumo que a iniciativa de lançar Brito às feras foi de Carlos Oliveira, cada vez melhor neste tipo de manifestações. Com uma só cajadada, o presidente matou dois problemas: baixou a animosidade dos adeptos contra o treinador que continua a ser aposta e comprometeu mais o treinador.

Carlos Brito tem de ter em devida conta as origens judaicas do seu presidente...

O Leixões não é último mas tem pela frente um calendário muito complicado: vai ao Dragão, recebe o Sp. Braga, vai ao Restelo, recebe o Sporting e vai à Amadora. Ou seja, neste conjunto de 5 jogos arrisca-se a não pontuar... Penso que o desafio passará por fazer pelos menos 6 pontos nesta série. Tudo o que for a menos será prejuízo, embora ainda sobrem mais 3 jogos (Leiria, em casa; Setúbal, em casa; e Marítimo, fora) para compor o cenário antes do fim da primeira volta, que terá de ser virada com um mínimo de 14 pontos. Faltam 8 pontos e 8 jogos.

Tenho de passar pelo bar do estádio para beber finalmente uma caipirinha e ver como param as modas.

6 comentários:

Anónimo disse...

A ver pela foto o futebol é esta merda ou seja ( na foto ) pidés arruaceiros mafiosos a escumalha eu cà prefiro ser Nazi ...
jp

Anónimo disse...

A pior equipa do campeonato é mesmo a do Leixões.
Tenho pena do Carlos Brito que foi "iludido". apenas se vai queimar mais um pouco.

E clubes de biclubistas como tu deve estar mesmo é na 2ªdivisão. Não passam de uns mouros frustrados que nem sabem em que dia é que são do Leixões..

Conde da Sarnada disse...

Judaicas, não. Quando muito, judias...é que neste caso, não é a mesma coisa. Já agora, talvez não fosse pior explicar que os naturais de Águeda são, um bocado pejorativamente, apelidados de judeus pelos vizinhos e isso só mesmo os da zona é que sabem. Não tem nada que agradecer pelo esclarecimento.

Anónimo disse...

As tantas o problema está acima do treinador... Muita parra mas pouca uva. Acho que o judaísmo devia ser erradicado do Leixões...

borealis disse...

enter the dragon

Careca disse...

Como Leixonense, fico grato o incómodo que causamos a estes otários aqui falantes (salvo seja), enfim de dor em dor e contra alguns vai ser dificil, mas vão nos aturar mais uns anos...