AGORA ESTOU AQUI

sábado, setembro 08, 2007

CHEIRA MAL...


"A selecção nacional de futebol parece ser alérgica aos ares da província. Entre 53 jogos oficiais realizados em solo português nos últimos 20 anos, o Portugal-Sérvia da próxima quarta-feira será "só" o 27.º na capital. E o Clube Portugal, assim baptizado nos últimos anos, para celebrar a reconciliação nacional com a "equipa de todos nós", até têm agravado a histórica tendência para a centralização do país futebolístico. O encontro com os sérvios será, também, o décimo desafio oficial, entre os 17 da era Scolari, marcado para Lisboa. Ali foram já disputados todos os jogos mais apelativos do Euro 2004, da fase de qualificação para o Mundial 2006 e para o Euro 2008. A Polónia e a Sérvia seguem a ordem vigente."
in JN, mais uma bela prosa de Almiro Ferreira, um dos poucos jornalistas que sabem conjugar verbos e de quem sou fã, a propósito de uma VERDADE REALMENTE INCONVENIENTE.

9 comentários:

Anónimo disse...

mas não estás contente, servente de khadaffi lusitano?

por ti até nem deviam jogar noutro sítio que não a cesta do pão.


ajoelha-te perante os mouros, afinal queres ser como eles.

Luís Graça disse...

Meu caro Eugénio:

Só por causa das tosses, estás linkado comigo. Dou-te uma "caixa". Vais aparecer uma referência a um tal Eugénio Quebra-Noz na minha crónica de Setembro da revista "Os meus livros".

E mais não te digo, para te abrir o apetite, que no Porto come-se bem.

Vou dormir aí ao Porto de 20 para 21 e saio para Boticas (de boleia com amigos escritores e poetas pelas 18 horas de dia 21).

Arranjamos um buraquinho para matar saudades um do outro?

Por xemplo; jantar no Porto Beer (ao pé do Bessa) no dia 20, nem que seja tardio, que aquilo fecha tarde?

Tens o meu telemóvel, não tens?
Ou combinamos a coisa mesmo aqui nos comentários, embora corramos o risco de aparecer uma legião de fãs a pedirem-nos autógrafos.

Aquele abraço inter-cidades ou alfa.

Anónimo disse...

Se os intiligentes dos jornais e do futebol, indicarem um estádio na Provincia, que tenha condições para receber o numero de público que deseja ir ver a selecção (mais de 50.000)e com as 5 estrelas da UEFA, passam de iluminados a deuses de futebol!!!
Há jornalistas que não tem mesmo mais nada que fazer, a não ser lançar autenticos bitaites devem ser ares da provincia...

VC disse...

"E o Clube Portugal...até têm agravado a histórica tendência..."

Se realmente é um dos poucos jornalistas que sabem conjugar verbos, a quem se deve o erro do "têm"? Foi você que transcreveu mal?

eugenio disse...

Graziani, tamos nessa. Tenho o teu celular, vou mandar-te uma mensagem com o meu

Anónimo disse...

Realmente isto de jornalistas é complicado esses gaijos apenas pensam em dar noticias falsas ( hoaxs)passeios e jantarades quando nao acaba nas casas de alterne ( agora é melhor as putas veem a casa ) esses gajos nao tem credebilidade nenhuma nomeadamente quandam mandam mensagens pelo celular ... Vou pa Cacia là o Jornalismo nao é como no 24 horas
JP...

Careca disse...

Numa altura importante para a selecção, lá aparece um iluminado no JN, a lançar um estudo aqui aproveitado, não na sua totalidade:
27 jogos feitos na capital (Luz, Alvalade,Jamor, Restelo) devem estra bem contados, mas o que te esqueceste de dizer aqui é que foram disputados 17 no Porto (Norte para voçês) todos disputados no Dragão e Antas, se a prosa tinha a ver com a defesa do Minho, Trás-os-Montes, Beira, Interior, Sul Tejo, Algarve e Ilhas, ai sim dava-vos valor, mas como sei que o v/problema é o Porto (Norte para voçês), só me falta dizer que isso é dor de protagonismo e não dor do nosso Portugal escondido e remoto...portanto ganhai juizo ou antes continuai com as v/guerrazinhas para os v/comprades ficarem contentes com o que leêm...
Isto aqui descrito é que é uma verdade incoveniente...para vocês.

Carlos Calheiros disse...

Coitadinhos...

Anónimo disse...

Assim vão os pacóvios, cada vez mais pacóvios. Que tristeza!