AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, outubro 26, 2007

AMADOR

Duarte Gomes fez hoje, em Guimarães, uma arbitragem terceiro mundista. Não apenas permitiu que o lance do primeiro golo do Vitória fosse precedido de falta como não viu uma grande penalidade que pelos vistos só Manuel Cajuda não seria capaz de ver e que podia dar o 2-1 para o Leiria de Bartolomeu/Duarte. A cereja em cima do bolo foi o facto de o Vitória ter marcado o golo que lhe deu 3 pontos 38 segundos para além dos 4 minutos de tempo extra. Um desastre completo.
Para além destas cagadas, o jogo foi excelente. Intenso. Com muito público nas bancadas. O Vitória está em 2.º lugar, o que é fantástico. Só não percebi os assobios dos adeptos locais para Duarte Gomes, no final. Bem, no fundo o homem que defende com unhas e dentes a profissionalização dos árbitros bem os mereceu.

16 comentários:

Anónimo disse...

Ó Eygénio não gostaste do supositório.

António R. disse...

Se foi como descreve, foi mais uma actuação na linha daquilo que vem fazendo domingo a domingo, sob a protecção de quem o nomeia. Uma desgraça completa... Estrela da Amadora, Beira Mar, União de Leiria, são demasiados os clubes com sérias razões de queixa das actuações deste apitador em muito pouco tempo. Mas vai continuar na crista da onda, disso não tenhamos dúvidas...é assim o nosso futebol.

Anónimo disse...

não percebeste, ó geno?, que lhe queriam cascar, ao fim, corrê-lo à pedrada, como usam, e com tanta fruta de graça lá acharam que o gajo mijou que baste de bonzinho...

cariaque

António R. disse...

Já vi o lance e não se percebe como é possível não marcar aquele penalti e não expulsar o guarda redes. Se houvesse seriedade na escolha dos árbitros, este ia já descansar por uns bons meses, são erros graves a mais. Quanto ao presidente do Leiria, está muito indignado e com razão, mas quando este filme foi a favor do Leiria, como na época passada contra o Beira Mar naquela arbitragem incrível do sr João Vilas Boas ninguém o ouviu piar...de maneira que a indignação dele também tem pouco valor.

Joseph K. disse...

Em resumo: o resultado justo deveria ter sido um 0-1, ou então 0-2 se o «penalty» tivesse sido assinalado e convertido em golo.

Acontece que os 3 lances da polémica (1º golo do Vitória, placagem de Nilson a João Paulo e início da jogada do 2º golo antes de expirados os 4 minutos de tempo extra), são todos absolutamente REGULARES pois estão em conformidade com as novas regras implementadas no último Sporting-Vitória de Guimarães. O próprio Vasco Uva o confirmará.

Quanto aos assobios, elementar meu caro Geninho: a malta cá do burgo ainda não se familiarizou com as novas regras mas promete frequentar as acções de formação entretanto agendadas.

Do Kosovo com amor...

Manel Cínico disse...

Também não percebo a indignação...aquela placagem foi do melhor que já vi. Mesmo no futebol americano, reparem que não há muitos players a placar com tanta eficiência, de maneira que, ganda Nilson, tu é que sabes...parabéns, ó referee...ganda visão! Esse teu relógio também é um espectáculo! Vê lá bem é quando for contra nós...juizinho, Ok?!...

Anónimo disse...

Até tive pena de não ser penalti, pois seria uma ocasião boa para o Nilson brilhar, quanto ao 1º do Vitória, só seguimos as indicações da FIFA, o 2º temos de dar tambem desconto aos tempos mortos nos 4 minutos e a ti geninho daremos uns RENNIES para a tua proxima visita.

Pinho disse...

Como é possivel não marcar aquele penalti?!

Zé da Póvoa disse...

O Duarte Gomes continua a ter um bom seguro de vida, em especial depois de ter impedido na Amadora que o slb fosse fora da Taça da Liga, como, em termos desportivos,
deveria ter acontecido.
É um fartar vilanagem. Quem pede um Ferreira, também pode pedir um Gomes!

Anónimo disse...

O Bartolomeu não anda zangado com o Vieira? Este não disse que "agora ando a fazer as coisas de outra maneira"? Pois, para o Vieira até se vêm mãos na cabeça.

master kodro disse...

Várias perguntas, eugénio:

1 - Quem é que tocou na bola?
2 - Com que pé é que quem tocou na bola o fez?
3- Como é que é possível fazer-se um penalty, sendo o único a tocar na bola,com o pé que tocou na bola?
4 - Viste as repetições?
5 - Presumo que viste o jogo, pelo menos escreveste sobre isso. Portanto presumo que tenhas visto que o guarda-redes do Leiria se "aleijou" numa mão (depois de fazer uma defesa, o que é extraordinário) no período de descontos, durante o qual esteve 2 minutos a ser assistido. Presumo que saibas qual é o objectivo do período de descontos. Vou presumir que presumi bem e perguntar-te: qual é o critério jornalístico que te leva a repetir em todo o lado o disparate dos 4 minutos e 38 segundos?

atsoc disse...

Gostei do resumo. De facto tem lá tudo. Lamento que por caminhos como estes qualquer dia ninguém vai ao futebol, tal é o baixíssimo calibre de determinadas arbitragens.
Depois existem as coincidências de o Vitória de Guimarães em 4 jogos caseiros ter sido beneficiado 4 vezes (espantoso de facto) e na 1ª vez que foi prejudicado, em Alvalade e mesmo assim numa falta a meio campo depois de uma falta de um seu jogador e que deu golo por estarem todos a dormir, vieram logo a terreiro manifestar desagrado pela horrível situação.
E como é possível o Sr. Duarte Gomes, que persiste em querer ser árbitro, ajuizar 2 lances de modo tão aleatório, no Estrela Amadora vs Benfica, em que marcou 1 penalti numa bola cortada com a cabeça e em Guimarães, vá lá perceber-se porquê, não vê o jogador leiriense ser ATROPELADO em pleno relvado, tendo que sair de maca. Para cúmulo não acabou o jogo no tempo limite que ele próprio determinou, 4 minutos, deixando correr mais até que 30 segundos depois de o jogo ter terminado (mas não terminou) o Guimarães lá marcou o golo da vitória.

ATIRADOR ESPECIAL disse...

Também se pode pedir um CALHEIROS ?

Anónimo disse...

os árbitros
são como os
crentes, seres
humanos, que
têm medo

entonces, quando vaga
na catedral el botafumero
y su cheiro llama a pombinha
para voar, uhu... que me caen
los cojones, madrecita, de
temblor de los castigos...

calamares

josebarnabe disse...

A continuar assim vamos ver o vitoria cm o boavista ha uns anos ser campeao! VERGONHA!

Anónimo disse...

A culpa é mais do auxiliar que do árbitro! Ele na Amadora no meio de tantos jogadores conseguiu ver um penalty,e ali a 10 mt não vê? Razão tinha o Paulo Duarte para o 4º árbitro: tudo dentro; Peter Pan