AGORA ESTOU AQUI

quarta-feira, setembro 19, 2007

ADIDOS

Todos sabem que o futebol português tem um grande embaixador na UEFA, na FIFA e no Zoo de Lisboa e da Maia. Dá pelo nome de João Rodrigues mas os amigos conhecem-no por João Teddy, de 'Teddy boy', em honra de uma juventude irrequieta. O homem tanto pode ser encontrado a jantar com Pinto da Costa no Degrau Chá como com Vieira no Barbas. Vai a todos, está com todos, um verdadeiro zelling. Mas há outros figuras menos notórias e públicas que também continuam a movimentar-se nas altas esferas do futebol nacional e europeu. É o caso do antigo árbitro internacional António Garrido, que tanto faz assessorias de arbitragem aos Dragões Sandinenses como à UEFA quando serve de anfitrião aos árbitros que apitam no Dragão. Ei-lo a cumprir a sua missão ao volante do monovolume onde foi acondicionada a equipa do eslovaco Lubos Michel.
PS - Na longa seca que apanhei junto à porta 1 do Estádio do Dragão, à espera de uma credencial que so chegou sobre o momento do início do jogo, porque de facto a UEFA não discrimina ninguém, deu para apreciar a quantidade astronómica de borlistas que por ali apareceram e que tiveram direito ao seu bilhetinho. Impressionante.

5 comentários:

Anónimo disse...

aposto k tava la o paulinho santos

Leão Verde disse...

tens razão eugénio. Devíamos ter assobiado e ter-lhe chamado para cima de filho da puta.
Tem juízo, o homem fez o que tinha que fazer: marcar por quem lhe paga. Depois não festejou, em sinal de respeito. E nós agradecemos a educação demonstrada. Mas educação e respeito é coisa que pelos teus lados no morcão não existe. O flautulento JNPC é realmente um espelho de educação e respeito.
Em relação ao teu clube do coração, já cumpriste a ordem do Ronaldo? Ele mandou-vos levar no cú em agradecimento aos insultos que lhes dirigiram lá na ETAR do Colombo.
Ganhar não é tudo, sobretudo se for com frutas, rebuçados e café com leite. Ou almoços devesas com netos no Sapo. Educação e respeito é bonito e gente de bem, que existe em todos os clubes, sublinho, gosta.

nandao disse...

Eugénio, que fizeste ao post que tinhas aqui a dizer que o PINTO DA COSTA não tinha ligado 3 vezes ao Madaíl, mas sim 4 vezes.

Já te compram o silêncio?
VERGONHOSO.

Tias Ferreira disse...

Sobre o Sr. Garrido também presenciei no Benfica-Espanyol, em que tinha estas mesmas funções de acompanhamento dos árbitros, a forma nervosa como assistiu ao jogo, sem se sentar um segundo, não se coibindo de chamar nomes ao árbitro...
Já Madail passou pela vergonha de ir cumprimentar o observador e esse não o reconheceu, tendo ele dito "Sou Madaíl, presidente da FPF e membro da UEFA"...
Não há dúvida que para se ocuparem certos lugares tem que não se ter vergonha, ser sabujo e lambe-botas!!!

Anónimo disse...

- Ele não é adido, devia ser sim arguido!! Admiro-me é esse sr. não ser arguido no Processo "Apito Dourado". Nunca me enganou!!!