AGORA ESTOU AQUI

sábado, outubro 27, 2007

O GRANDE PENTEADO

Não resisti a picar esta foto do JN de hoje. No centro das atenções, Penteado, um do grandes goleadores da história do Leixões, hoje segurança em Serralvez, o que não está mal, pois é peça de museu, só é pena não estar no do Leixões. onde tem lugar de destaque. Penteado era um matador nato que antes de vir para o Leixões vestiu a camisola do FC Porto, onde foi o melhor marcador no campeonato de reservas. Tapado por Gomes e Walsh, viveria os seus grandes momentos de glória no regresso do Leixões à I Divisão e na temporada que o Leixões aí fez sob o comando de António Morais/António Jesus. Neste anos todos, Penteado tentou a sua sorte como treinador mas não dava para os galões. Os seus amigos do Parque Basílio Teles, em Matosinhos, é que nunca o esqueceram. Posso incluir-me no grupo. Para mim, Penteado foi mesmo o melhor goleador que passou pelo Leixões, apesar de Horácio e de Oliveirinha (o Rato). Só não lhe perdoo que tivesse atirado por cima da barra quando se isolou na Luz, com a possibilidade de fazer o 2-0 para o Leixões, que acabou por perder por 2-1, com uma vergonhosa arbitragem do árbitro madeirense Teixeira Dória. Como também recorda hoje o Manuel Penteado nas páginas do JN, no último jogo do campeonato com o FCP também perdemos com uma grande penalidade inventada por Gomes e pelo árbitro a 5 minutos do fim...

3 comentários:

Anónimo disse...

vi esse jogo nas antas, e quem inventou o penalty foi o domingos!

Mais uma noite de fruta e café com leite...

Cândido Pureza disse...

Nunca esquecerei esse jogo na Luz. Mas já tinha esquecido o nome do árbitro, não a figureta que o FP fez. É dessa massa que são feitos os grandes. Já os pequenos, bem, os pequenos têm destas pequenas grandezas. Mas hoje estamos mesmo precisados de uma grandeza das grandes. Força Leixões!

Anónimo disse...

Só uma correcção. O Penteado, veio do Académico de Viseu para o Leixões e daí, para o Porto. Voltou após passagem pelo Salgueiros ao Leixões.

Vitor Maganinho