AGORA ESTOU AQUI

sexta-feira, setembro 21, 2007

GENTINHA


Há gente que cansa. Gente que fala mal dos jornais e dos jornalistas mas que perde tempo com eles. Gente que frequenta blogues que detesta mas a eles se dedica com invulgar fanatismo. Gente que considera o clubismo uma forma de estar na vida mas que não sabe estar na vida apenas com o sentido de a desfrutar. Gente que sabe ler mas que não sabe interpretar. Gente que pensa que o humor é uma arma de agressão e não apenas uma boa maneira que nos resta de passar o tempo breve da nossa existência neste planeta perdido no cosmos. Gente que inveja os outros porque na realidade como gente não se sabe dimensionar. Gente mesquinha. Torpe e trôpega. Gente vulgar, miserável, triste. Gente que por não ser gente nem sequer reagente provoca até alguma piedade. Mas o que seria de nós, afinal, sem essas amostras antropológicas?

À vossa!

8 comentários:

Henrique disse...

O melhor é mesmo ignorá-los e seguir em frente.

Anónimo disse...

A ti só se perdem as que caem no chão...
E consta que vão ser poucas.

Olival Olé!

Dragão OlÉ!

Matosinhos OlÉ!

Porto Olé!

cofina Olé!


"MAta o Mouro, dá-lhe um estouro!"

Anónimo disse...

24?

26?

30?

40?

Afinal foram 20 milhões que Mourinho levou!


Aposto que o Mestre ALves ou a Abelha Maia não estavam de serviço ontem à noite!


E chamam a estes caramelos "jornalistas".

Anónimo disse...

GRANDE!!!!!


Joh Lito

Anónimo disse...

Maradona defende punição mais pesada sobre Scolari
Maradona analisou o castigo de quatro jogos aplicado a Scolari, devido ao incidente com Dragutinovic, e considerou que o seleccionador de Portugal devia ter sido suspenso por «quatro meses».



ASF
«Por mim teriam sido quatro meses», afirmou Maradona, de forma sucinta, em declarações ao diário espanhol Marca. A principal referência do futebol argentino e rival do brasileiro considera que o castigo da UEFA acaba por ser leve.

Manuel disse...

A escola do pasquim aonde trabalha, tá bem assimilada: provocar e especular para facturar!

Andemos...

Anónimo disse...

E gente que manda um post destes mas não tem colhões para dizer quem são.

G.R. disse...

Quando a questão é o futebol, as pessoas levam as brincadeiras e as pequenas provocações demasiado a sério. Para a maioria dos adeptos, o seu clube de coração além de ser mais sagrado e intocável do que Maomé é mais imaculado que a própria Virgem Maria.
Se há um fundamentalismo mais torpe, mais intolerante, mais cruel, mais negro, mais macambúzio, mais vingativo, mais cego e com menos sentido de humor do que o fundamentalismo religioso, esse fundamentalismo, sem dúvida, dá pelo nome de fundamentalismo “clubistico”.